30 de jun de 2009

INCOERÊNCIA

Taxistas de diversos municípios fizeram manifestação, hoje em Porto Velho, pela legalização do táxi lotação, ou seja, o transporte pago de passageiros, em carro de passeio, entre municípios.
Dias desses os taxistas protestavam para que não fosse regularizado o serviço de mototaxi.
Quer dizer que só 'nozói' dos outros é refresco?

COMO É QUE FICA?

Em casa adotamos o critério do "toque de recolher" às 21 horas. Agora leio na pauta da Andi (Agência de Notícias dos Direitos da Infância) que '“Toques de recolher” violam os direitos de crianças e adolescentes'. E agora, José?
A propósito, manchete do Estadão do Norte de hoje: "Menores executam dois em Porto Velho".

SELECINHA

Com mais mudanças que a 'selecinha' do Dunga, deixa hoje o ministério do presidente Lula o ministro Mangabeira Unger. Na minha modesta opinião, o maior feito dele, nestes dois anos de ministério, foi provocar a saída da senadora Marina Silva, da pasta de Meio Ambiente, e do "geógrafo" Sibá Machado, do Senado Federal.

DESCONFORTO

Desconforto é a palavra adequada para definir o estado emocional do senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), ao explicar o "empréstimo" aceito do diretor-geral do Senado, o, agora, cachorro com pira, Agaciel Maia, em 2005.
Como diz a Mar, "ninguém é perfeito"

SUGESTÃO DE BLOG

A mensagem é do Roberto Bíscaro: "Olá, Meu nome é Roberto Rillo Bíscaro e sou uma pessoa com albinismo. Em fevereiro, lancei o blog do Albino Incoerente, cuja proposta é conferir maior visibilidade às pessoas com albinismo. Além de pretender reunir o máximo de informações a respeito do tema, também estou desenvolvendo uma campanha de incentivo às pessoas com albinismo para que contem suas histórias no blog. O endereço é http://albinoincoerente.blogspot.com/
Agora, dei outro passo nessa campanha de popularização do tema; criei o canal do Albino Incoerente no You Tube, onde discuto algumas questões sobre o albinismo. Trata-se de vídeos caseiros, feitos na simplicidade de câmera fotográfica digital, sem nenhuma edição etc.
Os links para acesso dos videos são: Albinismo - Definição http://www.youtube.com/watch?v=rMHXGrY5Wjg Albinismo - Mitos http://www.youtube.com/watch?v=7DGiPu-t1ck Albinismo - Dificuldades e preconceito http://www.youtube.com/watch?v=79sUFJgJLe0 Albinismo Reivindicações http://www.youtube.com/watch?v=GmqPHCOmCI0
Caso o material agrade, ficaria imensamente grato se ajudassem a divulgá-lo. Coloco-me à disposição para quaisquer informações e agradeço a atenção. Roberto Rillo Bíscaro"

29 de jun de 2009

NÃO DESISTI

QUALQUER SEMELHANÇA...

Muchas gracias, Antonio.

TEM RAZÃO

Anônimo escreve para o Banzeiros: "Oi Zé,Tava dando uma lida na coluna do Zecatraka e descobri que a briga das TVs e o empobrecimento das quadrilhas e bois-bumbás, também é culpa 'dazusina'."
Caro Anônimo deve ser o que o gov chama de "Bode Espirratório". Ô raça!

28 de jun de 2009

CRISE, MESMO

Quem está vivendo um momento de crise é a empresa Cap Metais - Reciclar. Segundo a gerente Plyssia Nascimento, os impostos federais, estaduais e municipais estão inviabilizando o negócio de compra e venda de material reciclável. Falando aos participantes do 5° Encontro da Mulher Contabilista, em Ji-Paraná neste sábado, Plyssia disse que já demitiu 25 dos 30 funcionários e anunciou para agosto o fechamento da filial da empresa em Porto Velho. Sem nenhum incentivo fiscal e com a redução da compra de sucata pelas indústrias, a Cap Metais vai deixar de enviar 200 toneladas de ferro e outros produtos reciclados para São Paulo. Os impostos e taxas impedem que mais de 500 catadores ganhem os respectivos pães de cada dia.

PROFISSÃO SECRETA

Em "homenagem" ao ministro Gilmar Mendes, do STF, acrescentei mais um item ao meu perfil, aí do lado: cozinheiro. Não entendeu? Clique aqui e leia o quinto parágrafo.
O bom é que isso vai causar um efeito dominó, daí para cair outros diplomas será um pulo, como advogado, contador, administrador, professor, etc. etc.

FRASE

"Todo mundo pensa em deixar um planeta melhor para os seus filhos... Quando é que pensarão em deixar filhos melhores para o nosso planeta?!?!" Eça de Queiroz, enviada pelo amigo José Cézar Marini. Aproveito o momento 'xuxa' para enviar um forte abraço ao Marini e ao Reinaldo Soeiro, duas pessoas queridas que nunca mais tive a oportunidade de rever. (Foto chupada do Google)

ASSIM DÁ PARA OUVIR

Estive a serviço em Ji-Paraná e deu tempo de passar pelo Beagá, para beber uma cervejinha. No bar ao lado, no Chopp Center (ou é o contrário?), um dupla de cantores apresentava músicas sertanejas de boa qualidade e com o som num volume em que era possível falar e ouvir o que os colegas diziam. A propósito, a picanha na chapa do Beagá continua ótima.
Aqui em Porto Velho, se você quer ir a um lugar ouvir e música e conversar, tem que optar: se quiser conversar, não pode ter música. Se tem música, os caras colocam o volume no talo e haja tímpano e garganta!

