31 de jan de 2015

CLASSIFICADOS BANZEIROS

(Via Internet)

SEQUENCIA DE UM CRIME AMBIENTAL

Não precisa dizer nada. Em cidade sem lei é assim.






Hoje, 11h20, na rua José Vieira Caúla, perto do cruzamento com a rua Daniela, bairro Aponiã
(Fotos JCarlos)

FRASE

"Tem uma marchinha que vai ser o hit deste carnaval... Tomara que chova 100 dias sem parar". Chico Pinheiro, apresentador do Jornal Nacional, após matéria sobre o carnaval em várias cidades.

VÁ ESQUIAR EM GUAJARÁ-MIRIM

Entre tantas propostas para ajudar o município de Guajará-Mirim a sair da estagnação econômica em que vem se arrastando há anos, destaco esta, que li ontem quando me atualizava (#SQN) nos saites caripunas: A construção de um parque temático com pista de esqui na neve, como aquela existente em Gramado - RS, que atrai milhares de turistas durante todo o ano!

Os problemas se acabaram

Por que ninguém pensou nisso antes?  (Foto Divulgação Snowland)

PARA QUÊ FACULDADE?

A Associação dos Profissionais de Imprensa do Vale do Jamari, Apimvaj, está anunciando a realização de um "curso básico na área de jornalismo para profissionais da imprensa". Até aí tudo bem. A nossa profissão é uma bagunça só e a posse do diploma do curso superior em Jornalismo não é mais exigida, daí...

Mas o redator da nota poderia, ao menos, pedir alguém para revisar o texto, cheio de erros gramaticais. Está arriscado aos possíveis candidatos ao curso saírem sabendo menos do que quando entraram.

É por isso que repito: Ô raça!

AS ELEIÇÕES DA MESA DIRETORA E ARREDORES

Amanhã, após a posse dos deputados estaduais eleitos em outubro de 2014, será feita uma outra eleição, tão importante quanto a referida, que consultou um colégio eleitoral de 1.128.925 eleitores, segundo o TSE. Nesta eleição a que estou me referindo, com 24 votantes, além da disputa dos sete lugares à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Rondônia, estarão em jogo outros cargos estratégicos que são ocupados por pessoas de confiança do (novo) presidente.

Todos de olho

As diretorias Geral, de Comunicação, da Escola do Legislativo e representações, entre outras, são funções que também estão em jogo. Sobre a Assessoria de Imprensa, vejo em cada matéria que exalta os (bons) feitos e a inexorabilidade da eleição do deputado Maurão de Carvalho como uma demonstração de fé na continuidade do status quo. Cada um luta pelo que é $eu.
(Ilustra Mini-Fondos.Com)

30 de jan de 2015

DEU NO JORNAL

Fatos inacreditáveis continuam sendo noticiados por nossa Imprensa Caripuna. Vejam este título: "Detenta exige vibrador em presídio e acaba presa por desacato". Não vou reproduzir o texto no blog, leia aqui.

E, Ó EU AÍ!

A poucas horas da eleição para saber qual deputado eleito será o próximo presidente da Assembleia
Legislativa, a maioria dos comentaristas políticos já fechou questão e o deputado Maurão de Carvalho (PP) JÁ É o escolhido. Não tem para ninguém.

Ontem eu estava na choperia Public Haus, finalzinho da tarde, happy hour, quando apareceram três Pipiras. Perguntei a elas: "E aí, na Assembleia, fatura liquidada?" Em nome do grupo, uma respondeu: "Você é mineiro, não é? Foi lá que cunharam a expressão 'Eleição e mineração, só depois da apuração.'" "Entendi".

Bom, então eu espero... (Ilustra Infantv)

PREMEDITANDO O BULLYING

Outro advogado mais rápido que os fatos: "Cerveró ameaça processar quem fabricar máscaras com seu rosto", informa o portal "Congresso em Foco".
A forma já estava pronta... (Foto/Montagem R7) 

NEM CHICO XAVIER FARIA MELHOR

Aqui, o título é que é o destaque. O texto nada tem a ver.

29 de jan de 2015

O REPÓRTER E O BISPO

Quando li a notícia sobre a morte de D. José, voltei no tempo.

No início dos anos 1990, centenas de menores viviam nas ruas de Porto Velho, furtando, roubando ou simplesmente andando de um lado para outro em busca de comida e de um lugar para dormir. Praticamente sob toda marquise havia três, quatro meninos dormindo em caixas de papelão. A praça Getúlio Vargas era o local de encontro deles, não sei o motivo (um foi morto nos porões do Palácio Presidente Vargas, mas aí é outra história).

Paulinho Correia, editor de "Cidade" do Alto Madeira, preparou então pauta para uma "ampla reportagem", como dizem hoje. Eu fui encarregado por esta matéria especial, que previa ouvir Dom João Batista Costa, que estava bem velhinho e morava em um apartamento no Colégio Dom Bosco. Para falar com ele precisava da autorização do Dom José. Fui bater à porta do Arcebispado, que funcionava na rua Gonçalves Dias, no antigo "Seminário Maior São José".

Pelo interfone me identifiquei e, pouco depois, abre a porta um furioso bispo, que mal ouviu o que eu queria dizer. Foi logo falando: "Dom João está isolado e não sabe de nada que acontece aqui!
- O senhor pode falar, então, sobre esse assunto?
- Vocês [jornalistas] pensam o quê? Por que eu sou bispo, tenho que estar à disposição de vocês, a hora que quiserem? Eu tenho agenda a cumprir. Eu sou um homem público, como o governador e o prefeito. Para falar com eles, não é preciso marcar audiência?"  E bateu a porta na minha cara.

