30 de mai de 2014

PÓS-CHEIA

Como disse há alguns dias, redescubro Porto Velho sempre. Ao passar pela primeira vez pela rua Rogério Weber, após a enchente, descobri na calçada, na frente da Receita Federal , um caixa eletrônico do Banco do Brasil. Juro que nunca o tinha visto ali, e olhe que aquele é um dos caminhos que uso para ir ao trabalho nasuzina. O box ficou totalmente submerso, mas o equipamento eletrônico foi retirado a tempo, diferente do que aconteceu ali perto, no Restaurante Popular. (Fotos JCarlos)

BRASILEIRO CORDIAL


Sem legenda. (Fotos JCarlos / Produção Marcela Ximenes)

OS TUBOS

Entendi hoje a frase do vereador Eduardo da Milla, já citada neste brog"Tem cano que não tem buraco para botar!" Vereador Eduardo (da Milla) Rodrigues, sobre as obras inacabadas em Porto Velho".
Olhem:


FAGULHA ATRASADA

Após a desocupação das dependências da última escola em que estavam abrigados os desalojados pelas cheias históricas do rio Madeira e, 2014, ocorrida na quinta-feira (29), é que o Ministério Público conseguiu liminar junto ao Poder Judiciário, determinando que o Estado de Rondônia e o Município de Porto Velho "providenciem a desocupação das escolas utilizadas como abrigos na zona urbana da Capital, no prazo de cinco dias (...)".
Atrasadinhos...

QUASE VIRA FESTA

Se alguém não acorda a tempo, os funcionários públicos estaduais iriam passar a metade do mês de junho de boa. No dia 27 de janeiro deste ano, foi publicado o decreto nº 18.563, que determinava que nos dias de jogos do Brasil seria ponto facultativo nos órgãos públicos estaduais.
Ficaria, mais ou menos, assim, em junho:
                             12/06 - Ponto facultativo - Jogo da Seleção Brasileira
                             17/06 - Ponto facultativo - Jogo da Seleção Brasileira
                             18/06 - Feriado estadual - Dia dos Evangélicos
                             19/06 - Ponto facultativo nacional - Corpus Christie
                             20/06 - Ponto facultativo - sexta-feira "enforcável"
                             23/06 - Ponto Facultativo - Jogo da Seleção Brasileira
Caso o decreto não tivesse sido modificado nesta segunda-feira, dia 26 de maio - restringindo a liberação apenas no horário dos jogos (que ocorrerão fora do expediente normal de trabalho) -, na semana de 15 a 21 de junho, haveria dia útil apenas na segunda-feira, 16, e o trabalho seria retomado na semana seguinte, terça-feira, dia 24. Uma festança, não é?
Ainda bom que tem alguém com senso no governo.

ATO FALHO

A locutora da Rádio Cultura FM, de Porto Velho, abre o programa convidando para o show de Hudson & Edson, "que acontece amanhã, sexta-feira, em prol da Talismã 21... Ou melhor, em prol do Hospital de Câncer de Barretos..."
Hum!

29 de mai de 2014

ERRAMOS

Errata da Assessoria de Imprensa da Polícia Civil:
FAVOR NÃO PUBLICAR A MATÉRIA: Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídio, divulga foto de foragido da Justiça.
Mas já era.
http://www.rondoniagora.com/noticias/delegacia+de+homicidios+divulga+foto+de+foragido+da+justia+2014-05-29.htm

http://www.orondoniense.com.br/textos.asp?cd=56082

Este fato me fez lembrar de uma história que corria em Minas. Se alguém contrata um pistoleiro para matar um desafeto, dificilmente o matador aceita voltar atrás e não executar o serviço. Apenas uma metáfora.

NOTÍCIA RUIM DO DIA

Ao ouvir os foguetes, pensei que fosse vitória do Flamengo, Corinthians ou mesmo da Seleção. O raciocínio lógico veio em seguida: mas não tem partida de futebol a esta hora e ainda faltam 14 dias para a Copa, o que estará acontecendo?
Soube pouco depois: o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa anunciara a decisão de sair da mais alta corte do país (sempre quis escrever isso!!), após 41 anos de serviço público. Vi mais cedo no tuíter uma notícia semelhante,  mas como a informação foi atribuída ao senador Renan Calheiros, nem liguei. Agora, é o próprio Joaquinzão quem anuncia, para júbilo de uma galera chegada ao que não lhe pertence.
O mais triste é  que logo após o anúncio da aposentadoria, correram para informar que o ministro não pode ser candidato nestas eleições. Que 'meda'!
Em 2012 comparei Joaquim Barbosa ao Batman. Relembre. (Fotos www.ambrosia.com e José Cruz Ag. Brasil)

'PRACAS'

Inúteis
 Quer que desenhe?
Desobediência civil (Fotos JCarlos e reprodução TV Rondônia)

CENAS DA CIDADE E DASUZINA

Cobra-Cipó ( Philodryas olfers), considerada não-venenosa, mas é peçonhenta, sim! 
Capturada em uma sala aqui perto
 Caixa para transportar animais resgatados, com decoração em granito
Portão verde e flores do Jardim da Marcela
Quase um pau-de-arara. Jipe transporta, em média, 11 pessoas, que trabalham em uma reflorestadora. 
E a PRF?
Chegando para trabalhar. Cafezódromo e Vertedouro principal
Madeiras trazidas pelo rio
(Fotos JCarlos)

BOM ATENDIMENTO #SQN

Ao contar, aqui no brog, minhas tristes aventuras com vendedores e atendentes sem qualquer noção, sempre recebo 'testemunhos' de um dos seis leitores, que passaram pela mesma experiência. Aí vai:
Um grupo de amigos foi beber o chopinho do happy hour na Lanches 15, da avenida Rio Madeira com Amazonas. Pediram uma torre com 2,5 litros de chopp. Ao provarem a bebida, notaram que estava "choca". Chamaram o garçom e disseram que o chopp estava estragado e, apesar da resistência dele em concordar, pediram para que a torre fosse levada de volta e trouxesse cerveja em garrafa. O garçom se recusou. Disse que não ia servir mais nada, pois se trouxesse a cerveja e tivesse outro problema, teria que pagar do "bolso" dele.
Nisto, os ocupantes da mesa ao lado se juntaram às reclamações. Tinham notado o gosto ruim do chopp, mas só reclamaram ao ver que os amigos, cuja epopeia estou contando, o fizeram.
A gerente foi chamada, mas a resposta foi taxativa (reprodução aproximada do que foi dito): "Se vocês quiserem reclamar, vão a Haus Bier. Não vamos ficar ouvindo queixas sobre chopp que nós não fabricamos!"
Os amigos resolveram ir embora e foram ao caixa pagar a despesa, algo em torno de R$ 15. Um deles apresentou o cartão para pagamento através de débito em conta corrente. Mais uma surpresa: só aceitam pagamentos nesta modalidade se a despesa for superior a R$ 30!
Eu já não gostava desta filial da Lanches 15, agora vou dar a volta para nem passar na porta!

SEPARADOS POR UM "X"

Assistindo ao filme "X-Men - Dias de um Futuro Esquecido", fiquei com duas impressões: a péssima dublagem do personagem Wolverine (ator Hugh Jackman, dublador Issac Bardavid). Parecia que a dentadura estava frouxa na boca do dublador. A imagem não correspondia à voz (Fomos à exibição do filme com dublagem devido ao horário, pois temos que acordar cedo. A versão legendada só a partir das 21h).
A segunda impressão é a semelhança entre o ator Peter Dinklage (Bolivar Trask) e o Diogo Vilela. A Mar também os achou muito parecidos, pelo menos no branco dos olhos.
(Fotos  Hypable.Com e Noticias.Uol.Bol.Com.Br)

RECARGA SOLIDÁRIA

Recebi o convite e terei a honra de participar do lançamento da "Recarga do Amor", evento promovido pelo Hospital de Câncer de Barretos, Tecnocard e Grupo Pellucio. A ideia é recolher donativos para o hospital através de uma máquina de compra de créditos para recarga de telefones celulares. A tecnologia foi desenvolvida em Porto Velho pelos empresários Vildemar Marques e Carlos San Juan.
Eu já havia participado de outro evento do HCB, quando o amigo Domingues Junior antecipou o lançamento, que será hoje, às 18h30 no auditório da Faculdade Porto/FGV (Colégio Objetivo), no bairro Agenor de Carvalho.

28 de mai de 2014

AS BALCONISTAS E EU

Sempre tenho um caso para contar sobre o atendimento em lojas e outros estabelecimentos comerciais. Hoje conto mais três, todos ocorridos esta semana, e olhe que estamos na quarta-feira e faltam 15 dias para Copa do Mundo.
1. Na segunda-feira, após assistirmos o filme X-Men, fomos à praça de alimentação do Shopping, em busca de uma comida leve. De comum acordo, optamos por um grelhado com salada. Fomos ao Bongrillê, escolhemos o prato e fomos pedir. A pessoa que atendia no balcão disse que não serviriam, àquela hora, grelhados, pois a funcionária teria que sair às 22 horas. "Ela está limpando a grelha desde às 9 [21] horas". Agradecemos e fomos comer no restaurante ao lado, ostensivamente. Depois de nós, outras oito pessoas também chegaram para se alimentar no "Parmeggio".
2. Em outra padaria, que não foi nesta aqui, perguntei o que estava exposto na vitrine. "Biscoitos de queijo temperados com ervas". Apontei para um montinho de biscoitos (uns 6) e falei que era para ela embalar.
"Quantas 'gramas' o senhor quer?" "Quero estes aqui..." "Mas vendemos por quilo!" "E daí? Você pesa esta quantidade que estou pedindo e eu pago!" "Ah, é. Não tinha pensado nisso..." Em pensamento: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8...
3. Acompanho minha colega ao Bob's da Carlos Gomes. Ela queria tomar um Milk Shake de Ovomaltine. Enquanto ela aguardava, me dirigi aos caixas no interior da loja. Um deles estava ocupado, vendendo um sanduíche ou sei lá o quê; no outro, a funcionária lia um livro aparentado com uma Bíblia. Falei "por favor, qual o preço do ..." Ela interrompeu minha frase dizendo: "Fale com aquele rapaz de branco, ele é que está atendendo" e voltou à leitura, sagrada, imagino. Eu estava zen e não disse nada. Mas não se acostume, sou vice-presidente do Clube do Coice.

#PRESTIGIO

Ao abastecer em um posto de combustíveis hoje, vi na bancada dos frentistas uma tabela indicando que o preço a ser cobrado pelo litro de gasolina para os carros da frota do Governo do Estado é de R$ 3,15. Na bomba, o preço para os demais consumidores é de R$ 3,20.
Se tiver tudo nos conformes, achei legal esta economia. Quem negociou a compra da gasolina neste posto soube pechinchar.

NÃO 'GANHEMO', NEM 'PERDEMO'. EMPATEMO'

Tribunal Superior Eleitoral, em sessão realizada ontem, 27, ratificou decisão deles mesmos, em alterar a composição das bancadas de deputados federais de treze estados. A medida havia sido contestada pelo Congresso Nacional, mas o argumento foi derrubado e as alterações já valem para as próximas eleições.
As bancadas que aumentaram o número de deputados federais foram dos estados do Amazonas, Santa Catarina, Pará, Ceará e Minas Gerais. Foram reduzidas as bancadas de Alagoas, Espírito Santo, Pernambuco, Paraná, Rio Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraíba e Piauí.
Em Rondônia não houve alteração, mas deveria. Alguém aí da plateia, consegue citar os nomes dos oito deputados federais do nosso Estado, de bate-pronto?

FRASES (EM RITMO DE COPA)

"Os aeroportos, vocês me desculpem, mas não são padrão Fifa, são padrão Brasil", presidente Dilma Rousseff, em encontro com lideranças do PP.
Então está explicado.
"Os nossos aeroportos continuam com banheiros fedorentos, nos banheiros da Europa é outra qualidade". Augusto Nardes, presidente do Tribunal de Contas da União - TCU.
Padrão Brasil, em aeroportos, rodoviárias, mercados...