27 de jun de 2009

FALANDO NISSO

Quem está "reload" é o delegado Munhoz. Eu me surpreendi ao vê-lo ontem em uma matéria exibida no Comando Policial, do amigo Augusto José. É bom saber que o xerife ("Yo soy el delegado Munhoz") está na ativa.

Ô RAÇA - RELOAD

Manchete do Jornal Meia Hora, do Rio de Janeiro: "Nasceu negro, ficou branco e vai virar cinza; Descance em paz, Michael" O "negrito" é meu.
Obrigado Lúcio Barros.

26 de jun de 2009

COM ENDEREÇO CERTO

Antes eu generalizava, xingando todos os motociclistas que faziam barbeiragem perto de mim ou me assustavam ultrapassando pela direita. Agora tudo ficou mais fácil, pois os barbeiros estão usando uniformes.

ENQUANTO ISSO NO SENADO...

Obrigado Lúcio Albuquerque.

FOGUEIRA DE ONIBUS

Vi ontem a cobertura da coletiva em que foram apresentados à Imprensa caripuna os acusados de terem tacado fogo em dois coletivos com as respectivas tripulações embarcadas. Posso estar enganado, mas não me lembro de ter ouvido a causa dos atos pirotécnicos. Dizer que a ordem veio do Urso Branco, por que um preso foi transferido, não faz sentido.
Por isso sou partidário da teoria que o fogo foi para obrigar a empresa renovar a frota...

PRÓ-CONFERÊNCIA

O Governo Federal realiza daqui a pouco a Pró-Conferência de Comunicação, evento preparatório para a 1ª Conferência Nacional de Comunicação, que acontece em momento oportuno. Será no auditório da Biblioteca Francisco Meirelles, às 9hs30.
Mas, como disse o Lúcio Albuquerque, foi escolhido dia e hora em que a maioria dos interessados no assunto está trabalhando. Ou por isso mesmo.

ESPIONAGEM

Olha aí seu Fred: A Newsweek.com publica artigo do Benjamin Sutherland alertando que programas que se instalam nos telefones e que permitem espionagem industrial de diversas formas, como ouvir ligações, ativar remotamente o microfone do aparelho e ouvir o ambiente ao redor, receber a localização do aparelho por meio de triangulação das células ou sinal GPS e outras coisas, especialmente no Blackberry®.
Os talibans da vida podem mandar um míssil teleguiado, nos achando por causa dessa maquineta de doido. (Ilustração: Newsweek.Com)

Ô RAÇA DE HIPÓCRITAS

1 - O tom de lamúria dos telejornais, nas notícias da morte de Michael Jackson, é bem diferente daquele quando diziam que o cara era pedófilo...
2 - O tom de lamúria dos repórteres que cobriram "o último arraial" da vila de Teotônio não tinha porquê. Antes ninguém pregou um prego numa estopa pelos teotonenses. Os caras passaram fome lá, com a proibição da pesca na cachoeira e a única pessoa que gravou o assunto e colocou no ar foi o Léo Ladeia.

25 de jun de 2009

Ô RAÇA!

Já estão lendo o necrológico do Michael Jackson.
Atualizando (19hs30): A CNN confirma, só agora, a morte do cantor. Tem hora que os caras acertam. Ô raça!

NINGUÉM ME ENTENDE

Há poucos dias, ainda sentindo os efeitos deletérios da Expovel em meu debilitado corpo, passei em uma farmácia e pedi à balconista:
- Por favor, um descongestionante nasal.
- ???
- Um descongestionante nasal...
- ???
- Um negócio para pingar e desentupir o nariz!
- Ah!
Há mais tempo resolvi pedir a tal "pasta de dentes" pelo nome certo: dentifrício. Ninguém sabia o que era e tive que mostrar na prateleira.
Eu cresci ouvindo estas coisas sendo chamadas por esses nomes, e não faz tanto tempo assim. Acho.

GENTE QUE CHEGA, GENTE QUE SAI

Dia 10 de julho, uma sexta-feira, estaremos todos na rodoviária de Porto Velho para recepcionar o amigo Nivaldo Campos, engenheiro 'das Furna', que retorna à terra de Rondon de mala e cuia, como um bom mineiro.
Nivaldo, não se esqueça de trazer um quejim, tá?

OBSERVANDO

O prefeito Roberto Sobrinho subiu o tom da prosa, ontem, ao receber 21 caminhonetes para combate à malária. O discurso não foi novidade para este blog, que desde o ano passado acompanha as manobras para as eleições de 2010.

300 MIL!

Ainda repercutindo o - para mim - paradoxo: partidários do desenvolvimento pararam para que o Estado não pare.
Ouvi na distribuidora ali da esquina: "Tinha mais gente que na parada gay!!!"
A comparação ficou prejudicada, pois não fui nem a uma nem a outra...

24 de jun de 2009

FRASE

"Se alguém fez uma faculdade daquelas bem maleáveis, no facilitário, apenas para obter o diploma, terá perdido seu tempo e dinheiro. Mas iria perdê-lo de qualquer forma: o mercado de trabalho é competitivo e impiedoso com quem não estuda, formal ou informalmente." Carlos Brickmann, no artigo "Perguntas e respostas sobre o canudo".

23 de jun de 2009

QUASE UM ASSISTENTE ADMINISTRATIVO

(Via Blog do Celso)

ME CONVENÇAM

Durante a Expovel uma criatura brigou comigo por eu ter dito que o prédio onde funcionou um presídio na Ilha Grande, na cachoeira de Santo Antônio, será demolido e substituido por outra coisa. Ele resmungou que o prédio é histórico, etc., etc., etc.
Sim, se é histórico porque não é tombado pelo Patrimônio Nacional (o presídio foi construído na época do Território) ou pelo Patrimônio Estadual (existe?) ou Municipal (hahahaha)? Me convençam que o presídio é um monumento e lançarei a campanha "Pró-Presídio"!

CRISIS? WHAT CRISIS?

Crise? Em Rondônia? Meia dúzia de gente está espalhando este boato, enquanto o Ministério do Trabalho divulga números excepcionais: Tá faltando gente para trabalhar. A ministra Dilma Rousseff diz que o crescimento de Rondônia, nos últimos dez anos, é superior ao do Brasil!
Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Eu cuido do meu CPF, não deixo de pagar minhas prestações, meus impostos, minhas obrigações (Tô faltando à Missa, mais aí fica no "outra coisa"), então, não sei que crise é esta.

22 de jun de 2009

PERGUNTANDO E ANDANDO

Leia este título em voz alta e me responda quem morreu? "Nota de Falecimento do Bloco Galo da Meia Noite"

SAÍDA PARA O PACÍFICO

Finalmente está indo ao ar o trabalho dos jornalistas Emanuela Palma, Simone Norberto e Laelho Loyola, que viajaram durante 21 dias entre Porto Velho e os portos de Ilo e Matarani, no Oceano Pacífico, na costa sul do Peru. As reportagens estão indo ao ar através da TV Rondônia, nos noticiários da emissora. O projeto é resultado da bolsa Avina de Investigação jornalística, instituição do Panamá, que promove a Integração da América Latina. (Foto: Blog Integração Latino America Saída para o Pacífico)

INTERCOM OU NÃO ENTENDI NADA

Diz o Fred: "Zé, Não entendi nadinha. Na véspera da abertura do Intercom, mandei e-mail à organização perguntando se ainda podia fazer inscrição para participar das atividades.
A resposta foi negativa, não havia vagas. Pois o Zé Katraca escreveu hoje que o evento não foi prestigiado, segundo ele: "E o que víamos pelos corredores, auditórios e nas salas de oficinas. Eram apenas os professores e os coordenadores do evento." Boiei."
Eu respondi: Foi isso mesmo. Fomos no primeiro dia e desistimos do restante.
A Mar entrou no papo: "Mas ñ é verdade mesmo, B? A gente viu o trem vazio e ainda por cima sem novidade alguma. Nem te contei, a Xxxx disse q dois adolescentes que participaram da oficina de cineclubes tinham passado antes "por engano" numa apresentação de trabalho sobre blog e comentaram pra Xxxx e pra Xxxx: ñ vi nada de mais, tia. lá na escola a gente aprendeu fazer blog há um tempão. tipo assim, nem pra enganar criancinha serviu. espero q renda pelo menos algumas horas no meu curri acadêmico."
E o Fred conclui: "Então por que diabos me negaram a inscrição, se estava vazio?
Vai saber..."

É CADA UMA...

Quem me mandou foi o Lúcio, lá de Beagá, mas a foto não é de nenhum minerim, não.

DIPLOMA - 2

Já que qualquer fariseu quer ser Jornalista e agora pode, umas dicas do professor Wagner Lopes, enviadas pela amiga Sara Xavier e encaminhadas pela Mar:

CURSO BÁSICO DE JORNALISMO
Professor: Wagner Lopes (jornalista diplomado)
Temas: - Aprenda a lidar com o lide.
- Evite a barriga e seja um jornalista enxuto.
- Conheça uma redação que não cai em concursos.
- Descubra que coletiva não é treino do futebol feminino.
- A passagem que não é aceita nos ônibus.
- A fonte que não jorra água.
- A diferença de spot para o personagem orelhudo de Jornada nas Estrelas.
- Compreenda o fantástico mundo do release.
- O assessor de imprensa que não ajuda a apertar ninguém.
- Siga bem o follow-up.
- O espatelamento que não é tão bom como fazer pastel.
- A disparidade entre gilete-press e a assessoria de imprensa da Gilete.
- Choque-se com o nariz de cera que não derrete ao sol.
- Veja a retranca que nem Dunga é capaz de treinar.
- Porque agendamento que não é a marcação de uma consulta.
- Liberte-se da idéia que a manchete vem logo após a cortada.
- Perceba que público-alvo não são os cartazes do stand de tiro.
- Entenda que meios de comunicação quentes não são só as TVs da Playboy.
- Resigne-se por ser filho da pauta.
- Comece a dar seu furo.
- Perca o medo dos toques.
- Aceite que a teoria do espelho não se aplica ao salão de beleza.
- Conheça a tripa que não vai na feijoada.
- Veja um caderno que já vem todo escrito.
- Bata o branco sem ser acusado de racismo.
- A cobertura que não é apartamento de luxo.
- Aprenda porque pirâmide invertida não é uma posição sexual.
- O jornalismo sobre móveis e a matéria de gaveta.
- Diferenças entre opinião pública e a opinião que você publica.
- Descubra que valor-notícia não é quanto pagaram para ela sair.
- O boneco que não serve para seu filho brincar.
- Faça a suíte sem precisar de um pedreiro.
- A escalada que não sai do chão.
- Como usar nota pelada mesmo vestido.
- O plano fechado sem segredos.
- Observe a disparidade entre ping-pong e tênis de mesa.
- Pare de temer o dead-line e continue vivo depois dele.
- Divirta-se com o box onde não se vende nada.
- Reconheça o título que seu clube nunca vai ganhar.
- Dê crédito sem gastar dinheiro.
- Experimente colunas que não sofrerão de reumatismo.
- Use o gancho sem machucar ninguém.
- Veículos que não transitam nas ruas.
- Evite estourar para não perder a cabeça.
- Conheça focas que não equilibram bolas no nariz.
- As semelhanças entre o gatekeeper e o porteiro de seu prédio.
- Revelações de como o hipertexto derrotou o superman.
- Como participar do pescoção sem sair todo dolorido.
- Tire o sutiã sem fazer topless.
- O que separa o gonzo jornalismo do jornalzinho daquele palhaço do SBT.
- Saiba o porquê de não precisar responder às chamadas.
- E finalmente aprenda porque falamos tanto em cachorro, homem, mordida, e outras besteiras do tipo.

