31 de out de 2014

PRONTOS PARA O EBOLA

Em meio às especulações sobre  impeachment do prefeito, pré-cheia, pós-usinas, denúncias e outros fatos que ocupam nossa brava Imprensa caripuna, não sobra tempo e espaço para tranquilizar a população - se alguém preocupa com isso - sobre as providências que estão sendo tomadas para nos proteger, caso o vírus ebola apareça por Porto Velho.

Palestra do Dr. João Gustavo,infectologista, sobre Ebola
Eu sabia da ala do Cemetron que está preparada, mas não sabia que o SAMU já tem uma ambulância pronta e que os socorristas recebem treinamento contínuo de como agir. Pelo menos uma notícia boa nesta despedida de outubro, sem o encerramento da festa do Centenário. (Fotos Cléris Muniz/Agência Imagem News)

FAGULHA ATRASADA

Entra em vigor neste sábado, 1º de novembro, a Nova Lei de Trânsito, que prevê a elevação do valor de multas aos motoristas que cometerem infrações nas rodovias federais, tais como ignorar as normas de ultrapassagem segura ou disputar 'rachas' sem a licença da autoridade de trânsito.

A Lei Federal nº 12.971/2014 foi sancionada em maio pela presidente Dilma Rousseff, mas só na segunda-feira, dia 3, depois que um monte de gente já tiver sido multada (com razão ou sem razão) é que a Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (PMRO), vai promover uma coletiva à Imprensa caripuna para que o tenente Renato Suffi, subcomandante da unidade, explique a dia nova lei de Trânsito.

Observações: 1 - Este período de maio a novembro, foi para aprenderem sobre a lei? 2 - Ao procurar no Gúgol sobre a nova Lei de Trânsito, aparece: "Nova Lei de Trânsito 2014 Nova Lei de Trânsito 2013 Nova Lei de Trânsito 2012 Nova Lei de Trânsito 2010..."

DE CEM EM CEM, SEM FESTA

Em emeio distribuído às redações, a Prefeitura de Porto Velho, através da Condecom, avisa que estão suspensas as últimas atividades relacionadas as comemorações do centenário de Porto Velho.

O texto é este abaixo, seco e em vermelho sangue:

A Prefeitura de Porto Velho, por meio Fundação Funcultural (Funcultural) informa que a programação de encerramento das atividades alusivas ao centenário que será realizada nesta sexta-feira, no Mercado Cultural, foi cancelada. 

Como dizem os escrivães de polícia, "nada mais foi dito, nem lhe foi perguntado". Sobram pontos de interrogação para todos os lados: Teria esta suspensão alguma relação com a saída do presidente da entidade? Ou teria com as denúncias que estão pululando na Imprensa Caripuna, na Câmara dos Vereadores e no Tribunal de Contas do Estado? Será?

Atualizando: Estavam previstas para hoje as seguintes atividades:
31 de outubro - Mercado Cultural: 19h às 22h Exposição fotográfica alusiva ao centenário; 19h Lançamento do livro "Centenário de Porto Velho"; 20h exibição do filme/documentário "100 anos de Porto Velho"; 20h30 Nó da Massa; 21h30 Sir Blues e 22h Quilomblocada.

Ô sina! Nem na comemoração do centenário de criação do município de Porto Velho as coisas acontecem como deveriam acontecer. 

É TÃO BONZINHO...

O saite especializado em política "Congresso em Foco", em levantamento feito nas prestações de contas dos candidatos nestas eleições, concluiu que cerca de R$ 1,4 milhão entre as doações a 135 parlamentares que concorriam à reeleição ou a outro cargo, consta que entre os doadores, 360 são funcionários da Câmara e do Senado, que ajudaram os deputados e senadores para os quais trabalham.

Entre os que receberam doações dos próprios assessores, está o deputado federal não reeleito Anselmo de Jesus (PT, 24.696 votos), representando Rondônia na lista. A prática não é nova nem ilegal. No mínimo é estranha, pois em alguns casos, o valor da doação supera o salário mensal do assessor.

CAVALO DE TROIA DO LIXO

Enxertado na Medida Provisória 651/2014* - como o "cavalo de Troia" da mitologia - os deputados incluíram uma emenda dando aos municípios a possibilidade de não cumprirem a determinação da Política Nacional dos Resíduos Sólidos, que estabeleceu o término dos lixões para este ano de 2014, prorrogando o prazo por mais dois anos. O Senado também aprovou a manobra, que foi para a sanção presidencial. A expectativa é que Dilma vete esta emenda. Aí coloca-se mais um bode na sala.

Porto Velho é um dos municípios que não cumpriu a lei e ainda despeja os detritos no lixão da 'Vila Princesa'. Não tem aterro sanitário e nem sabe quando terá. As razões são várias, que vão desde a bu(r)rocracia ao ambientalismo xiita. Há também, nesse meio, as mãos de pessoas que quiseram ganhar dinheiro com a negociação de terrenos para a instalação do aterro sanitário e outras histórias mais cabeludas que o Mapinguari.

*A MP 651/2014 desonera a folha de pagamentos para diversos setores econômicos e a contribuição previdenciária equivalente a 20% sobre a folha de pagamento será substituída por uma contribuição de 2% ou 1%, dependendo do setor, sobre os valores das receitas brutas das empresas. 

CENAS DA CIDADE

Vistos aqui e ali
Profissional multitarefas ou quem quer trabalhar, trabalha...
(Foto Ricardo Ferreira)
 Névoa nauzina (Foto JCarlos)
 Melhor que isso, só na cama... (Ricardo Ferreira, via internet)
Criativo (Halex Frederic/via Facebook)
 Protótipo  de vaso sanitário para pessoas desprovidas de *unda,
desenvolvido por alunos do IFRO (Foto JCarlos)
 'Pracas' (Foto Marcela Ximenes)
"Cerca - Está tão alinhada que parece que a parte inferior está pintada de preto, 
quando na verdade é a sombra do outro mourão. estrada do Teotônio (Foto Ricardo Ferreira)


OPERAÇÃO "SUSTO"

Ao acessar o saite Gente de Opinião na madrugada de hoje, vi entre as chamadas "Polícia Federal deflagrou a 'Operação GPS'". Claro que cliquei na hora, mas para minha decepção a ação está ocorrendo no Rio de Janeiro, prendendo gente que desvia ou rouba encomendas nos Correios.
Mas qual a razão da minha curiosidade policialesca? É que os comentaristas políticos caripunas que leio anunciam todas as quintas-feiras, há vários meses, a iminência de uma operação super-master-plus que prenderia autoridades, políticos, jornalistas e os 'laranjas' de sempre. E como eu acredito nestes "formadores de opinião", fico aguardando os fatos, como as crianças aguardam Papai Noel na noite de natal... (Foto AgênciaBrasil)

PESQUISA ELEITORAIS

Ao escrever a sugestão anterior, lembrei-me que muitas candidaturas já pereceram por causa de pesquisa eleitoral fajuta ou mal feita, por incompetência ou má fé mesmo. Neste segundo caso, a pesquisa eleitoral é "encomendada" para empolgar a militância, atrair investidores e impressionar adversários. Em alguns casos - por conta de fatos aleatórios - o prognóstico acaba acertando, mas é uma exceção.

Lembro da eleição de 1990, quando o empresário Chagas Neto foi candidato a senador. Era uma campanha grande e a pesquisa de então o apontava "eleito", com uma diferença abismal entre os demais adversários.

Conta-se que na véspera das eleições, o "senador" Chagas Neto teria fretado um jatinho e ido acompanhar a apuração das urnas a partir do Ceará. Eu estava participando da apuração como delegado de partido e a orientação era que acompanhássemos a abertura de urnas em diversas juntas de apuração: "Não fiquem em uma mesa só, circulem", foi a ordem do coordenador do partido.

A apuração avançava e nada dos votos do Chagas Neto aparecerem. No calor intenso do ginásio Cláudio Coutinho, onde se concentravam as mesas de apuração e emissão de boletins, a esposa do "senador", Bené Chagas (já falecida), corria de junta em junta, de mesa em mesa, gritando: "Cadê os votos do Chagas? Cadê os votos do Chagas?"

Os votos não apareceram, tomaram "Doril". E Chagas Neto, derrotado pelas pesquisas (falsas) e pelas urnas (verdadeiras), teve uma derrota acapachante e ficou uns tempos sumido de Rondônia.

O pior é que a lição não foi aprendida pelos demais candidatos até hoje. Gente de memória curta. (Ilustra JBoscocartoons.Blogspot.Com)

SUGESTÃO DE LEITURA

Para aqueles que são volúveis e trocam de opinião baseados em pesquisas - estou me referindo aqui, especialmente, aos indecisos eleitorais - sugiro que leiam a sinopse que a Folha de S. Paulo publica do livro "Os Números (Não) Mentem", do professor norte-americano Charles Seife.

Segundo ele, "os números podem ser uma arma poderosa. Em mãos ágeis, dados adulterados, estatísticas fajutas e matemática ruim podem dar aparência de verdade à ideia mais fantasiosa, à falsidade mais acintosa. Podem ser usados para oprimir os inimigos, destruir os críticos e pôr fim à discussão".
Segundo ele, "os números podem ser uma arma poderosa. 

BAILAM CORUJAS E PIRILAMPOS...


(Ilustra Televandalist Via 2headedsnake/Tumbrl e http://board.br.bitefight.gameforge.com/)

30 de out de 2014

ISOLAMENTO FAKE

Bombeiros "isolados" (reprodução RTP/JCarlos)
Dois bombeiros de um quartel de Lisboa foram atender a uma emergência no aeroporto da capital portuguesa. Conduziram para o hospital uma mulher grávida, procedente de Serra Leoa, um país localizado na África Ocidental, região onde estão acontecendo os casos do Ebola. Ao chegar ao hospital, a mulher foi isolada, por suspeita de estar contagiada pelo vírus mortal.
Neste ínterim, os bombeiros voltaram para o quartel deles, onde o comandante, avisado pelos médicos do hospital, optou por deixar os dois socorristas em quarentena na própria ambulância, que não pode entrar na base. Os bombeiros ficaram parados na rua, 'isolados' por três horas, até que houvesse certeza da não contaminação.
Na reportagem da RTP - Rádio e Televisão de Portugal, os bombeiros são mostrados dentro da ambulância, mas do lado de fora do quartel deles, conversando tranquilamente com os repórteres.
Se o contágio fosse real...

UM TÍTULO QUE ENGANA

Fiquei animado com o título abaixo e pensei: "Agora posso me livrar dos spans e mensagens indesejadas". Quando ia telefonar para o Lenílson Guedes, li o restante da matéria e não era nada daquilo que imaginava...
"PM firma convênio para coleta de lixo eletrônico"

DESMENTIDO

Gente, é absolutamente inverídica, mentirosa, leviana e improcedente a notícia de que o ex-deputado Marcos Donadon, preso há mais de um ano e que foi autorizado pela Justiça a frequentar aulas do curso de Teatro, na Unir, fará parte, como ator, do Grupo de Espetáculo Teatral Bizarrus. E não se fala mais nisso. (Foto Decom/2011)

29 de out de 2014

NEM ISSO, NEM AQUILO - II

Com o (esperançoso) título "Pós-eleições - Começa faxina dos comissionados: só no gabinete de Confucio 11 são exonerados", o jornal eletrônico "Rondoniagora" publica a relação de servidores de cargos em comissão exonerados pelo Governo do Estado, numa aparente assepsia da folha de pagamento. São 22 agora ex-servidores, sendo a metade do gabinete do Governador.

Eu faço outra leitura. Passado o segundo turno, vencidas as eleições, as faturas começam a vencer e cargo comissionado, queiramos ou não, é uma moeda muito bem aceita no mercado e que liquida notas promissórias eleitorais.

Também no Diário Oficial, os servidores civis e militares que se licenciaram para concorrer a uma função eletiva, retornam a seus cargos, provavelmente recontando os votos que não tiveram, mas que contavam com eles para não ter que voltar às suas repartições.

EM DEZEMBRO ELEIÇÕES PARA DIRETORES DE ESCOLAS







Gosto de votar e, por isso, numa das poucas vezes em minha vida de pai e/ou responsável vou fazer questão de participar da eleição para diretor da escola do JP. Em quem irei votar ainda não sei, só tenho certeza para quem vou trabalhar contra. (Ilustração OsGeraldinos.Com.BR)

NEM ISSO, NEM AQUILO, DIZ A PIPIRA

Como era esperado, a Comissão Especial composta na Câmara dos Vereadores não conseguiu colocar em votação o parecer que poderia resultar na criação de uma Comissão Processante e chegar até à cassação do prefeito Mauro Nazif. A claque contratada pelas partes interessadas não deixou que a sessão ocorresse normalmente. Alegando falta de oportunidade de defesa, houve vaias e gritos nas galerias, e o presidente suspendeu a sessão.

Acontece que neste momento a comissão decidiria se aceitava ou não as denúncias. Se não aceitasse, o processo seria arquivado, como já aconteceu outras vezes. Se acatada, e a Comissão Processante instalada, vários procedimentos teriam que ser tomados, como o afastamento do prefeito do cargo e a garantia a ele de toda a defesa.


A Pipira me encontrou e disse que até o momento em que as denúncias foram apresentadas pelo cidadão Carlos Caldeira e lidas no plenário da Câmara, dia 21, da semana passada, o prefeito Mauro Nazif tinha planejado umas férias, em um lugar tranquilo, onde não houvesse alagações ou enchentes, deixando o Paço Municipal nas mãos do vice Dalton di Franco, já descansado da campanha eleitoral (3.956 votos).

"Parece que a viagem foi adiada...", concluiu a Pipira. (Foto Arquivo Banzeiros)

DELIVERY

Acho legal esta rede (informal) de abastecimento aos pequenos restaurantes populares da cidade, que servem almoço, marmitex ou P. F.,  ou mesmo às pequenas redes de fast food (carrinhos de cachorro-quente, espetinho e outros) espalhadas por Porto Velho.
Cenas como esta são comuns durante todo o dia. Neste caso, pela manhã, levando os condimentos para o preparo do almoço. Durante a tarde, e mesmo à noite, se prestarem atenção, vocês verão os entregadores de pães e de salsichas, além de carvão e espetos de madeira.


(Fotos JCarlos)

SEM CINTO, PERIGO CONSTANTE

Quando a obrigatoriedade do uso do cinto de segurança em veículos passou a valer, de verdade,  depois da promulgação do Código Brasileiro de Trânsito, em 2008 (já era obrigatório desde 1997), vi diversas manifestações sobre o uso e o não uso do acessório.
Uma amiga bateu boca com um inspetor da Polícia Rodoviária Federal quando ela foi parada em uma rodovia. Ao ser abordada, minha amiga viu que os patrulheiros não usavam cintos de segurança. A mesma coisa aconteceu quando ela parou ao lado de uma patrulha da Companhia de Trânsito e os policiais também não usavam a bendita proteção. Como no primeiro caso, com a PRF, a Cleuza falou aos militares:
- Vocês vivem cobrando que a gente use o cinto de segurança e vocês não dão o exemplo, não usam!
- Senhora, nos somos operacionais, se usássemos o cinto, demoraríamos sair do carro na hora de perseguir um marginal...
Ela não respondeu nada - com medo de represálias, diz-que, e seguiu em frente.

Estou contando tudo isso para voltar a um acidente que ocorreu na segunda-feira em Porto Velho. Uma viatura da Polícia Militar, cuja junta homocinética se quebrou (ou o tucho) e os três policiais, ocupantes do veículo, se machucaram muito. Nenhum usava cinto de segurança.  (Foto Rondoniagora)

OUTRA VERSÃO

Sobre o pôste anterior, leio n'O Rondoniense, que secretários municipais "pediram" para sair e não foram exonerados...

BOCA SANTA

Fui elogiar o secretário da Semusb pela iniciativa de antecipar a limpeza dos cemitérios e ele sai na primeira canetada do prefeito Mauro Nazif após as eleições 2014. Em alguns saites, a explicação para as exonerações seria denúncias de irregularidades.

Nesta terça-feira teriam saído os secretários:
* Jailson Ramalho Ferreira, da Administração - Volta à condição de adjunto, com a volta de Mário Medeiros, derrotado nas urnas, para deputado federal (6.700 votos);
* Ricardo Fávaro, de Serviços Básicos - Provavelmente enrolado com a contratação da nova empresa para coleta de lixo domiciliar no município de Porto Velho. Viram fumus de irregularidades, e onde há fumaça... chamem os bombeiros, por que com certeza terá fogo;
* Christian Piana Camurça, presidente da Funcultural - Em rota de colisão com vereadores, que também desconfiam de problemas na contratação de empresas para a realização das festas de 100 anos de Porto Velho;
* Niedja Félix Santana, dos Esportes e Lazer - Esta tem uma denúncia, também de vereadores, sobre superfaturamento na compra de materiais esportivos e outros assuntos.

Enquanto o prefeito não explica as mudanças, seguem as especulações de praxe.

DESMANCHANDO O PALANQUE

Passadas as eleições, mas com feridas ainda abertas, a vida segue. Gente que brigou com amigos por causa de candidatos, gente que vai hipotecar as cuecas para pagar débitos de campanha, gente que vai ficar mais quatro anos enrolada com a Justiça Eleitoral...
Enquanto isso,
Y entretanto sigo bailando…
(Elinteriordemibolso/Via 2headsnake/Tumblr)

DO PASSADO

Lendo a nota da Assembleia Legislativa, lamentando o falecimento do ex-deputado Augusto Sérgio Carminato, lembrei-me que estávamos em plena campanha pela eleição de Jerônimo Santana para o governo de Rondônia. Em Colorado do Oeste houve um problema qualquer entre o então governador Ângelo Angelin e o deputado estadual Sérgio Carminato, "dono" daquela região eleitoral. Pelo que eu soube, a discussão foi tão intensa que Carminato passou mal.
Mais tarde, à noite, o comício seria na vizinha cidade de Cerejeiras, a 39 quilômetros de Colorado do Oeste, para onde fomos. Chegamos ao final da tarde (Comunicação e Cerimonial) e sentimos um clima tenso. No hotel, ficamos aguardando a hora do comício. Um ou outro da equipe saia para beber um refrigerante ou uma cachaça e voltava com a mesma impressão de que algo ia acontecer.
Perto da hora do comício, alguém da segurança do governador ou do candidato Jerônimo Santana, passou pelo hotel desaconselhando que fôssemos ao comício: "A P2 detectou que haverá provocações e tumultos. Se eu fosse vocês ficava aqui mesmo".
No dia seguinte soubemos que várias pessoas levando sacolas com ovos - que seriam atirados no palanque - foram interceptadas pelos policiais infiltrados na multidão e os ovos devidamente inutilizados. Consta, no folclore sobre aquela noite, que um ovo foi jogado na direção da cabeça do governador Angelin, mas o ajudante de ordens o (então) tenente Vieira o interceptou com a mão, pouco antes de atingir o alvo. (Foto escaneada do livro "Pioneiros - Ocupação Humana e Trajetória Política de Rondônia" - Francisco Matias - Editora Maia -1998)

28 de out de 2014

COCEIRA SÓ PRECISA DE DESCULPA

Há alguns dias estou sofrendo com uma alergia que, para um médico tem fundo emocional (estresse) e para o outro são problemas com gluten e lactose. Estou parecendo a galinha pintadinha, com bolinhas vermelhas em todo corpo. E coça, viu?

FRASE

"O meu governo está diuturnamente e noturnamente atento às pressões inflacionárias". Presidente Dilma Rousseff em, pelo menos, três ocasiões: discurso no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, ainda no domingo, e nas entrevistas às Redes Globo e Record na segunda-feira. Comentaristas não deixaram o tropeço passar incólume.

27 de out de 2014

CLASSIFICADOS BANZEIROS

Muito sem noção quem arrumou este expositor numa loja da Farmabem (Foto Jamesson Barreto)

LIDO POR AÍ

Aqui, umas matérias que li ao longo do dia de hoje:

Gostei: "Limpeza de cemitérios é concluída com antecedência pela Prefeitura" Se podem evitar as críticas de todos os anos, por que não fazê-lo? (Foto Medeiros/Condecom)
Achei estranho: "Latrocínio - Mototaxista é morto brutalmente em Porto Velho e tem moto roubada".
A primeira estranheza é com relação à narração da morte. Veja printe abaixo. A segunda é que o corpo aparece dentro de uma carro, mas nos textos divulgados, este veículo não é citado. Sobre o carro, o linque vai aqui, pois não vou colocar fotos de cadáver no brog.

A terceira estranheza: Todo mundo sabe que o porto-velhense adora uma novidade e a novidade da vez é a ponte sobre o rio Madeira. No local já teve morte por um raio, tentativas de suicídio e agora um assassinato. De acordo com a reportagem, jovens bebiam sobre a ponte, houve um desentendimento com um desconhecido, que acabou esfaqueando um jovem que estava com o grupo. Tanto lugar para beber e brigar...

PARABÉNS

Com esta foto quero parabenizar o governador Confúcio Moura, pela reeleição.
Eu fiz a foto na esquina das avenidas Jorge Teixeira com Amazonas. Era no final da tarde de sexta-feira na hora do rush, quando este grupo de ciclistas, literalmente, ia na contra-mão do fluxo de veículos.
Na hora eu pensei: - É o último gás da campanha! E valeu!
(Foto JCarlos)

HORÁRIO DE INVERNO

Adotado ontem, domingo, o horário de inverno em países europeus. Eu pensei que o negócio fosse novidade (o nosso horário de verão começou em 1931), mas a ideia é do século XVIII, lançada pelo cientista e inventor norte-americano Benjamim Franklin, para economizar no consumo de velas.
Mais detalhes do horário de inverno, aqui.

24 de out de 2014

CLASSIFICADOS BANZEIROS

Coma bem, com muita variedade. Comidas exóticas. Tudo para seu bem estar
(Foto Cléris Muniz / Ag. Imagem News)

É SÓ TENTAR

Mar, via tuíter: "Marcela Ximenes @marcela_ximenes Ligo a TV e tem um velhinho oferecendo um carnê da prosperidade. Pago $ 100 e posso ficar rica. Olha que fácil! pic.twitter.com/du7CjPXjI3
Eu ainda não sei o nome da emissora que estava exibindo o programa, Canal 54, Genesis TV, na tv aberta. Eram 6h10 da manhã de hoje. (Reprodução Marcela Ximenes)

23 de out de 2014

BALANÇO FINAL DO DEBATE DA TV RONDÔNIA

Dos debates a que assisti, gostei mais daquele realizado pela TV Candelária/Record. Expedito veio hoje, para a TV Rondônia, para liquidar a fatura. Confúcio não caiu na armadilha. Para mim, acho difícil julgar quem foi melhor, mas Confúcio teve leve vantagem pela razão citada acima. Estava mais Zen do que o habitual.

RECESSO ELEITORAL

Escola do JP, que abrigará sessões eleitorais no próximo domingo, fica em recesso eleitoral de amanhã, sexta-feira até quarta-feira da semana que vem. As aulas serão retomadas "normalmente" na quinta-feira, dia 30 de outubro.

FRASE

"A reta de chegada, na eleição rondoniense, une anjos e demônios, adversários tradicionais e estabelece toda espécie de alianças frankstênicas". Jornalista Carlos Sperança, na coluna de hoje.

SUGESTÃO DE EVENTO

Neste sábado, lançamento do livro "Encantos do Rio Madeira: Histórias Ribeirinhas" (Temática Editora/2014) , com histórias contadas por crianças ribeirinhas e recontadas pela professora Nair Gurgel. O boto, a cobra grande, o caipora, essa turma toda está neste livro.

Não dá para perder, sábado, 25, às 20 horas, na Livraria Leitura - Porto Velho Shopping. Não dá para perder, até porque no domingo temos eleições e ir votar com a alma leve é bom para Rondônia e bom para o Brasil!
 A dica é do professor Abel Sidney.

CAMPANHA PARA PREFEITURA É ANTECIPADA

Em entrevista coletiva concedida ontem, o prefeito de Porto Velho, Mauro Nazif, explicou que o pedido de impeachment contra ele é em função da pré-candidatura do vereador Alan Queiroz (PSDB), presidente da Câmara Municipal, a prefeito de Porto Velho, aproveitando-se da conjuminação astral das campanhas de Aécio e Expedito, neste esforço final do segundo turno.
Agora fica claro, para mim, a razão porque os programas eleitorais de Expedito Junior focaram mais em problemas domésticos de Porto Velho (ruas esburacadas, falta de asfalto, postos de saúde que não funcionam, obras inacabadas - viadutos das almas penadas -...): Já é material para a "futura" campanha de Alan Queiroz, pois, pelo que Nazif fala, Queiroz está "queimando etapas", e não quer esperar até as próximas eleições.
O TRE que se prepare! (Fotos NewsRondonia)

22 de out de 2014

SOMOS TODOS MINAS

De tanto que os presidenciáveis Dilma Rousseff e Aécio Neves falaram em Minas Gerais durante o debate exibido na TV Record, dia 19, que o povo do tuíter, criou este mapa:

TERRORISMO SALARIAL

A Convenção de Genebra, depois a Organização das Nações Unidas - ONU, através do Conselho de Segurança; a Organização dos Estados Americanos - OEA; a Convenção Interamericana, e a Convenção Internacional, entre outros, todos são contra o terrorismo, em todas as faces que eles se apresentam, seja em sequestro de aviões, que são jogados contra prédios; seja na degola de reféns; seja no sequestro de adolescentes ou atentados a bombas.

Todas as práticas terroristas são condenáveis, inclusive aquelas psicológicas, que se distinguem das demais pelo temor (ou terror), não gerado pelo sangue ou pela violência, mas pelo medo, que aproveita a "vulnerabilidade da mente humana à alguma situação desconfortável psicologicamente", como por exemplo, o pai de família assalariado, saber que vai deixar de receber o seu pagamento no final do mês.

Isso tudo é para comentar o desserviço que o deputado Neodi Oliveira - candidato a vice-governador na chapa do Expedito Junior - voltou a prestar, ao insinuar que os servidores estaduais "poderão ficar sem receber salários no final do mandato do governador Confúcio Moura".

Não é a primeira vez que o deputado usa do mesmo expediente. Em uma rápida 'guglada', encontrei declarações do político em várias ocasiões, em 2012 e 2014, em cidades diferentes. Está minando a candidatura confuciana pelos bolsos dos servidores públicos estaduais.
Forma abjeta de fazer política.

UM COMMENT QUE MERECE UM POST

Nesta madrugada - estou em horário de verão - recebi e publiquei comentário de um leitor do brog que não conheço. Os outros seis, sei quem são (não é Felipe Jefferson?).
Pedro Carvalho da Silva, de Porto Velho, enviou o seguinte comentário sobre o pôste "Uma pizza, por favor":
"Fala sério, Zé. A comissão é formada por vereadores que saíram da disputa eleitoral. Só um se elegeu deputado, mas todos, sim, seu Zé, todos, devem ter dívidas de campanha.
Que "impichman" em boa hora, em? Pedro Carvalho da Silva - Porto Velho - RO"
Pedro, sinceramente, eu não tinha pensado nisso antes, ressaltando, a bem do serviço público, que o vereador Marcelo Reis não se candidatou nestas eleições. (Ilustração Bocaderua.Com.Br)

21 de out de 2014

IMPEACHMENT

O prefeito Mauro Nazif convida a Imprensa caripuna para uma entrevista coletiva, quando dará a versão dele sobre o pedido de impeachment protocolado e lido em sessão desta terça-feira na Câmara dos Vereadores.
A entrevista será concedida às 9h, desta quarta-feira, 22, no gabinete da Sempla, na avenida Abunã, 2526 - Bairro Liberdade. Não se espera novidades, apenas o exercício da defesa.

O LIXO NA ORDEM DO DIA

E não é que o assunto lixo rendeu hoje? A primeira postagem que fiz hoje, às 5h40, tratou do assunto, que se desenrola em uma novela, já que não há outro comparativo que possa reunir em um só local, tantas idas, vindas e ficar tudo como está. Há drama, comédia, traição, emoções, incidentes, transformações, impactos, tudo que pode prender a atenção do espectador.
No decorrer do dia chegou um convite relacionado ao assunto "coleta de lixo". A Câmara Municipal, por iniciativa do vereador Leonardo Moraes, está convocando uma Audiência Pública para debater a coleta de lixo no município de Porto Velho pela empresa Lara, que o secretário da Semusb já disse que foi dispensada...
Ou seja. audiência pública para discutir  o miolo do pote.

UMA PIZZA, POR FAVOR!

Lida no plenário da Câmara Municipal mais uma denúncia contra o prefeito Mauro Nazif. Uma Comissão Especial foi composta para apreciar  a acusação apresentada pelo cidadão Carlos Caldeira, como faculta a Lei.

A assessoria da Câmara informa ainda que nesta quarta-feira, 22, o presidente da Casa, vereador Allan Queiroz, vai entregar toda a documentação à Comissão, que terá três dias para apreciar e votar na próxima sessão se a denúncia será transformada em acusação ou não.
Os vereadores sorteados para fazer parte da Comissão Especial são Jair Montes (PTC, Marcelo Reis (PV), Aélcio da TV (PP), Fátima Ferreira (PT) e Ana Maria Negreiros (PMDB. As denúncias são:

"1- Compra de votos nas eleições de 2014 através do uso de máquinas da SEMAGRIC ao deputado eleito Cleiton Roque (PSB) e o ex-secretário Mario Medeiros (PSB); 2- Direcionamento do contrato emergencial de coleta de lixo para a empresa Lara Central de Tratamento de Resíduos Ltda; 3- Compra de material esportivo sem licitação pela SEMES; 4- Não cumprimento da Lei 12.305/2010 que obriga os municípios a construírem os aterros sanitários; 5- Perseguição do secretário Domingos Sávio a funcionários; 6- PGM - Improbidade Administrativa e Irresponsabilidade; 7- Perseguição e irresponsabilidade na SEMTRAN; 8- Contratos suspeitos na contratação de horas-máquinas".

De acordo com o Regimento Interno, se a acusação for admitida por 2/3 dos membros da Câmara de Vereadores, será constituída uma Comissão Processante, no prazo de 48 horas, que pode dar início a um possível impeachment do prefeito de Porto Velho. (Foto Cpt.Com.Br)

DEBATE CANCELADO OU NADA MAIS A DIZER

O Jornalismo da TV Allamanda/SBT avisa que o debate entre os candidatos do segundo turno ao Governo do Estado, marcado para hoje, terça-feira, 21, foi cancelado, apedido dos próprios candidatos, que preferem intensificar ações no interior do Estado, "o que torna inviável as presença de ambos os candidatos na Capital, para participar do evento. O debate será substituído por entrevistas a serem levadas ao ar na sexta-feira, 24, no programa "Allamanda em Revista", com blocos de 15 minutos para cada candidato e perguntas formuladas por jornalistas da TV Allamanda, telespectadores e pelo apresentador Edielson Souza.
Fiquei comovido com a fala do diretor executivo da emissora, Ivan Lelis: "Pedimos desculpas aos telespectadores e parceiros da TV Allamanda, mas infelizmente, sem a presença dos candidatos, não tem como haver debate".
Eu não tinha pensado nisso!
(Reprodução TV Tribuna)

TRASH - A ESPERANÇA VEM DO LIXO. OU NÃO

Já está em exibição em várias cidades do país (Ainda não chegou a Porto Velho) o filme britânico-brasileiro "Trash - A Esperança vem do lixo". Leia a sinopse aqui. Ao ler sobre o filme, não pude evitar de pensar sobre a nossa realidade nas terras de Rondon e Farquhar.

A Imprensa sempre denunciou, através de insinuações, que havia uma relação promíscua entre dirigentes municipais e concessionários de empresas de coleta de lixo. Isso coisa de muitos e muitos anos.

A questão do aterro sanitário é outra novela que se arrasta. O último capítulo era para ser exibido neste ano da Graça de Deus, de 2014, mas os deputados federais querem enredo para mais 4 anos, na próxima Copa do Mundo (não sei de onde tirei essa relação entre futebol e lixo! Vai saber).

O senhor Mauro Nazif, nas campanhas em que disputou a Prefeitura de Porto Velho, teve no trinômio "cartéis do lixo, transporte coletivo e alagação" seu principal discurso. Empossado como alcaide, viu que o buraco é mais embaixo. Literalmente. Contratos têm cláusulas que engessam - engessam, não, petrificam - de tal forma, que não hã cinzel que as destruam.

O que vemos hoje: A prefeitura diz que rompeu contrato com a Marquise. A Marquise diz que quem rompeu o contato foi ela. A Justiça determina que a coleta de lixo seja feita até o dia 31 de outubro de 2014. A Prefeitura pede dispensa de licitação e anuncia a contratação de um consórcio. O processo de contratação, de imediato, é questionado pela lisura, transparência e etc. Pautado pela Imprensa online, o vereador Everaldo Fogaça, que é oriundo deste segmento, conseguiu aprovar decreto legislativo anulando o ato da Prefeitura. Há pouco fico sabendo que o próprio secretário da Semusb, Ricardo Fávaro, diz ter auto-extinto tudo desde o dia 13/10.

Li, no G1-RO, que a Marquise vai continuar coletando o lixo domiciliar por mais alguns meses, enquanto a Prefeitura tenta consertar as trapalhadas que se sucedem desde o início desta administração.

Ô povinho enrolado, sô. E isso é que não falei especificamente  do aterro sanitário. Tem mais trapalhada. (Ilustração: Resol)

20 de out de 2014

CENAS DA CIDADE

Visto por aí.
 
 Claviculário
 Biguás dasuzina
Cubismo (Fotos JCarlos)

Carregando a bandeira da "Onda Amarela"
(Foto Carlos Maciel Pontes / Via AMarrocos)

CABÔCAS BERADERAS EM AÇÃO

Na copa, três mulheres degustavam coquinhos de tucumã, cuja polpa era retirada com uma faca e comida com farinha de mandioca.
Eu falei  - Eita! A merenda está boa!
- Nós somos três beraderas, seu Sá!
- De Porto Velho?
- Não. Eu sou do Humaitá, disse D. Maria.
- Eu, de Canutama, disse dona Isabel, também conhecida como dona Menina do Café
- No baixo Madeira.
- Sim, lá prá baixo...
- E eu de Manicoré... Disse dona Regiane, funcionária  da SAPO (malária).
- Mais prá baixo ainda...
- Seu Sá, perguntou D. Maria, o senhor já deve ter visto as pessoas daqui comendo frutas com farinha, né?
- Lá em casa também tem uma beradera... (Foto ilustrativa ACritica.Uol.Com.Br)

19 de out de 2014

GUERRA DE TORCIDAS NO TWITTER

A poucos minutos do início do #DebatedaRecord, briga de torcidas através das hastegs #AecioEmTodoBrasil e #QueroDilma13 .
Vamos acompanhar.

DEU NO JORNAL

Olhem aí os culpados por esta zorra toda no segundo turno das Eleições 2014, para Presidente da República e para Governadores (Via Montezuma Cruz/Facebook)

REDE TV NO AR

A foto ficou ruim. Como eu disse está no analógico (Foto JCarlos)
A Rede TV! Rondônia já voltou ao ar na região de Porto Velho. O sinal está sendo transmitido em sinal analógico, pelo Canal 17.0.
Há uma semana a Rede TV! saiu do ar, quando um vendaval derrubou grande parte da antena de transmissão.

360º OU FICANDO COMO ESTÁ

Hoje, mais cedo, escrevi no Twitter que não ouviria/veria mais programas eleitorais. Enquanto esperava o retorno do Everton Leoni, no programa "Quanto Bate a Saudade", deixei o rádio ligado e continuei lendo notícias. O som dos programas entravam e saíam dos meus ouvidos, até que algo chamou minha atenção lá pelo meio do programa: a voz do Elizeu da Silva, o locutor "moreno, alto, bonito e sensual".
Ele falava que a cidade é esburacada, sem calçadas, os viadutos e a rua da Beira inacabados e tudo de ruim que temos em nossa cidade. Mas não precisamos nos preocupar. Expedito vem aí para: "criar um Secretaria Metropolitana" (Porto Velho foi promovida a Região Metropolitana. O IBGE sabe?"), além de "construir uma proteção na orla do rio Madeira, concluir as obras dos viadutos, da rua da Beira, do Espaço Alternativo" e, tchan, tchan, tchan: "construir a nova Rodoviária"!
Este é o candidato dos sonhos de consumo dos porto-velhenses. Agora, sim, teremos Prefeito!

18 de out de 2014

JÁ VI ESTA PONTE ANTES

Lendo uma matéria sobre a "restrição hídrica" no rio São Francisco, nos Estados que ele banha, fiquei curioso com a foto que ilustra o texto:
Claro, fui pesquisar. Trata-se da ponte Marechal Hermes, que liga Pirapora - MG a Juazeiro - BA e foi construída em 1922, e, segundo outra matéria, "foi a primeira ponte metálica do Brasil" (!).
A ponte mineiro/baiana se parece com a ponte sobre o rio Mutum-Paraná, montada pela companhia norte-americana May, Jekyll and Randolph, contratada para construir a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, entre 1907 e 1912.
Se as pontes metálicas da EFMM foram montadas (vieram em kits dos EUA), entre 1909 e 1912, como a ponte de 1922 é a primeira ponte metálica do Brasil?
As pontes de Pirapora e de Mutum-Paraná 
(Fotos Pref.Pirapora / Chico Lemos - 2009) 

MUDOU O JORNALISMO OU MUDEI EU?

Há dias quero comentar um texto que saiu no saite ExtradeRondonia, de Vilhena e foi republicado no Rondoniaovivo, ipsis litteris, com o título "Afinal de contas, os 'pardais' estão funcionando (e multando)?".
Quando comecei o curso de Jornalismo, lá pelo final da década de 1970, uma das primeiras coisas que aprendemos foi que um texto jornalístico tem que responder as perguntas: O quê, como, quando, onde e porquê.
Neste texto, o autor pergunta ao leitor e deixa o assunto no ar. Isso não é jornalismo e eu não sei o que é.

ASSIM NÃO GANHA, DOUTOR!

Ontem, por volta das 10 horas, encontrei uma equipe de campanha do candidato Confúcio Moura na estrada de Santo Antônio. Próximo à Sedam havia "formiguinhas" descansando. No trajeto até asuzina, encontrei oito carros adesivados e com caixas de som em cima, mas sem som. Próximo à capela Santo Antônio, outros dois carros, estacionados. Provavelmente as "tripulações" estavam turistando.
Assim não ganha, não, doutor! (Foto JCarlos)

PEIXES FICAM EM 2º NO JABUTI

Lançado em 18 de março deste ano, a coleção - em três volumes - "Peixes do Rio Madeira" (Dialeto Latin American Documentary/2013), pela Santo Antônio Energia, Universidade Federal de Rondônia - Unir e Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA, além de pesquisadores de diversas outras instituições, obteve a segunda colocação no 56° Prêmio Jabuti, na seção "Ciências Naturais".
Os esforços depreendidos nas pesquisas, coletas, análises, redação, revisão, impressão, além de outras dores de cabeça, foram amplamente compensados com a qualidade editorial dos livros e, agora, com o segundo lugar no prêmio mais tradicional neste segmento no Brasil.
Parabéns a todos os envolvidos, na pessoa do Carlos Hugo Annes de Araújo, que acreditou no projeto e não mediu esforços para que ele se concretizasse. (Foto JCarlos)

"O JORNALISMO NÃO ESTÁ EM CRISE"

  

 Lançamento do 4º Prêmio pelo Procurador Geral de Justiça, Héverton Alves de Aguiar
Maria José diz que a crise está no mau jornalismo

Participei, com uns poucos jornalistas, empresário do setor, professores e estudantes de Jornalismo do lançamento do 4º Prêmio MPRO de Jornalismo, que teve a palestra da vice presidente da Federação Nacional de Jornalistas - Fenaj, a goiana Maria José Braga, que falou sobre o tema "O Ministério Público como fonte para o Jornalismo".m
Maria José destacou o papel no MP na sociedade, mas alertou para uma tendência entre os coleguinhas de ter o Ministério Público como 'única' fonte. Ela também lembrou que não há crise devido a grande quantidade de mídias à disposição. "A crise está no mau jornalismo". Concordo.
O 4º Prêmio MPRO de Jornalismo prevê a premiação nas seguintes categorias: Jornalismo Impresso, On-line, Telejornalismo e Rádio Jornalismo, além de um prêmio especial e troféu para o trabalho inscrito que obtiver a maior nota entre todas as categorias. (fotos JCarlos)