27 de mai de 2014

MEDOS E MEDOS

Ao ler a crônica "Quarto Escuro", do amigo Samuel Castiel, lembrei que não passei pela experiência que ele narra. Não por que não faltasse energia em Teófilo Otoni, mas porque, Cida, Paito e eu, em momentos de apagão, grudávamos na saia da d. Nilta e não largávamos por nada. Se ela tinha que ir buscar a lamparina, lampião ou vela, ia junto aquele bolo de menino, como filhotes de mucura.
No "Quarto Escuro" deparei com a palavra "acluofóbico". Por dedução, imaginei (e acertei) que era medo de escuro. Aí lembrei de um recorte guardado há um tempinho com outros medos, cujos nomes são pouco conhecidos. Começo com o medo do Samuel, mas pode ser que alguém se identifique com um desses:
Acluofobia - medo do escuro; Ablutofobia - medo de tomar banho; Azinofobia - medo de ser agredido pelos país; Belenofobia - medo de agulhas; Corofobia - medo de dançar; Cronometrofobia - medo de relógios; Dexmofobia - medo de objetos do lado direito do corpo; Dromofobia - medo de atravessar a rua; Heliofobia - medo do sol; Limnofobia - medo de lagos; Mageirofobia - medo de cozinhar; Metrofobia - medo de poesia; Parasquavedequatriafobia - medo de sexta-feira 13; Penterofobia - medo da sogra; Triscaidecafobia - medo do número 13; Verbofobia - medo de palavras; Xantofobia - medo da cor amarela.

MOSCAS AZUIS

"Governadoriáveis e vices-governadoriáveis"
A 'suposta' pré-candidata a governadora de Rondônia, Jaqueline Cassol, indicada pelo irmão, senador Ivo Cassol, já começou a falar usando o jargão de "político-em-campanha", segundo rilise publicado no saite 'O Observador'.
Apesar do quadro sucessório ainda não estar fechado no Partido Progressista (PP), com o prego batido e ponta virada, Jaqueline já posa de candidata oficial da ala cassolista, com apoio de correligionários e ex-secretários. Em outra raia corre o deputado Maurão de Carvalho, que busca apoio nas alas que o reelegeram anteriormente, especialmente entre os evangélicos.
Como candidatos a vice da Jaqueline ou do Maurão, Cassol tem preferência pelos deputados federais Carlos Magno ou Nilton Balbino Capixaba, ambos detentores de grandes currais eleitorais nas regiões de Ji-Paraná e Cacoal, respectivamente. Sendo que Capixaba, também evangélico, teria os votos dos mesmos irmãos que Maurão.
A convenção do PP promete labaredas, gemidos e ranger de dentes.
(Fotos Rondonoticias, ALE-RO e Câmara dos Deputados)

FORA DE ÉPOCAS

Papai Noel fora de época na esquina de Vieira Caúla com Mamoré (26/05/2014)
As enchentes em Porto Velho e a Copa do Mundo provocaram o adiamento de eventos tradicionais.
Não houve carnaval na capital e em outras cidades afetadas por cheias de rios e assim, a folia foi adiada. Hoje nós temos um novo calendário: Banda do Vai Quem Quer, prevista para sair no sábado, 1º de março, agora se programa para sair dia 5 de julho. Ainda na mesma programação alternativa, o Bloco Êxtase sai dia 2 de julho e o Galo da Madrugada vai às avenidas e ruas no dia 3. As escolas de samba só saem com a bufunfa nas mãos, cerca de R$ 350 mil. Pergunto, se a grana sair, haverá tempo para confeccionar fantasias, adereços e carros alegóricos?
Já o Arraial Flor do Maracujá, que nos últimos tempos vem sofrendo vários golpes, seja na falta de um local para realização das mostras de quadrilhas e bois-bumbá, seja na falta de repasse de subsídios para as agremiações, deixou de ser uma festa junina e está previsto acontecer de 22 a 31 de agosto.
Em algumas cidades-sede da Copa do Mundo, proprietários de motéis que serão destinados a receber hóspedes "comuns" para reforçar a rede hoteleira, já estão pensando em solicitar o adiamento do "dia dos namorados".
A data que mais leva casais aos motéis é o dia dos namorados (a segunda é o dia da secretária) e será comemorado em plena Copa do Mundo, o que pode dar prejuízo. Sendo usado como hotel, seria um só hóspede ocupando as suítes por vários dias; como motel, a ocupação é de alta rotatividade. (Foto JCarlos)