DIPLOMA - 1

Reproduzo, abaixo, artigo do Renato Menezes, sobre a do diploma para o exercício da profissão de Jornalista:
O jornalismo do futuro
Os ministros do Supremo Tribunal Federal decidiram que o diploma de jornalismo não é obrigatório para exercer a profissão. Não é de se estranhar que, no Brasil, pessoas não preparadas sejam as responsáveis por decisões importantes, que definem a carreira de jovens iniciantes da profissão, dos veteranos, dos trouxas que pagaram por uma formação descente (seja por meio de impostos ou mensalidade de instituições particulares) e dos vigaristas de plantão, que se dizem jornalistas. A partir de agora estamos todos nivelados: os bons, os ruins e os aproveitadores.
Ironicamente, jornalismo foi o curso mais disputado no vestibular 2008 da FUVEST, um dos maiores do país. A pergunta pertinente no atual contexto é: Para que estudar? Evidentemente, o preparo de profissionais que passaram por uma graduação descente é indiscutivelmente superior em comparação ao daqueles que se apropriam do status de “jornalista”, como se isso fosse um meio barato para adquirir credenciais em eventos e partidas de futebol. É óbvio que a profissão é anterior à formação e existem aqueles que desbravaram o jornalismo com honestidade e competência e que, com justiça, já possuem o MTB.
Mas não são esses, já instalados na profissão, que a decisão irá favorecer. O que veremos é a proliferação, ainda mais intensa, de pseudo-informativos caça níqueis, material de baixa qualidade e um campo de atuação inflado, no qual os bons profissionais lutarão para não serem sufocados pelo bolo de irresponsáveis que, a partir de então, irão exercer livre e inadequadamente o jornalismo.

Justificar que a obrigatoriedade do diploma foi criada no regime militar, com o intuito de controlar as informações, é uma maneira ingênua ou conveniente de analisar a questão, uma vez que, é óbvio que, no atual contexto político, a função do diploma não é restringir a informação, mas sim preparar os profissionais para que eles levem ao público informações coerentes, dentro de exigências técnicas e éticas.
Claramente se vê um erro de interpretação na atuação do jornalista e na difusão de conteúdo informativo. É aceitável que profissionais especializados possam publicar artigos assinados sobre assuntos técnicos, como especialidades médicas, por exemplo. Mas isso lhe não confere o direito de que venha a ser jornalista, assine periódicos ou saia a campo para ocupar o lugar da imprensa. E isso nada tem a ver com a liberdade de expressão. Expressem-se como quiserem, desde que sejam resguardadas as atribuições do jornalista, com a exigência do diploma.
É possível que a medida não tenha grande impacto na empregabilidade dos jornalistas diplomados. É também possível que salários e cargos sejam rifados, obrigando jornalistas a se prostituírem profissionalmente, se sujeitando a receber salários inferiores ao piso da categoria (o que, claro, já ocorre, mas não com tamanha concorrência desleal, como a que pode se desencadear a partir de agora). E, embora a queda da obrigatoriedade do diploma não implique no fechamento dos cursos, é esperado que muitos deles sejam desativados, sem contar os cursos de pós-graduação.
O tempo irá dizer se a medida é uma erronia tentativa de democratizar a informação, como se o diploma fosse algum impedimento para a liberdade de expressão (o que constitui um erro primário de interpretação) ou se, ao contrário, é mais uma tentativa de desmoralizar a imprensa e liberar a vigarice na profissão, agora com o aval do STF.

Renato Menezes - Jornalista

20 de jun de 2009

SE A MARIA DA PENHA ME PEGA...

Sou um 'inseticida' paranóico e contumaz. Moscas, mosquitos, carapanãs que se aproximam de mim, geralmente, levam uma mãozada. Nem sempre acerto, mas tento. Estávamos deitados, lendo revistas, quando um carapanã deu um rasante sobre a cabeça da Mar, que se encolheu... devagar demais... tentei reduzir a força e a direção do tapa, mas a proximidade fez com que acertasse os cabelos dela, que até hoje se queixa do sinal de ocupado.
("Cabelos, é?")

FRASE

"Lá no Acre a questão ambiental é maquiada, para mostrar que é o Estado da Florestania. 'Ih... lá em Rondônia é tudo bagunçado, tá tudo destruído.' E não é assim". Jornalista Maurício Bittencourt, que é professor mestre da Universidade Federal do Acre (UFAC), na palestra "Narrativas da Floresta", durante o Intercom.

VALE TUDO

A Mar se cadastrou em vários saites para receber matérias sobre meio ambiente e energia, já que ela é responsável por esta editoria no portal Gente de Opinião. O que enviam a ela é de matar de rir. Vou dar só dois exemplos: Xampu para cães com embalagem sustentável e a campanha "Precisamos salvar as baleias na costa do Japão"!

OPINIÃO DO LÉO

No Política & Murupi de hoje: "Sinal verde para a barbárie - Não tenho diploma de curso superior em jornalismo – comecei tarde na profissão – mas fiquei triste com a decisão da justiça de não regulamentar a atividade com a exigência da graduação em curso específico. Num país onde a educação formal está falida, o hábito da leitura é uma exceção e a proliferação dos meios de comunicação avança com o milagre da internet, exigir-se a formação para qualquer profissão é imperioso. Claro que autodidatas obterão sucesso pelo esforço próprio mas, isso é exceção e não regra. O estilo jornalístico é pessoal mas, regras, técnica, ética, metodologia e especialização, fundamentais para exercer a profissão devem ser matérias curriculares obrigatórias. O conhecimento e a ética são antídotos contra a barbárie que ronda as redações, e anteparos à avassaladora onda do “topa tudo por dinheiro”, sem compromisso com a informação. Jornalismo é, e precisa continuar sendo, coisa séria."

DICAS: BLOG E LIVROS

O velho repórter Lúcio Albuquerque lança o blog 100 Release. Sim, é possível um informativo sobreviver sem rilises.
A outra dica é do Fred Perillo, para quem gosta de ler. O bibliófilo José Mindlin doou parte da sua gigantesca e completissima biblioteca (38 mil volumes) para a USP, que a escaneou e colocou em formato eletrônico para a população.

OPERAÇÃO ABAFA

Chega às ruas o movimento "iniciado" pelos empresários, com o lançamento do "Manifesto Pró-Rondônia", que tem como objetivo impedir que uma tal instabilidade política prejudique o crescimento econômico do Estado.
Aguarde, em uma esquina perto de você, funcionários e comissionados fazendo pit-stops.

DIPLOMA - A LUTA CONTINUA

A Rádio Senado promove nesta terça-feira, 23, debate entre as entidades que representam o patrões e os jornalistas. A chamada para o programa: "Foram convidados representantes da Associação Nacional de Jornais (ANJ) e da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), que têm posições opostas sobre a obrigatoriedade do diploma.O programa também ouviu representantes do Fórum Nacional dos Professores de Jornalismo, da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), da Associação dos Jornais do Interior (ABRAJORI) e do Movimento em Favor dos Jornalistas sem Diploma".
Na internet o programa vai ao ar na terça-feira mesmo.

19 de jun de 2009

OVERDILMA

Hoje tive uma overdose de ministra Dilma Rousseff. Me surpreendi com a afabilidade dela, até onde não era preciso. No evento em que participei, estavam os ministros que a acompanham, o governador, o prefeito e os técnicos das construtoras e das concessionárias. Mesmo a dona Dilma já conhecendo o projeto 'dasuzina' de trás prá frente e vice-versa, mas só no papel, ela fez questão de perguntar tudo: por onde os peixes iam passar para desovar? ("O presidente [Lula], quando deixar o cargo vai comprar uma canoa e vem pescar aqui, no Madeira..."); e o concreto a ser usado? ("Faça uma comparação, quantos campos de futebol?"), para não estender muito, deixo de citar outras "dúvidas". Fez fotos com operários, como essa aí com o Wisley Monteiro, assistente de saneamento; elogiou todo mundo e , no outro evento recebeu a comenda "Marechal Rondon", notícia que vocês irão ler em algum lugar. Resumindo: O Lula transfere voto, sim.
Fiquei impressionado (já estou descontando o "político em campanha beija menino catarrento e segura no colo bebê com fundo *agado..."). Se o Aécio não for candidato... (Foto JCarlos)

RECEBI E DIVULGO

Quero ser Juiz de Direito
Sem exigência de diploma

Gadelha Neto, jornalista

A decisão do STF, que dispensa o diploma de Jornalismo para o exercício da profissão, me abre um mundo novo: a possibilidade de ser Juiz de Direito e, quem sabe, até alçar voo rumo ao próprio Supremo.
Sim, porque a decisão deixou claro que a minha profissão não exige diploma porque não são necessários conhecimentos técnicos ou científicos para o seu exercício. Disse mais: que o direito à expressão fica garantido a todos com tal “martelada”.
Tampouco a respeitabilíssima profissão de advogado e o não menos respeitável exercício do cargo de juiz pressupõem qualquer conhecimento técnico ou científico. Portanto me avoco o direito (e, mesmo, a obrigação), já que assim está decidido, de defender a sociedade brasileira diante dos tribunais e na própria condução de julgamentos.
Além de ser alfabetizado e, portanto, apto a ler, entender, decorar e interpretar nossos códigos e leis, tenho 52 anos (o que me dá experiência de vida e discernimento sobre o certo e o errado) e estudei – durante o curso de jornalismo (!) – filosofia, direito, psicologia social, antropologia e ética – entre outras disciplinas tão importantes quanto culinária ou moda: redação em jornalismo, estética e comunicação de massa, radiojornalismo, telejornalismo, jornalismo impresso etc.
Com essa bagagem e muita disposição, posso me dedicar aos estudos e concorrer às vagas de juiz pelo Brasil afora, em pé de igualdade com os colegas advogados. Também posso pagar e me dedicar aos cursos especializados em concursos públicos para o cargo, se eu julgar necessário. E não é justo que me exijam, em momento algum, qualquer diploma ao candidatar-me ao cargo.
Afinal, se a pena de um jornalista não pode causar mal à sociedade (!!?), a de um juiz também não teria este poder de fogo. As leis – e elas são justas em si – existem para serem cumpridas e cabe a um juiz, tão somente – usando da simplicidade do STF – seguir a “receita de bolo” descrita pelos nossos códigos. Assim sendo, um juiz não pode causar mal algum a ninguém, se seguir, estritamente, o que determina a lei. Concordamos?
Data venia, meus colegas advogados, por quem nutro o devido respeito (minha mãe, cunhada, irmão e sobrinha – por favor, compreendam), quero ser juiz porque é um direito meu, assegurado pelo STF, e o salário de jornalista não está lá estas coisas.

DIPLOMA

Deu na "Voz do Brasil", na noite de ontem: "Fim do diploma de jornalismo para exercício da profissão provoca polêmica na Câmara".

18 de jun de 2009

VAI ENCARAR?

(Foto JCarlos)

PIADINHAS INFAMES

PROFESSORA: Artur, a tua redação "O Meu Cão" é exatamente igual à do seu irmão. Você copiou?
ARTUR: Não, professora. O cão é que é o mesmo.

PROFESSORA: Bruno, que nome se dá a uma pessoa que continua a falar, mesmo quando os outros não estão interessados?
BRUNO: Professora

A Mar completou: - Mãe, esposa...

FRASE

Para reflexão: "Como entender que somos amigos de pessoas que não conhecemos e que não há fronteiras no mundo virtual?" Professora Maria Cristina Gobbi, em palestra de abertura do Intercom Norte.

SÓ POR PERGUNTAR

Leio no Rondônia Dinâmica: "Rondônia terá sistema de energia interligado ao Mato Grosso, neste segundo semestre". Não vi ninguém dizer que a "energia" produzida em Samuel vai ser mandada para fora do Estado.

INTERCOM - 2

A organização do evento deveria ter combinado com a administração do Porto Velho Shopping sobre a questão do estacionamento. Saimos antes da abertura do prédio e foi uma tortura para encontrar o local de pagamento da taxa de estacionamento e para sair do próprio prédio. Funcionários mal humorados davam instruções entre dentes. Talvez por estarem trabalhando em dia de um feriado, que é considerado uma fraude pela Fecomércio.

O INTERCOM COMEÇOU

Estamos participando do Intercom Norte 2009. Senti falta de dinos e babysauros do Parque Jurássico Caripuna. Talvez com a dispensa do diploma do curso de Jornalismo já não seja necessário aprender mais nada.
A primeira palestra foi, justamente, sobre "Comunicação, Educação e Cultura na Era Digital", ministrada pela professora Maria Cristina Gobbi, da Unesp, e PhD no assunto. Numa cidade com mais cem saites ditos de informação, era de se esperar que o assunto atraisse profissionais que atuam na área. A plateia era formada pro acadêmicos da Uniron e de outras faculdades. Eu era a exceção (escrevi certo desta vez!!!).
Para não quebrar a regra, o pessoal do cerimonial e da "organização" fazia balburdia no fundo do auditório, atrapalhando quem pagou para participar.

DIPLOMA - THE DAY AFTER

O STF derrubou a exigência de formação específica para o exercício da profissão de Jornalista. É o que diz a sabedoria popular: "Nada está tão ruim que não possa piorar".
Ontem vi duas reações, gente desistindo do curso de Jornalismo e idiotas comemorando. A nossa Imprensa, que hoje é capenga e aética, agora vai se arrastar.

17 de jun de 2009

DIPLOMA


PIADA PRONTA

Ouvi 'na rádia' um anúncio do Ministério da Justiça sobre o presídio federal, que finalmente será dotado de pessoal. O redator escreve que virão servidores com suas famílias e isso vai gerar a circulação de dinheiro novo na "tranquila" Porto Velho. O cara não conhece a cidade, que nada tem de tranquila e que quer ver os "novos" habitantes longe daqui.

CRISE NO SENADO

Vou tangenciar, pois esta é uma praia do meu amigo - também gripado - Léo Ladeia: Se os senadores pedem a intervenção do STF para resolver a instalação da CPI da Petrobrás, se os senadores pedem a intervenção da Polícia Federal para resolver o problema dos "Atos Secretos", para que serve esta josta? (quase escrevo outra coisa)

COMO ANTIGAMENTE

A Mar repassou-me um convite da superintendência local da Caixa Econômica Federal para a vinda da candidata, digo, ministra Dilma Rousseff a Porto Velho, que vem fazer um balanço do PAC e cumprir agenda da Prefeitura. Diz lá no texto: "A Caixa Econômica Federal em nome do grupo Gestor do Programa deAceleração do Crescimento – GPAC, tem a satisfação de convidar a imprensa local, falada, televisiva e escrita". Será que convidaram também as autoridades civis, militares e eclesiásticas?

A 'NÃO NOTÍCIA'

Diz o Manual da Redação da Folha - uma coisa óbvia - que quando o jornalista recebe uma denúncia, ouve o outro lado e vê que não tem fundamento, a matéria não deve prosperar. Na TV caripuna fazem um stand-up e em outras mídias gastam um monte de texto para dizer que não há nada. Façam-me o favor.

16 de jun de 2009

SUGESTÃO DE EVENTO

O "Sempre um Papo" vem aí com uma temática amazônica: dia 7 de julho - Bate papo e lançamento com Márcio Souza, escritor manauara, autor de inúmeras obras, como "Mad Maria" e "Galvez, o Imperador do Acre. Na ocasião ele lançará o novo livro "História da Amazônia". No dia 22 de julho, bate papo e conferência com Leonardo Boff. Tema: Ética e Ecologia.
Locais e horários serão divulgados mais perto dos eventos.

NÃO É NADA

Como não perco o vício de ouvir rádio, venho e volto do trabalho procurando notícias ou músicas, mas no percurso de dez minutos até minha casa, é só anúncios e daqueles pebas. Ontem o locutor abriu o programa assim: "Boa tarde ouvintes da XXX FM, hoje, 15 de junho de 2009, dia de... Dia de quê? Não estou entendendo o que está escrito... Mas vamos lá... O programa tem o patrocínio de..." E lá vai cantiga de grilo...

DIPLOMA


CULPA 'DASUZINA'

Dizque a construção 'dasuzina' escangalhou o sistema público de ensino da capital e arredores. Só pode ser isso para explicar o "português bem dizido" da carta abaixo.

HEIN?

Ensaio para a Parada Gay 2009? Não, apenas um operário desmontando o suporte do gigantesco painel que a Dydyo levou para a Expovel. (Foto JCarlos)

FRASE

"Lula diz que não há prova de fraude no Irã", chamada da BBC Brasil. Porque estou falando isso? Sei lá.

15 de jun de 2009

EM BRANCO E PRETO

Recebi do Michael Lewin fotos inéditas, feitas do que restou da EFMM e que farão parte do novo livro do fotógrafo, tendo como tema o mesmo mote da exposição que apresentou em Porto Velho: "Natureza Versus Ferros", com a diferença que estas fotografias foram feitas agora, em 2009. Quem for "chupar" as fotos, favor dar o crédito ao Michael.

COM E SEM BARRIGA

Enquanto pensava no que o CHA escreveu sobre minha 'suposta' (como dizem os coleguinhas caripunas) barrigada, no que diz respeito à eleição do Sinjor, comentada aqui, novamente, há duas semanas, ouvi o comentário do Caio Blinder, correspondente da Jovem Pan em Nova Iorque, onde ele comentava o resultado da eleição do Irã. Dizia o jornalista: "seria implausível que Ahmadinejad tenha conseguido imaculadamente 2/3 dos votos nas eleições. A única explicação é a fraude. Afinal, o presidente linha-dura ganhou até nos maiores redutos reformistas." É assim. À direita a minha barriga verdadeira. (Foto Serginho/G. O. editada)

PELO DIPLOMA

O Banzeiros está nessa luta. Se exigindo diploma a profissão já está cheia de fariseus, imagine sem...

12 de jun de 2009

SEM NOÇÃO

Olhem onde o infeliz deixou a caçamba para recolher entulho de construção: na parada do ônibus. Os motoristas de coletivos já não gostam de parar rente ao meio-fio, imagino a alegria deles quendo há um obstáculo para justificar o estacionamento no meio da rua... (Foto Mar)

DIÁLOGOS FAMILIARES

- B, sei que você não se lembra, mas estamos juntos há pouco mais de um ano...
- Ei, mas nós nos casamos em setembro!
- Ô tantã, mas estou falando do tempo que estamos juntos, juntos...
- Então tá, para comemorar vamos ao show do "Belo", amanhã, na Expovel...
- Puxa Zé Carlos, você consegue estragar tudo...

11 de jun de 2009

NOVA OPÇÃO

Para quem gosta do assunto, um prato cheio. Energia & Meio Ambiente é o novo filhote do Gente de Opinião. Matérias inéditas e de agências. É um novo nicho que se abre em Rondônia para gerar pautas para a Imprensa tupiniquim.
Queiram ou não, nós estamos no foco do mundo, com a construção de duas hidrelétricas em um dos maiores rios em volume de água do planeta e na Amazônia. Carlos Sperança, Francisco Lemos e Marcela Ximenes estão de parabéns.

ACORDA, PORTO VELHO

Hoje, feriado, muita gente de fora visitando a cidade por conta da Expovel - a serviço ou a passeio - e restaurantes fechados. Depois falam que a culpa é das 'disgrama' "dasuzina"!
Acorda, Porto Velho, aqui não é mais território, a Madeira-Mamoré foi extinta e o passado não enche barriga!

10 de jun de 2009

NA EXPOVEL

Detalhe de foto de Pisco del Gaiso, sobre suporte do Nido Campolongo. (Foto da foto JCarlos)

CHEGANDO A HORA

Nesta madrugada, pensei ter sido a hora da chamada. Voltava da Expovel, doidão (Terça do Rock) de sono, e me deparei com esta cena, na Avenida Migrantes com estrada da Penal. (JCarlos)

FALANDO NISSO

Essa é a pedida para sexta-feira, 12, espremida entre o feriado e o final de semana.

9 de jun de 2009

8 de jun de 2009

DIA DOS NAMORADOS

Ouço um anúncio aqui, outro acolá e tudo na mesma falta de criatividade. Em um deles há o sorteio de, entre outras coisas, duas horas em um motel, com patrocínio de um sex shop. Nada mais complementar. O "anúncio" que mais gostei não é anúncio, mas a criatividade dá de dez naqueles que ouvi.
(Desemblogue.com)

ENQUANTO A REFORMA NÃO VEM

(Foto JCarlos)

HEIN?

É cada uma. Me contaram que uma das tvs que faz a transmissão da Expovel resolveu levar uma menina de 6 anos, acompanhada da mãe, ao camarim da dupla João Neto & Frederico, para a realização de um sonho. Não sei se da mãe ou da filha (é impossível, nessa idade, ter tanto mau gosto, mas enfim...).
Feitas as apresentações, a repórter pediu à dupla que desse um palinha para a menina. Eles atacaram: - Mas pega fogo cabaré / Hoje eu não arrédo o pé..."
A menina começou a chorar... Eu também choraria.

7 de jun de 2009

PIADA INFAME

A juíza pergunta à prostituta:
- Quando você percebeu que foi estuprada?
A prostituta enxugando as lágrimas:
- Quando o cheque voltou!!!

DIÁLOGOS FAMILIARES

Contextos diversos, mas que se complementaram:
- Eu gosto de cadeiras de espaldar reto...
- Eita! Espaldar... Nunca ouvi ninguém falando esta palavra, só li em livros do Machado de Assis, José de Alencar, Eça de Queiróz...
... (Isso é passagem de tempo) ...
- Mar, por que você está rindo de mim à socapa?
- Hehehe, à socapa? ... É para vingar o meu "espaldar"?

O QUE É, O QUE É?

Vejam esta foto e tentem adivinhar do que se trata. Seria uma imitação barata da Ku Klux Kan? Uma homenagem a Tiradentes? Um 'presunto' pronto para ser desovado?
Não! É o busto do Marechal Rondon, que está esperando a conclusão da "reforma" da 'praça do "Baú"'.
Se o Rondon não gostava de Porto Velho enquanto era vivo, imaginem agora... (Foto JCarlos)

4 de jun de 2009

O SINJOR ACABOU?

Recebo emeios dando conta que o mandato do presidente do Sindicato dos Jornalistas de Rondônia, Marcos Grutzmarcher, acabou dia 31 de maio e ninguém tomou posse.
A eleição não foi concluída. A Comissão Eleitoral, depois das trapalhadas comentadas neste brog, cometeu mais uma: não declarou a chapa vencedora e nem mesmo a ata da eleição foi assinada.
Um grupo de jornalistas pretende tomar a iniciativa para resolver a situação, "O que pode incluir, inclusive, a realização de uma assembléia para declarar vacância no poder, nomeação de uma junta interventora que se responsabilize por novas eleições."

MAJORAÇÃO

Deve ser culpa "dasuzina". A partir do dia 1º de julho a taxa de estacionamento no aeroporto vai passar para R$ 3,00, por duas horas. "Concedemos cinco minutos gratuitamente, para avaliação e aprovação de nossos serviços", diz o folheto. Gaiato.

CONCURSO

Os Correios devem anunciar nos próximos dias um concurso para contratação de cinco mil funcionários - especialmente carteiros. No dia 23 de maio, a empresa encerrou o Programa de Demissão Voluntária, que teve a adesão de 5.587 funcionários. Há 39 anos eu caia nessa conversa. Uma vizinha da nossa família avisou minha mãe que estavam abertas incrições para o concursso na ECT. O bobo aqui estudou, passou e ralou nos quatro anos seguintes como carteiro.

FRASE

"(...) Esta aliança que estou usando é da Romannel." Léo Ladeia, em momento "Câmera 11", ontem ao apresentar a solenidade em homenagem aos parceiros de 10 anos da Expovel 10.

2 de jun de 2009

OLIMPÍADAS

Com a realização de Congresso Técnico, tem início a Olimpíadas Universitárias 2009, promovida pela Secel – Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer e FRDCU – Federação Rondoniense de Desporto e Cultura Universitária. Segundo a Malu, "Ao todo serão disputadas sete modalidades nas categorias masculino e feminino: handebol, voleibol, futsal, natação, judô, atletismo e xadrez. E este ano serão mais de 4.000 atletas representando sete instituições de ensino: Faro, São Lucas, Ulbra, Uniron, Metropolitana, Fimca e Faar de Ariquemes, única faculdade do interior do estado a participar das competições." Os jogos começam na quinta-feira, dia 4.

BANZEIROS ZERO

Agora muito mais light.

1 de jun de 2009

A CULPA É 'DASUZINA!'

Há poucos dias o presidente da Federação de Futebol de Rondônia, Heitor Costa, em entrevista ao Jornal da Rede, convidou os novos moradores de Porto Velho, vindos para em função da construção das usinas, para comparecerem ao estádio (era véspera do primeiro jogo entre Genus X VEC). Olha o que deu: O Genus tomou uma peia no último sábado e o VEC é o campeão rondoniense. Só pode ser culpa 'dasuzina!' (Ilustração Jornal da TV 23/05/2009)

MAL COMPARANDO

Não sei como funcionam os contadores de visitas dos saites caripunas. Uma matéria sobre o furto na residência de um deputado postada na noite de ontem já tinha sido acessada 2983, digo 2984 vezes na manhã desta segunda. Outra, sobre a suspensão do afastamento do governador, postada na noite de sexta-feira, foi visitada 14240 vezes.
Lembrei-me de um antigo colega. Nós achavamos exagerado o número de atendimentos que ele registrava na Ação Global e dizíamos que cada vez que uma criança "quicava" na cama elástica ou no pula-pula ele computava. Só pode...

GRANDE CHEFE MAGU

Recebo do meu filho Bruno a foto de um amigo de infância, o Carlos Magno (pronuncia-se "Casmagno"), também conhecido com "Magu", que não vejo há mais de 30 anos. Um abraço para ele. (Foto Bruno Sá)

MUDANÇA DE ENDEREÇO

Com atividades apenas de fiscalização das obras da UHE Santo Antônio, Furnas Centrais Elétricas deixou o endereço em que estava instalada desde 2003, na avenida Lauro Sodré, passando a ocupar um imóvel menor na Avenida Farquhar.

É A CRISE

Ouvi o anúncio de uma loja que vendia os produtos a partir de R$ 1,99, passou a vender qualquer produto a R$ 1,75.

TRÊS CABEÇAS

Na solenidade de lançamento da pedra fundamental da escola técnica federal, em Porto Velho, três cabeças privilegiadas. A partir da esquerda: Euro Tourinho, Juarez do Prado e José Dettoni. (Foto JCarlos)

HEIN?

Mudava de canal, enquanto esperava para ir trabalhar na tarde de ontem. Parei um instante no programa do Faustão (argh!!!), que apresentava um quadro sobre inventores. Me interessou. Na entrevista com um cara que colocou alarme antiroubo em bolsa ou mochila, o inventor começou a dizer: "Eu trusse aqui...."
Perdi o interesse e desliguei a tv.