8 de ago de 2012

PASSAMENTO

Eu acabava de ler matéria sobre uma palestra, promovida pelo CRM, com o título "O jeito certo de comunicar a morte" e a tela do meu computador escureceu. Tentei ligá-lo novamente, retirei a bateria, nada. Chamei o colega da TI que, em um rápido exame, diagnosticou:
- Sá, a placa-mãe morreu!
Assim, de chofre, sem preparativos, sem subterfúios, sem nada. Na lata. Daí entendi a razão do curso oferecido ao pessoal de Saúde.
Esperava do Jordão alguma coisa assim: "A sua placa-mãe subiu no telhado..."

Nenhum comentário: