28 de fev de 2010

DANIELE UM DIA ANTES





Amanhã é dia da minha "Nenem" virar mamãe Daniele. Ela foi a irmã caçula por muitos anos, posto tirado pela Emmili, e agora estreia na maternidade. Às 7h tem sobrinho novo no pedaço. Parabéns, Nenem! Uma boa hora pra você!
(Foto Marcela Ximenes)

26 de fev de 2010

MAIS ESSA...

Deu n'O Combatente: "Eleitores podem esclarecer dúvidas e fazer denúncias pelo telefone 148". Denúncias? Será que vai ter compra de votos? Afinal nosso povo tá mal acostumado...

VOCÊ JURA?

Assistindo a um dos telejornais locais, faziam uma enquete sobre o plebiscito de domingo. Um dos entrevistados disse que era favorável por que as pessoas que moram na Ponta do Abunã não precisariam mais vir a Porto Velho para resolver seus problemas e tratar da saúde. Na hora falei em voz alta: - Você jura?
Dos argumentos pelo "sim" esse foi o mais sem pé nem cabeça que ouvi.
77!

ONDE?

Deu no Impacto Rondônia: "Cujubim abre ciclo de reuniões de Expedito na 429". Se Cujubim fica na região de Ariquemes, o que tem a BR-429 com o assunto? Isso é que dá contratar quem não presta atenção ao que está escrevendo.

MAIS UM MOTIVO

Ganhei mais um motivo para votar 77 no domingo. Fui à ex- escola do JP, agora à tarde, para buscar um documento e encontrei a escola fechada patra instalação das sessões eleitorais.
77!

LASCOU-SE

Deu na eBand: "China poderá convocar toda sua população ativa para guerra". Não é nada, não é nada, são só 800 milhões de pessoas.
Vai encarar?

PLEBISCITO PARA NADA

Pensei que o meu posicionamento sobre o plebiscito para emancipação da Ponta do Abunã fosse isolado e atemporâneo. Agora vejo que não é.  Sugiro a leitura do artigo de hoje do jornalista Paulo Queiroz. Pingos nos is e nos ipsílons. Está no Gente de Opinião. Claro.
Acabei de ganhar mais três votos para o 77, em comício realizado aqui, na copa.

MEGA BOBAGEM

A história do bolão da mega sena que não foi registrado continua rendendo. A balconista da lotérica de Novo Hamburgo assumiu a responsabilidade.
Agora vamos raciocinar. "Bancar" apostas é uma coisa muito comum para quem trabalha com jogos de azar, como são corridas de cavalo, brigas de galo, loterias em geral (da Caixa Econômica Federal!) e o jogo do bicho, que continua firme e forte, mesmo ofuscado.
No jogo do bicho funciona assim, o cara que recebe as apostas embolsa o dinheiro de seus clientes, apostando que nenhum deles vai acertar. Se o cambista errar e o apostador ganhar, ele vai ter que se virar para pagar o prêmio, pois a máxima do jogo do bicho é "vale o que está escrito". Se o cambista não tiver grana, o bicheiro (dono da banca) paga e o vendedor dança no sentido mafioso da palavra.
Esta história do bolão deve ter sido assim também, uma chance em 50 milhões para alguem acertar todas as dezenas e...
Aliás, quem vai ter a coragem de abrir a caixa preta das loterias da Caixa? (Ilustração Folha S.Paulo)

FRASE

"O progresso chegou antes da ordem". Frase inspirada da repórter Shara Alencar, no Jornal da Rede, da Rede TV, falando dos problemas de Porto Velho com a chegada dasuzina, sem que o poder público tivesse se antecipado ao crescimento rápido que estamos assistindo.

25 de fev de 2010

DELÍCIA DELICIOSA


Estava contando os meses para chegar a época de uma frutinha que conheci há uns três anos e virei fã, a rambutan. É uma delícia! O amigo Nahim Aguiar cultiva essa e outras frutas exóticas - o rambutan é originário da Malásia - na chácara Dois Riachos, ali em Candeias do Jamari. Nem consigo descrever a maravilha que é essa fruta. Só provando pra saber. Minha reserva já está quase no fim... (Foto Marcela Ximenes)

TEM CADA UMA

Deu no ex-blog do César Maia: "CADA PAÍS TEM O MARCO AURÉLIO GARCIA QUE MERECE!
O governo da Romênia confundiu Haiti com Taiti e enviou para lá sua ajuda humanitária."

HEIN?

"Você sabia que a radiodifusão foi oficialmente inaugurada no Brasil em 7 de setembro de 1922? Oferecimento Rodrigues Soares". Rádio Rondônia.
Duas conclusões: Como eu consegui viver até hoje sem saber disso e o que eu faço com esta informação?

DIÁLOGOS FAMILIARES

Esta história me foi contada pela protagonista, uma ex-colega, mais ou menos em 1998, quando o filho dela tinha 11 anos.
- Mãe, cheguei!
- Como foi na aula, meu filho?  (Pergunta indefectível)
- Normal. (Resposta indefectível)
- Mãe, o que é *orra!
- (Susto) É... Hum... Mas que pergunta, menino!
- Mãe, é a mesma coisa que "gala"?
- Taí, você está sabendo mais que eu...

24 de fev de 2010

PLEBISCITO... CHEGA DE HIPOCRISIA

Essa "eleição" para transformar a Ponta do Abunã em município já está me dando azia. Que me perdoe o amigo Léo - ausente da 'terrinha' por razões familiares -, mas a minha tendência é votar "77".
O plebiscito está me parecendo um engodo eleitoral e dos grandes. Gente que antes era contra, hoje é a favor (lembram dos projetos 'dasuzina?'); gente que sabe que não é para agora e já fomenta 'lideranças' (lembram da PEC da Transposição?); gente que não tá nem aí para se é "ponta" ou "rabo" (já viram qualquer eleição?).
E outras: Um dos defensores da emancipação diz que o novo município será beneficiado pelos royalities dasuzinas, mas o Rio Madeira não passa por lá, a área não é afetada. Jacy-Paraná - que não tá na lista de emancipação - ficaria bonita na foto, sim. Outro, tem o nome estampado em um carro de som que faz barulho na porta da escola; mais um motivo para eu dizer "não".
O que adianta - pensem bem (como dizemos para o JP quando estamos 'acompanhando' ele fazer as tarefas escolares) - o que adianta emancipar a Ponta do Abunã? Extrema ou Calama? Pense? Qual a atividade econômica que há lá que o Ibama não reprima? A vantagem de Fortaleza do Abunã para Calama são as pedras "exportadas" para o Acre. Só, somente só.
77!

AVES EM ARRIBAÇÃO

A Pipira voltou de férias, estava voando por aí. Não sei onde encontrou uma Gaivota de quem ficou amiga. Conversa vai, conversa vem, a Pipira disse que morava na Amazônia, em Porto Velho. A Gaivota grasnou:  - Very? Sobrevoei um navio, que fazia um cruzeiro pelo Atlântico, onde conheci um conterrâneo seu que trabalha em um órgão ambiental importante!
Foi a vez da Pipira pipilar: - Uuóti? Quem?
E blábláblábláblá...
Ao chegar em Porto Velho a Pipira foi levar as recomendações da Gaivota ao conterrâneo e voou, voou sobre o ninho dos Cujubins e não encontrou o amigo da Gaivota ali na Estrada do Santo Antônio. Fora exonerado ambientalmente. Que pecado teria cometido? O da ganância ou da luxúria?
A Pipira não sabe e ninguém quer abrir o bico.

AH, OS NÚMEROS

Fico tentando imaginar 140 mil pessoas na Carlos Gomes e vias que são o trajeto da Banda do Vai Quem Quer. É quase metade da população do município de Porto Velho. Agora ficou pior para minha imaginação dar conta de 400 mil pessoas por mês dentro do único shopping da capital. É gente à beça.
Esse "amém" aos números me fez lembrar de uma colega que chegou à redação de uma TV dizendo que a maioria das famílias sofre com o alcoolismo. Isso um entrevistado disse à ela, que nem questionou. Da pequena redação de umas 10 pessoas ninguém conhecia alguém com problemas relacionados ao álcool. Foi o que bastou para a repórter parar e pensar.
Nem tudo que uma fonte diz pode ser levado à conta. Senso crítico é bom e o leitor/telespectador -coitado- agradece.
(Imagem Blog Zoellner Ilustrando)

NO OLHO

A frase número 2, citada anteriormente, foi dirigida à jornalista Denise Campos de Toledo, comentarista de Política, que passou o programa alfinetando o Ciro. Bateu, levou.

FRASES

1 - "O Zé Serra é a Dilma do FHC"
2 - "Pergunte o que eu não sei responder".
Deputado Ciro Gomes (PSB-CE), reafirmando sua decisão em sair candidato à presidência da República, no programa "Tribuna Independente", da Rede Vida, deixando de lado o personagem "Cirinho paz e amor" interpretado por ele no programa do partido, apresentado quinta-feira passada.

23 de fev de 2010

LÁ & CÁ

Há pouco o governador em exercício de Brasília, Paulo Octavio, renunciou. O governador titular está preso. Assume Wilson Lima, deputado distrital considerado o segundo maior gastador de verba indenizatória nos últimos três anos.
Aqui, a bancada do PV vai para a oposição... Buéééé´, buéééé...

EFEITO TEFLON

Acompanho política desde as priscas eras que minha memória alcança; já a sucessão em Rondônia desde 1986, quando aqui cheguei e embarquei no bonde andando. Nunca vi - repito - nunca vi um final de governo mais tranquilo do que este. Nenhuma denúncia que possa alterar o desenrolar da campanha; nenhuma conta contestada pelo TCE; nenhum entrevero com a Assembléia ou qualquer um de seus parlamentares; uma ou outra rusga com a bancada federal, mas nada que provoque qualquer sinal de surpresa além do franzir de uma testa. Nenhum adversário aponta na direção de Cassol.
Já pensaram nisso? Ou estou falando cedo demais?

SE NÃO TEM CRISE, INVENTA-SE UMA

O título ficou grande, mas não consegui resumí-lo ao ler as notas políticas neste início de tarde:
"Dízimo é a causa do racha entre Partido Verde e Roberto Sobrinho ", diz o Rondonotícias.
O Gente de Opinião vem de "Partido Verde rompe com prefeito e Câmara tem 8 oposições".
São muitas emoções nesta fase pré-eleitoral. Não sei se o coração do véio vai aguentar...

'PRACAS'

Budegueiro pão duro

(Obrigado Marrocos/Via Kibeloko)

PERDOA E ESQUECE (OU NÃO?)

O comentário era para ser feito na semana passada, mas anotei e perdi o papelzinho. Na crônica de abertura do programa "Falando a Verdade", Eudes Lustosa dizia que é bom esquecer coisas ruins, pessoas que te fizeram mal, nessa linha. Já na participação da dona Rita Furtado, ela lembrou um capelão que passou pela 17ª Brigada há alguns anos que dizia: "Deus falou para perdoar, mas não para ter amnésia!"

ELEIÇÕES 2010

Ainda não é possível julgar os pré-candidatos ao governo de Rondônia por suas plataformas de trabalho. Estas plataformas, por ora, se adequam ao público ou ao programa de entrevistas dos quais participam.
Há alguns temas recorrentes, como a transposição dos servidores, o gasoduto Urucu-Porto Velho, restauração das BRs, etc. Prestem atenção e vejam se não tenho razão...

QUEIMANDO GRANA

Li no Ecodebate a repercussão de uma matéria do Estadao.com, que tem o título: "Petrobrás ‘queimou’ R$ 1,5 bi em gás em 2009; Queima do gás natural não usado cresceu 56,5% no ano passado". A autora do texto se atem à produção de gás natural de São Paulo e Rio de Janeiro, sem se lembrar que aqui, em Urucu, não é diferente.
E o gasoduto, seu Léo? Pergunto e respondo: Gasoduto, já!

22 de fev de 2010

SOOU FAMILIAR

Quando via o anúncio do recém criado Restaurante Casquinha de Carangueijo ("que já é uma tradição em Porto Velho"), sentia algo familiar no bordão "Dos mares, o melhor". Só matei a charada assistindo um anúncio na TV Record do Restaurante Badejo, que tem em Belo Horizonte, Brasília e São Paulo.
O slogam deles, adivinhem qual é? Bidu!
 (Ilustração site Badejo.com)

ISSO É POSSÍVEL?

"Suspeito é flagrado em poder de seis cartões de crédito" Onde? Aqui.

FICOU FALTANDO GENTE...

O saite caripuna Viamazônia republica reportagem da Agência Estado onde são relacionados os "hóspedes" mais famosos que passaram pela Superintendência da Polícia Federal  em Brasília. Fui conferir a lista e está faltando gente...

"CÊ CREDITA EM DEUS?"

Interior de Minas Gerais.... a mulher grávida de oito meses na porta da cozinha, olhava o tempo e procurava um jeito de começar uma prosa com o marido, que descansava numa rede:
 - Ô bem... cê cridita em Deus?
 - Ora se criditu.... claro!
 - Intão, si fosse da vontade de Deus, nesse crima seco danado e Ele queresse fazê chuvê dirrepente, chuvia?
- Uai, muié, si fô da vontade de Deus, chuvia na mema hora....
- Si fosse da vontade de Deus, o dia pudia virá noiti num minutim?
- Ora, si fô da vontade de Deus, virava sim.... purque não?
- Si é da vontade de Deus, se nóis dois branquelo azedo desse jeito, e nosso fio pudia nascê pritim, pritim ...quasi azuzim?
- Uai, sô.... Si fosse da vontade de Deus de nosso fio nascê pritim, nascia... mais qui ocê ia tomá uma surra de virá os zóio e arriá no chão.....ia, aaah! si ia!

Vixe, esse não conhece a Lei Maria da Penha..
(Obrigado Lúcio)

SEM NOÇÃO

O Decom distribui convite à Imprensa caripuna para a solenidade de condecoração de vários militares. Entre eles está o Comandante do Exércio, maior autoridade da Arma e que é tratado assim: "Os agraciados serão: Enzo Martins - general do Exército (...)". O grifo é meu.

FRASE - 2

No mesmo tema: "Não entendo o que acontece aqui [no Brasil]: O Incra faz assentamento em áreas improdutivas e fazem reservas [de conservação] em área produtiva" Emerson Castro, vice-prefeito de Porto Velho, comentando o 'imbróglio' da localidade de Rio Pardo, no programa "Painel Político", do Alan Alex.
Coloquei só um linque para o post acima. Mas é só escrever "Rio Pardo" na janela existente na parte superior esquerda da página principal do Banzeiros, que tem mais.

FRASE

"A reforma agrária feita pelo Incra é 'peito-barriga'. Recebem no peito e empurram com a barriga" Governador Ivo Cassol, em entrevista ao programa do Carlos Chagas, levado ao ar ontem pela TV Paraná Educativa. Falando nisso, o topete do góvi no vídeo deixava o do Itamar Franco no bolso.

SERÁ POSSÍVEL?

A Pipira passou por aqui para dizer que um deputado-médico ou um médico-deputado teve um piripaque e foi levado para São Paulo. Até aí tudo bem, todo mundo passa mal. O problema é que o dito enfermo é dono de um plano de saúde. Que marketing, hein?

21 de fev de 2010

ALEGRIA, ALEGRIA

O título do post é uma lembrança da Tropicália e o sentimento que a Mar passa nessa foto. Foi assim, ó: ela estendeu o braço com a máquina na mão e falou: - Faz uma foto minha!
Gaiato, peguei a câmera e apontei para ela, que disse: - Tá de cabeça para baixo, tantã!
Perco a mulher (brincadeirinha), mas não perco a piada. Ficou assim. (Foto JCarlos)

DE BOMBAS & ARIETES

Os causos que vou contar aqui, para alguns leitores deste brog são estórias deste que vos fala. Soubemos que na Escola Capitão Cláudio, no bairro Cidade Nova, os alunos têm algumas atividades extra-escolares um pouco "diferentes".
Uma noite, colaram bombinhas juninas com chiclete nos carros dos professores que ficam estacionados na rua. A pintura dos veículos foi danificada. Em outra noite alguém chegou na Sala dos Professores para avisar: - Quem é dono do Uno preto? Estão em cima dele! Era verdade, literalmente. Um casal de alunos estava "quase nos finalmente" sobre o capô do carrinho.
Mas a pior estória é essa: Dois alunos pegaram uma colega pelo cós da calça e pela gola da blusa e bateram a cabeça dela na porta do carro de uma professora, como um ariete medieval (ilustração ao lado). Chamaram a professora e disseram:
- Se a senhora quiser vamos chamar os pais para pagarem o prejuízo..
- Não precisa... É só uma porta...
Você pode estar pensando: -Não fizeram nada? Exatamente, nada. (Ilustração Wikipédia)

APAGÃO TECNOLÓGICO (?)

Ontem, sábado, sentimos aqui e acolá um apagão da internet (modens da Vivo e Oi) e dos celulates (Claro e Oi).Ninguém fala nada, literalmente, e fica por isso mesmo...

19 de fev de 2010

O QUE EU TENHO COM ISSO?

Recebi do Cláudio Ruiz o vídeo de um humorista, cujo nome não sei, que comenta algumas notícias absolutamente desnecessárias, tais como: "Um pênis ereto pode suportar um peso de até cinco quilos", ou "chove em Marte", mais: "homem avista OVNI em Macaé-RJ".
Depois de rir bastante, fui ler as últimas do Observatório da Imprensa e veja o que encontro, comentado pelo Alberto Dines:
"Narcisa Tamborindeguy, a socialite carioca que neste ano forma-se em jornalismo, ganhou a capa do segundo caderno de O Globo (12/2/00) com chamada na primeira página. E o que fez a moça? Não fez. Ganhou o destaque pela não-notícia – o seu livro foi recusado por uma editora popular, também do Rio. A fabricação de celebridades não precisa de pretextos, qualquer coisa serve. Não fosse pela obra-prima que está produzindo, a divina Narcisa seria capa por que trocou de faculdade: ameaçada de expulsão de um estabelecimento (privado, é claro), foi contratada por outro. Certamente com bolsa de estudos. "

'PRACAS'

Contribuição do leitor:
"Mais uma contribuição minha para o Banzeiros...
Esse Estúdio de Publicidade ou PULBLICIDADE fica na Tancredo Neves, sub-esquina com a Jatuarana..."
É o serviço de auto-falantes, também conhecido como "pau do fuxico".
(Obrigado, Rodrigo)

18 de fev de 2010

INCRÉDULO

Igual a São Tomé, só vendo para crer. Esta notícia que é da semana passada, mas que ainda repercute, dá a idéia de que ninguém acredita naquilo que o secretário promete: fechar as agências que desrespeitarem a "lei das filas". À esquerda, um 'printe' de um saite local, a direita, uma foto que fiz na agência do BB, na Presidente Dutra.











Há duas semanas, no sábado anterior ao do carnaval, fui em três agências e só encontrei os caixas eletrônicos desabastecidos de grana. Fui encontrar um caixa que prestasse em uma padaria da avenida Amazonas. Depois que tercerizaram o serviço piorou.

E POR FALAR EM POLÍCIA

Tudo bem que nem todo veículo de Comunicação tem pessoal em quantidade desejável para apurar as notícias e os milhares de rilises que chegam diariamente, mas deixar passar erro em título de rilisi, aí já é serviço de editor-toupeira.
Ou a "Cinderela" da minha infância era outra...

NÃO ENTENDI

Zapeava sem rumo quando parei em um programa policial, destes do "horário do meio-dia". Do closet, a Mar quis saber quem estava falando, por causa do vocabulário policialesco:
- É policial ou o repórter?
- É o 007...
- Puxa, como você é malvado!
- ???

17 de fev de 2010

SÓ UM MILAGRE

(Ecos do Rancho Grande) Ouvi no bar, quando trocava uma cerveja "com defeito" - tinha "evaporado" - por outra:
- Se o Cassol conseguir eleger o Cahulla e o Lula eleger a Dilma, eu 'viro' católico. Aí, sim, vai ser um milagre indiscutível!
Pensando bem...

16 de fev de 2010

'URBÍCOLA'

Gosto da coisa, mas não levo jeito. Taí a prova. (Foto Mar)

MARCELA X BIRIBÁ - A REVANCHE

E não é que que eles voltaram a se encontrar? Agora no lado oposto. A luta foi travada novamente, mas com resultado incerto...
Um 'jab'

Golpe fatal... tá dominado...
A luta foi interrompida.

ACERTEI NO QUE NÃO VI

Voltamos hoje à trilha, sem guia e com o objetivo de rever alguns trechos. Andar ao léo (com todo respeito ao amigo). Passar o tempo. Eu merecia uma insígnia de "Desbravador", pois segui os rastros dos cavalos e depois da charrete - tem gente que não põe o pé no barro.
Íamos olhando para o nada, quando chegamos a uma plantação de bananeiras. A Mar gritou baixinho: -(Zécarlos, liga a máquina...) Eu, surdo como uma porta, continuei a andar. Ela: LIGA A MÁQUINA! Assustei, já com o bando de macacos macaquiando à nossa frente, pulando das bananeiras para as árvores à esquerda. Ao "revelar" as fotos, vimos folhas de bananeiras, galhos e muita folhagem. Ah, mas apareceram alguns macacos-prego para deleite e decafé dos leitores. (Fotos JCarlos e Mar)
Fotografei no susto
Na ampliação, o bicho apareceu. Susto maior ainda.
Mais corajosa que eu, a Mar entrou no mato e perseguiu o bicho.
Ó ele aí.

CAVALO DE PAU




O João Pedro saiu sério, "todo duro" para fazer a 'trilha do cavalo'.








Na volta já se sentia 'o tropeiro'.





(Fotos Marcela Ximenes)

ARACNOFOBIA


Entre as atrações da Pousada Rancho Grande, a captura e "show" com as caranguejeiras que residem nas palmeiras e nos telhados.
Esta, capturada pelo Eduardo, foi mostrada aos turistas e depois o sr. Giovani a fez passear pelo rosto dele. Na minha mesa eu estava e nela permaneci, com a sandália na mão, caso a dona caranguejeira viesse para o nosso lado. A foto é dele, JP.

"SE"

A Pipira não deu as caras por aqui, por isso estou por fora dos bastidores políticos para as eleições de 2010. Abrimos o computador apenas para postar nossos comentários e mais nada. Hoje, enquanto espero o pessoal acordar, fui dar uma olhada na caixa de emeios, que está transbordando. Encontrei esta mensagem de um leitor e vi que ele tem razão.
Assunto: Futurologia
Mensagem: "Será que "futurologia" é uma "ciência" exata? Será que se eu pedir os números da mega sena???rsrs".
O linque nos remete a uma "matéria" do Rondoniagora, publicada domingo, que diz o seguinte:

"Política - Domingo, 14 de fevereiro de 2010 - 07:37 - Sucessão - Futuro governador não irá alterar secretariado de Cassol - Faltando 45 dias para assumir o Governo de Rondônia, o vice-governador João Cahulla revelou ao RONDONIAGORA que não pretende fazer alterações no secretariado e nem nos cargos de primeiro escalão. Segundo Cahulla somente irão deixar a administração aqueles que pretendem concorrer nas próximas eleições. Há uma exceção: a própria esposa do vice-governador, a futura primeira-dama Marli Cahulla, que pedirá demissão da Secretaria de Educação para dedicar-se a reeleição do marido.
Fonte: RONDONIAGORA"
Se eu fosse o TRE suspendia as eleições. Para que gastar dinheiro, se o resultado já está sendo antecipado? E as eleições de 2014, também...

CACAULÂNDIA

Fizemos uma "breve" visita à sede do município de Cacaulândia, que está a oito quilômetros daqui. Fomos em busca de sinal de celular, pois a Mar queria notícias da família. Debalde. O meu telefone é operado pela Claro e o da Mar é Oi. Cacaulândia só tem Tim. Desisistimos. Aproveitamos para comprar pilhas para a máquina, já que as recarregáveis são uma *osta (perdão, leitores). Para nossa surpresa, os proprietários do supermercado nos conheciam, pois passaram o domingo na pousada. Mundo pequeno.
Alguns aspectos da pacata, mas progressiva, Cacaulândia, numa manhã de segunda-feira de carnaval. (Fotos JCarlos)

O símbolo da cidade, que lhe empresta o nome: o cacau.

O centro da cidade. À direita o entregador de leite.

Acabou!

O QUÊ É ISSO?

