31 de dez de 2012

FRASES

"Administrar Porto Velho não tem segredo. Não é difícil. É cansativo, mas não é difícil". Emerson Castro, prefeito em exercício, refletindo sobre o período em que foi vice-prefeito e quando assumiu pelo afastamento do titular. Amanhã Emerson passa o cargo ao prefeito eleito Mauro Nazif e volta aos seus afazeres como empresário e com a consciência leve. Um grande abraço, Emerson. Parabéns.

30 de dez de 2012

PASSADO E PRESENTE

Encontrei ontem o professor Francisco Aparecido, com quem trabalhei no gabinete do então vice-governador Orestes Muniz, lá pelo final da década de 1980. Professor federal aposentado, o Chico agora se dedica às plantas. Tem um viveiro de mudas na BR-364, no limite de Porto Velho com Candeias do Jamari e uma floricultura na rua Vieira Cahulla.
Após a atualização do "onde você anda?", passamos para o tema política, que era nosso principal assunto. Chico foi do PMDB e, como eu, se afastou por motivos que não precisam ser elencados. Ele disse que acompanha a política de longe, através da imprensa ou dos amigos e fica decepcionado a cada dia com os fatos que acontecem e são noticiados. "Não salva ninguém, Zezinho. Nenhum partido. Quem falava que o PFL [atual DEM] era o antro do fisiologismo, hoje está igual ou pior. PT, PMDB, PSDB, PR, tudo..."
Não só concordo, como assino embaixo. Infelizmente.

28 de dez de 2012

CENAS DA CIDADE (COM ASUZINA INCLUSO)

 Variedade
 Estranho varal
 Antena de captar peixe
 As 'montante'
 Torres de transmissão
 Futuro leito do Madeirão
 Painel da turbina
 Do fundo do antigo leito do rio Madeira
 Lá "dentrão"
"Retificando" o fundo do rio
O Líbero quase desaparece (Fotos JCarlos)

DIÁLOGOS INSÓLITOS

- Olhe! Os dois com camisas cor de rosa...
- É o uniforme da prefeitura agora. Desse negócio de "xadrezinho", tô fora!
(Ilustração Sosjatujuca.zip.net)

CENAS DA CIDADE COM ORELHÕES (ATUALIZADA)

Longe de estarem ultrapassados, os telefones públicos, popularmente chamado de orelhões ainda estão por aí. Uns, espalhando o charme, outros, esperando para se aposentarem...
 Orelhão no trilho da EFMM, mas não tem perigo
 Na Praça do "skate", os orelhões servem de apoio à lixeira
Ele ficava atrás da sucata...
 ... agora jaoera (Rua Vieira Caúla)
Este é quase inacessível (Av. Migrantes) 
Orelhão particular
Havia mais fotos de orelhões, mas não sei onde salvei ou perdi.  (Fotos JCarlos)

GENTE QUE CHEGA, GENTE QUE SAI

Ao ler o comunicado do PT-RO, que dia 31 vai entregar os cargos (Seagri, Emater e Idaron) ao Governador Confúcio Moura, achei estranho.
A nota diz que o góvi rompeu "acordo firmado com o Partido dos Trabalhadores" e que agora ele, o PT, vai fiscalizar a aplicação dos recursos públicos.
Na minha leitura aconteceu assim: pediram algo, o governador não deu e ficaram de "mal". Os cronistas políticos chamam a isso de "fisiologismo".

25 de dez de 2012

MANHÃ BRABA DE NATAL

Acordei um pouco mais tarde e para não perturbar a Mar, fui ver as notícias, via Tuíter, na sala. As coisas estavam assim:
* Quatro pessoas morrem em acidente em rodovia do RS;
* Incêndio atinge casarão histórico em Ouro Preto (MG);
* Morre aos 105 anos, dona Canô, mãe de Caetano e Bethânia;
* Rapper teria anunciado suicídio pelo Tuíter;
* Homem é morto com três tiros na cabeça em Florianópolis (SC), nesta terça;
* Base da PM é atacada na Zona Sul de SP;
* 23,6% dos voos são cancelados na manhã desta terça, diz Infraero;
E para acabar,
* Jovem é usado como escudo em briga e acaba sendo morto em RO!
Feliz Natal!
(Ilustração Shit Movie Fest: Gremlins)

21 de dez de 2012

DIÁLOGOS INSÓLITOS

- Fulano, estou vendendo mesas para o reveillon...
- E quando vai ser?
- ...

MADE IN PORTO VELHO

Quatro carretas levaram hoje mais uma ponte rolante para asuzina Santo Antônio. O equipamento será usando em uma das Casas de Força que estão em construção. A fabricação das pontes rolantes foi feita pela IMMA - Indústria Metal Mecânica da Amazônia, que fica ali no Distrito Industrial de Porto Velho. Assim que entregar todas as encomendas à UHE Santo Antônio, a IMMA fabricará equipamento para Belo Monte, para as hidrelétricas a serem construídas no rio Teles Pires (MT) e para uma outra hidrelétrica que será construída no Canadá. Para esta última, as peças serão levadas pela Rodovia do Pacífico até o Oceano  Pacífico, onde embarcam em navios até o destino. (Fotos JCarlos)




GENTE QUE CHEGA, GENTE QUE SAI

Com a assinatura do encerramento do Protocolo de Intenções entre a Prefeitura e asuzina de Santo Antônio, com a entrega das benditas compensações, o amigo Pedro Beber despediu-se da equipe que trabalhava com ele na Secretaria Municipal Extraordinária de Programas Especiais - Semepe. Foi a última ação da pasta, que na próxima administração deve mudar de nome e de atribuições.
O Pedro e eu chegamos praticamente na mesma semana a Porto Velho e fomos lotados na Assessoria Especial, espécie de secretariado paralelo que o governador Angelin montou na época, por questões político-partidárias. Nós todos da AE éramos técnicos.
Pedro Beber, em sua fala, destacou algumas ambiguidades que vivemos em Porto Velho. Entre eles, a elevação do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) que, com isso, fez com que reduzisse os repasses de verbas para o município. Outro, a elevação da renda per capta que permite a todos nós comprarmos bicicletas, motos e carros e atravancarmos o trânsito com a nossa falta de educação. (Foto Cléris Muniz/Agência Imagem News) 

20 de dez de 2012

FRASE

"Essa é só uma semente de sumaúma!", Ricardo Ferreira, ao responder uma consulta de empresário sobre a notícia de que a Fecomércio e o Governo do Estado irão retomar a ideia de reconstruir um trecho da Madeira-Mamoré, restaurar o Casarão dos Ingleses e construir uma colônia de férias às margens do reservatório dasuzina de Santo Antônio. (Foto Augusto Mota)

ÁCIDO

Passou batido. Na revista Época da semana passada, li apenas a matéria sobre Oscar Niemeyer e mais nada. Ontem, folheando a revista velha, encontrei uma entrevista com o professor Hildebrando, do IPEPATRO, nosso maior especialista em malária, onde o mote é o livro lançado por ele. O papo é sobre política.
Logo na primeira pergunta, o professor dá "uma" no repórter. Quem já passou por isso, sabe como dói, não é Gabriela Cabral?
Abaixo, um Ctrl C + Ctrl V da primeira pergunta. A íntegra da entrevista  está aqui.

ÉPOCA – Por que o senhor, um especialista em malária, resolveu escrever sobre suas opiniões políticas?
Luiz Hildebrando Pereira da Silva – 
Será que um especialista em malária não deve ter opiniões políticas e expressá-las? Não apenas tenho esse direito como devo exercê-lo, como todo cidadão num regime democrático.

NÃO HÁ XINGAMENTO SUFICIENTE

* Caixa de correspondência grande, sob encomenda - R$ 540,00
*Assinatura da revista Almanaque Brasil (dois anos) - R$ 236,00
* Encontrar sua revista jogada no teto do carro, toda molhada, não tem palavrão que xingue convenientemente o entregador, esse filho de uma mãe que ronca e fuça.
* Para o resto, tem o fim do mundo!

19 de dez de 2012

MIX

"Encaixaram" um anúncio local na janela nacional da Rádio Globo - Rondônia. Ficou mais ou menos assim: A mensagem do Governo do Estado e a assinatura "Rondônia é o futuro que já chegou" e na sequência: "Se os sintomas persistirem, um médico deve ser consultado".
Faz sentido.

PREVISÃO DO TEMPO

Previsão do tempo, incluindo o dia 21, na previsão do Calendário Maya
(Via twitter.com/@cesarmaia)

18 de dez de 2012

E O MUNDO ACABANDO...

... A CPI do Cachoeira acabou em pizza. Ninguém indiciado e nem o relatório foi aprovado.
... O julgamento do Mensalão foi concluído, mas ninguém tem certeza do que vai ocorrer.
... A Câmara de Vereadores abre processo para investigar denúncias contra o Roberto Sobrinho, aos 52' do segundo tempo e sem pênaltis.
... O Congresso quer votar três mil vetos presidenciais acumulados ao longo dos anos para derrubar o veto na lei de divisão dos royalties. Pura demagogia.
... Colocaram o time do VEC a venda, em página de classificados de jornal.
... Pai de santo aceita agendamento de "consultas" para 2013.
... E o mundo acabando


PICK-UP SUBMARINA

A decisão de uma mulher em jogar o carro do marido, por vingança, no rio Madeira, dividiu os assuntos nos bares da cidade com a vitória do Corinthians. Como ninguém sabe exatamente o que causou o ataque de fúria, as conversas ficaram no campo da especulação sobre o inusitado.

16 de dez de 2012

FRASE

"(...) Mais vale ser mendigo que ladrão(...)" Vinícius de Moraes, na música "Sabe Você". Gosto da versão na voz do Milton Nascimento.

15 de dez de 2012

IMAGEM DO DIA

Então? (Foto JCarlos)

AVES

Aves em duas situações. Na primeira, biguás e garças, 'na jusante' dasuzina de Santo Antônio, premeditam a pesca. Os pombos, na praça 'dos barquinhos", se alimentam de pipocas. 


(Fotos Ademilde Correia / Agência Imagem News)

(Fotos JCarlos)

PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DE NATAL

 Luzes (apagadas) de natal
  Luzes (apagadas) de natal - 2
  Luzes (apagadas) de natal - 3
  Luzes (apagadas) de natal - 3
 Hui, hui, hui
  Luzes (apagadas) de natal - 4
 No palácio do governo, ligaram a 'chave'
 Ficou bonito
Essa foi sem fleche (Fotos JCarlos)

12 de dez de 2012

OUVINDO O MOTORA

Como começou a conversa, não sei. De repente, o motorista começou a falar do ex-futuro vereador Edwilson Negreiros, suspeito de se beneficiar de recursos desviados de obras públicas. - Ainda bem que as 'formiguinhas' do Edwilson receberam antes dele ser preso... Ele tá enrolado com esse negócio aí dos canais [Operação Endemia]... Se os vereadores andassem pelos bairros veriam que só falavam [a Prefeitura], mas não faziam nada. A preocupação dos vereadores é outra... Ali na rodoviária, o canal tem cheiro podre porque não tem limpeza, se a água corresse livre, como no Canal da Maternidade, no Acre, não tinha cheiro ruim...
O monólogo prosseguiu por mais alguns quilômetros e fiquei pensando naquilo que ele disse que faz sentido.

10 de dez de 2012

INFLAÇÃO

A Pipira voou para os lados da estrada da Penal e ficou apavorada com o que viu e ouviu. Tem gente desesperada para constituir um causídico, mas o preço tá pelo olho da cara.
E nem pode contratar um rábula para quebrar o galho...

MAIS DO MESMO

Sugiro a leitura da "Coluna da Mara", "Não, não se está a cuidar do homem que não sabia de nada". Tirem suas conclusões.

CHEIRO DE BIT QUEIMADO

No rastro das três operações policiais desencadeadas na semana passada, chegou às redações a informação de houve "queima de arquivos", numa das secretarias envolvidas. Os jornalistas se assustaram: "Olha, queima de arquivos! Já estão matando gente?".
Não era. Pelo que consta, alguém estava tentando apagar das memórias dos computadores as informações referentes ao assunto das investigações. Quem denunciou não atualizou o verbo, que era usado para documentos de papel - ou mais drasticamente de gente. Estavam deletando os arquivos. Mas isso, todos sabem, é inútil. (Foto lucaspeperaio.com.br)

7 de dez de 2012

FRASE

"(...) É a lama, é a lama (..)" Tom Jobim, na música "Águas de Março". Tudo a ver com o contexto atual.

6 de dez de 2012

OSCAR E EU

A morte de Oscar Niemeyer não surpreendeu, pela idade em que se encontrava, mas vale lamentar que mais um grande brasileiro se foi. Conheci as obras dele existentes em Brasília primeiro que aquelas que me cercavam em Belo Horizonte, a não ser o conjunto da Pampulha  Sempre li muito sobre a capital federal. Em 1985 eu era repórter da TV Alterosa (SBT) e fui pautado para cobrir uma exposição de maquetes dos estudantes de Arquitetura enfocando a obra de Oscar Niemeyer. Voltei para a redação com a sugestão de pauta de uma matéria sobre as obras dele em Beagá. Fiz a matéria, que foi para a rede da SBT.
Quando morei em Brasília tive oportunidade de conhecer de perto, e por dentro, outras obras, exceto a Catedral. Foi aí que comprovei o que muita gente dizia: "As obras do Niemeyer são para olhar e não para usar". Exemplos: No Palácio do Planalto, a rampa interna não tem corrimão; o prédio Niemeyer, no Praça da Liberdade, era devassável; o auditório do Colégio Estadual (BH), em forma de mata-borrão, tinha o piso escorregadio, provocando tombos. E a lista é grande. (Ilustração Igreja de São Francisco, na Pampulha, em  chocolate, da segredosdechocolate.com.br)    

5 de dez de 2012

DATAFRED ANALISA O TRÂNSITO

Quero comentar uma constatação do amigo Fred Perillo, postada no mini blog Tuíter, na tarde de ontem: "DataFred: 92,4% dos motoristas de Porto Velho são mal educados e/ou barbeiros. 95,1% dos motociclistas são loucos suicidas". Concordo em gênero, grau e, principalmente, em números. A falta de cordialidade no nosso trânsito é uma coisa  absurda. Poucos motoristas permitem que outro saia da garagem ou do estacionamento; se você espera para não trancar o cruzamento, o motociclista passa entre os carros e vai em frente, entre outras aberrações que acontecem rotineiramente.Li algumas manifestações sobre as aulas práticas das auto-escolas nas ruas da cidade. As pessoas comentavam sobre os novos motoristas, que já aprendem errado. E aí que está o início da coisa: Se o instrutor não sabe nem para ele, o aluno vai representar mais um número na estatística do Fred, que não divulgou ainda dados sobre os acidentes provocados pelos inábeis e os kamikazes.

4 de dez de 2012

MADEIRA-MAMORÉ SOFRE!

Acompanhei pelos rilisis as manifestações externadas na sessão solene da Câmara dos Deputados, que aconteceu nesta segunda-feira, sobre o Centenário da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. Foram discursos de elogios ao pioneirismo - merecidos - e críticas pelo abandono - mais que merecidos -, inclusive a um ex-governador que estava de corpo presente.
Este ex-governador recusou a oferta para que o Estado de Rondônia comprasse um acervo de negativos das fotos feitas pelo Dana Merrill. As fotos foram adquiridas pelo BNDES e depois doadas à USP.
Sobre a conservação da antiga ferrovia, esse é um outro capítulo importante. Uma parte do patrimônio da estrada de ferro pertence à União, outra parte ao Estado e a terceira ao Município. Diz a sabedoria popular: "cachorro que tem dois donos morre de fome". Não precisa dizer mais nada

3 de dez de 2012

CENAS DO BERADÃO

Os presentes que o Cléris Muniz trouxe do beradão para nós.
 Decolagem autorizada
 Olha ele aí
 Ciganas
"Vou tomar uma providência", dizia um antigo prefeito de Belo Horizonte. 
Mas era "essa" Providência que ele tomava
 Um "jacareólogo" atleticano
 Estacionamento submerso
 Óia o boi!
 Revoada
 Desconfiada...
Tomando um solzinho