JÁ É ALGUMA COISA

Passei neste final de semana pelo viaduto sobre a rua Jatuarana. Estavam colocando 'guard rails' em aço, substituindo as manilhas que ali estavam desde dezembro de 2012, quando Emerson Castro, então prefeito em exercício, procurou uma solução emergencial para dar fluidez ao tráfego da BR-364 naquele trecho, que estava comprometido por obras inacabadas.

Emerson foi muito criticado, mas a solução encontrada por ele e assessores, funciona até hoje, tendo como única modificação a implantação da mureta metálica agora. Os críticos não sugeriram nada. (Foto Marcela Ximenes)

FRASES

"(...) a Jória, da Funcultural, está mais segura no cargo que lama no Museu da Madeira-Mamoré", Zé Katraca, na coluna "Lenha na Fogueira", de hoje.

CENAS DASUZINA

Mais algumas fotos dos bastidores dasuzina de Santo Antônio. Aqui, nas Casas de Força 4 e 5, onde passamos sob o local onde estão sendo instaladas as turbinas.

Trabalhadores fazem a armação da Casa de Força número 5
No pé da obra. São 40 metros de construção que ficarão submersos e 14 metros fora
Composição com grua do guindaste
 'Stay column', peça fundamental na montagem da turbina, fica na tomada d'água (na frente da turbina)

 Pás da máquina número 33
 Virola (tubo de sucção), sendo montada na máquina 35, na fuga d'água
  Cone, uma das últimas peças das turbinas
 Tubo de sucção. Na escotilha à direita, é por onde é feito o resgate dos peixes, 
por ocasião da manutenção da turbina
 
Ao pé da barragem, o altímetro marcava 38 metros em relação ao nível do mar 
(Fotos JCarlos)

26 de mai de 2014

VALE DESTACAR

Enquanto os estados do Acre e de São Paulo brigam, rejeitando os haitianos que imigraram para o Brasil a convite do ex-presidente Lula (ainda presidente quando abriu as fronteiras aos refugiados), o ex-árbitro, ex-jogador de futebol  e administrador do estádio Aluízio Ferreira, Lourival Domingos Lopes, apenas conhecido como "Becão", promoveu uma partida de futebol entre o "Expressinho do Becão" e um time formado pelos imigrantes, visando a confraternização e os entrosamento maior dos jogadores dos dois países.
A TV Rondônia fez matéria sobre o jogo e mostrou os haitianos satisfeitos. Enalteço a iniciativa do desportista Becão, que sem ser candidato a nada, faz mai dos que aqueles que ocupam ou querem ocupar um cargo público. (Foto Renato Pereira/G1-GE-RO)

25 de mai de 2014

XINGANDO A PESSOA ERRADA

Voltávamos do hipermercado Atacadão pela rua 13 de Setembro, bairro Lagoinha. Como tantas outras, a rua está detonada e cheia de buracos com água. Eu estava bem devagar, desviando dos buracos e fui para a esquerda, pois havia uma trincheira à frente. Neste momento um motociclista, com uma carona na garupa, tentou me ultrapassar. Eu passei em um buraco contendo água que respingou no motoqueiro e, claro, ele me xingou.
Contrariando a Mar, reduzi mais a velocidade do carro, abri a janela e gritei para ele:
- Você está vendo a rua esburacada, vá xingar o prefeito!
O cara acelerou e foi embora, avançando até o sinal vermelho na esquina da avenida Guaporé. Será que ele foi se queixar com o Gilson Nazif?