Saimos fazendo fotos de tudo que vemos, que achamos bonito e/ou esquisito. Depois é o drama para identificar. Aqui, usamos e abusamos da boa vontade do sr. Giovani, que sabe tudo o que tem no entorno da pousada, pois ajudou a plantar e a conservar. (Fotos Mar e JCarlos)
- Veja essa..

- Hummm...

Washigtanea ou "Rabo de peixe"

"Barriguda", da família das paineiras

Saman ou "Feijão-cru"

Dendezeiro

Palmeira Imperial Anã

FESTA & CIA

A segunda-feira terminou ao som de violão, com um repertório variado e simpático. O jantar foi servido no bar da piscina, o que aproximou os hóspedes. O prato principal foi um tambaqui de "mais de 20 quilos". Deve ser verdade, pois todos comemos bem. (Fotos JCarlos)
A prova do crime. As costelas não cabiam no prato.

O violeiro está a esquerda.

O distinto público.

De outro ângulo.

Jogando "nunseiquê". A cara de mau do JP é para me assustar.

AMANHECENDO

Acordo cedo e vou ver o que há. Cai um orvalho frio, prenunciando a chuva, mas a passarada não tá nem aí. Não sei assoviar, por isso fico devendo uma "performance" da trilha sonora da pousada. (Fotos JCarlos)
Paisagem bucólica.

O Socó-boi não quis papo comigo.

15 de fev de 2010

TROPA

Estes hóspedes tiveram mais coragem do que eu. A Mar e o JP 'diz-que' vão fazer a "trilha do cavalo". Diz-que... (Foto JCarlos)

DIÁLOGOS INSÓLITOS

Estavámos na piscina, quase na hora do almoço, quando a Mar viu uma plantinha e botou reparo:
- Nunca tinha visto desta cor...
- É uma "Onze Horas".
Alguém que passava perto, pensou que estávamos conversando sobre o horário do almoço:
- São 12 e 10...
Sem entender, perguntei à Mar:
- O que ele disse?
- Disse quantas horas são: Meio dia e dez.
- Mas eu tava falando da planta 11 horas...
Ri, que quase me afoguei no raso...  (Foto JCarlos)

MARCELA X BIRIBÁ

Fomos fazer uma trilha independente, para tirar fotos, andar e 'bestar' por aí. O alarido das araras em um dendezeiro nos atraiu, mas nossa câmera não conseguiu fotografar... Logo a Mar falou: - Aquilo parece biribá! Mas nunca vi um pé de biribá tão alto... E as frutas estão maduras...
Voltamos para pedir autorização para colher uma fruta, o que nos foi concedido. Aí vão as fotos, devidamente legendadas:
1º Round
Biribá 1 X 0 Mar

2º Round
Biribá 2X 0 Mar

3º Round
Biribá 3 X 0 Mar

4º Round

Mar vence por KO (Fotos JCarlos)

SEGURO DEFESO








Depois do primeiro dia gordo, JP não conseguiu, até às 18h44 desta segunda-feira, nada além de peixinhos pouco maiores ou menores que este aí. (Foto Marcela Ximenes)

MACAQUICE

Uma dica do sr. Giovani Bongiolo para quem não sabe o nome de tal coisinha do mato, mas não quer deixar o interlocutor sem resposta: Seja o que for, diga que é de macaco: cana de macaco, flor de macaco ou guaraná de macaco, como a da foto à esquerda. (Fotos Marcela Ximenes)

FRAUDE REPELENTÍCIA

Tenho o "sangue doce" para mosquitos. Estamos agora no bar do Rancho Grande e antes de sair do quarto tomei banho de repelente. Zécarlos e João Pedro disseram que não era necessário. Pois bem, estou eu aqui "protegida" e cheia de calombos e os dois, sem um pingo de repelente, não levaram uma única ferradinha.
Além do incômodo das ferradas e da aborrecida coceira há ainda a frustação. O tal repelente que estou usando foi o Zécarlos que me deu afirmando que é usado pelo exército dos Estados Unidos e que tem duração de 10 horas. Isso não é um repelente, é um atraente. Maior fraude. Vou ali em Cacaulândia comprar um menos metido a besta, mas que funcione.  (Foto Marcela Ximenes)