A SEGUNDA MORTE DE VILA MURTINHO

Vila Murtinho, distrito de Nova Mamoré, fica localizada onde os rios Mamoré e Beni formam o rio Madeira, fundada em 1911 ou 1912. Era um importante entreposto comercial. No local chegava um ramal da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré para levar gêneros alimentícios e ferramentas para os seringais bolivianos, especialmente aqueles pertencentes à Casa Suarez, importantes seringalistas da região.
Ao receber as fotos abaixo do repórter-fotográfico Jota Gomes, fui pesquisar, já que não sabia quase nada sobre a localidade. Tive um colega no curso de Turismo, Oswaldo Souza, que se tornou conhecido em Porto Velho nos anos 60, 70 e 80, a quem perguntei onde nasceu e recebi como resposta: "Onde nasci não existe mais". Insisti: "E onde era?". De cabeça baixa Oswaldo respondeu "Vila Murtinho".
Na rápida pesquisa que fiz agora pela manhã, encontrei uma crônica assinada por Simon O. Santos, Membro da Academia Guajaramirense de Letras. Abaixo reproduzo um trecho em que conta uma cheia ocorrida por volta de 1912:
"(...) As chuvas de fevereiro prenunciavam um inverno ainda mais rigoroso, mas ninguém conseguia imaginar que a vida em Vila Murtinho nunca mais seria a mesma depois que aquele inverno acabasse. As primeiras pistas não tardariam a chegar. No dia 12 de fevereiro, os rios começaram a inundar o pequeno povoado, poucos deram importância ao caso, pois era sabido que desde a sua fundação por um grupo de missionários católicos, as cheias nunca chegavam a atingir as residências mais próximas das margens dos rios Mamoré e Madeira. (...)
Os moradores foram sendo desalojados de suas casas e abrigados em barracos improvisados nas áreas mais altas do povoado. O vai e vem de montarias deu lugar ao tráfego de canos nas ruas inundadas. As pessoas pensando que as águas logo baixariam, não perceberam que alguns trechos da ferrovia ficaram submersos, impedindo a passagem dos trens, deixando a Vila Murtinho e Guajará-Mirim completamente isolados de Porto Velho. (...)"
Qualquer semelhança com o que aconteceu este ano não é mera coincidência. Sugiro que leiam a crônica completa. Linque aqui.




O que sobrou da Estação da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, desativada em 1972

  

Igreja consagrada a Santa Terezinha, abandonada quando a maioria da população se mudou para a margem da BR-425, onde foi criada a "Vila Nova", hoje a cidade de Nova Mamoré.

As poucas pessoas que ainda moram no local foram afetados pelas enchentes e pela lama e entulhos
 
 A antiga caixa d'água abastecia os trens e a cidade que existia no entorno da estação
Nem tudo é só tristeza (Fotos Jota Gomes)

24 de mai de 2014

CENAS DASUZINA

De quando em vez publico fotos dos bastidores dasuzina de Santo Antônio. São lugares que a maioria não pode frequentar ou coisas que vejo e acho bacana e/ou diferente. Nesta sexta-feira, sob sol e chuva, acompanhei o repórter fotográfico da Folha de S. Paulo que veio captar imagens para uma futura matéria sobre o aproveitamento da água doce.
Enquanto ele cumpria a pauta, eu olhava ao redor. Vou publicando aos poucos, pois a preguiça, aliada com um friozinho-que-dura-pouco neste sábado, faz um estrago...
 Tubos
 Bem seguro
 Poita
 O tripé 'filma' a pororoca caripuna
 Mamoeiro em lugar errado
 Aqui, uma surpresa. Por trás de um contêiner, uma estufa de plantas
 
 Quiabos e 

muitas pimenteiras

 ...
 

 Como em toda horta, os avisos do bem cuidar
 Após o almoço, uma feijoada, colega canta Renato Russo: "...será que vamos conseguir vencer..."
 Enfeite na 'escada de peixes'
 'Bola' do GG4

 Sinais
 Copa aqui dentro também. Bandeira no topo do guindaste
Aves de rapina, ou nem tanto
(Fotos JCarlos)