Juro por Deus, naquele dia os alicerces da Santa Madre Igreja Católica Apostólica Romana sofreram um baque dentro de mim. Cumpri o restante da pauta e narrei este episódio no meu relatório ao editor.

Poucos dias depois, Dom José convocou uma entrevista coletiva - destas que acontecem até hoje -, avisando uma hora antes. O Paulinho Correia fez questão de ir só para dizer ao Dom José que os veículos de comunicação têm agendas, não é só ligar para a redação e chamar para uma entrevista...
Ele entendeu o recado.

PESAR

O portal Gente de Opinião informa sobre o falecimento de Dom José Martins, que foi Arcebispo de Porto Velho. Dom José foi embora de Rondônia sem despedida, em 1997, depois de ter passado cerca de 15 anos aqui, deixando a todos atônitos na época.

Hoje fico sabendo que ele residia em São Gotardo, no interior de Minas Gerais, perto da cidade onde nasceu, Tiros.

28 de jan de 2015

ISSO QUE É COMPETÊNCIA!

Acompanhando as providências prévias da Prefeitura, coordenada pela Defesa Civil, de deixar tudo pronto e em ordem para quando a cheia do rio Madeira vier, advogados da cidade já apresentam uma enxurrada de pedidos antecipados de indenização contra asuzina. (Ilustra DreamTime.Com)

27 de jan de 2015

SOPRANDO A POEIRA DOS PROCESSOS

Comentei ontem que alguns processos criminais contra políticos aparecem e desaparecem de acordo com fatos extramuros judiciais. O mesmo vento que soprou a poeira que existia sobre o processo contra o ex-deputado Carlão de Oliveira, pode soprar para os lados do postulante à presidência da Assembléia, Maurão de Carvalho, que também tem passivos pendentes.

Sobre os possíveis candidatos: há processos contra o deputado Jean Oliveira; contra o deputado Luizinho Goebel, apenas a defesa que ele fez do ex-deputado Valter Araújo. Caso, numa reviravolta possível, o deputado Hermínio Coelho seja mantido na presidência, contra ele aguardam definição dois processos, um de quando era presidente da Câmara dos Vereadores de Porto Velho e outro como  presidente da ALE-RO.

Ou seja, do jeito que vier, é três palitos. (Ilustra Zanuz.Wordpress)

PÉ NO FREIO

O anúncio de uma unanimidade entre os deputados no apoio à candidatura do deputado Carlão de Oliveira à presidência da ALE-RO, que está sendo repetida pelos cronistas políticos desde a divulgação das eleições de 2014, vem sendo substituído por um cauteloso "se nada acontecer..."

Para mim algumas coisas não fecham, por exemplo, como pode Maurão ter o "apoio" do 'Palácio Rio Madeira' (no Palácio Presidente Vargas não se tomam mais decisões desse nível), se o deputado é filiado ao PP, partido presidido pelo senador Ivo Cassol, que só é aliado dele mesmo?

Maurão tem como 2º Vice Presidente o deputado Hermínio Coelho (pelo menos na chapa que está sendo especulada). Este, sim, não perdoa nem a si próprio quando dispara a metralhadora giratória.

Não discuto os méritos nem deméritos do deputado Maurão. Porém, a presidência do Poder Legislativo não pode ser vista como um "prêmio de consolação" por ter sido preterido na convenção do Partido Progressista que escolheu a advogada Jaqueline Cassol como candidata à eleição majoritária em 2014. Cassol deu corda para Maurão e depois abriu o alçapão embaixo dos pés do deputado.

A continuação desta semana promete. (Ilustra Portal Marítimo)

COLETIVA CANCELADA

Lembram daquela entrevista coletiva à Imprensa, convocada pela Prefeitura para informar sobre o balanço das obras na rua José Vieira Caúla? Foi cancelada. Como disse antes, não tinha razão para acontecer. Todas as informações que a secretária Amélia Afonso iria dar foram antecipadas. Ô boca maldita...

Cancelamento de Pauta: "Coletiva- Apresentação do balanço das obras Avenida Caúla"

A Secretaria Municipal de Projetos e Obras Especiais (Sempre) informa que a entrevista coletiva para falar da obra da Vieira Caúla foi cancelada. 
A pauta será remarcada e informada com antecedência a todos os veículos.


A primeira fase da obra de reformulação da infraestrutura da Avenida José Vieira Caúla, que compreende o trecho entre as avenidas Mamoré e Guaporé, está quase finalizada. A reforma da rede de drenagem pluvial nesse trecho está concluída e 90% da ciclovia foi executada.  Está faltando basicamente alguns acabamentos da calçada e das caixas coletoras de boca de lobo. 


26 de jan de 2015

COINCIDÊNCIAS NÃO EXISTEM

Mal noticiou-se que o ex-deputado Carlão de Oliveira estava articulando mais uma chapa para concorrer à presidência da Assembleia Legislativa, uma outra notícia informa que o processo contra ele, que se arrastava de escaninho em escaninho do Tribunal de Justiça, voltou à pauta. A Câmara Especial do TJ manteve as sentenças que já havia sido anunciadas. Pode ser que o assunto foi julgado no tempo certo, mas a coincidência entre os dois fatos é gritante.
Cassol, Carlão e Maurão

Este episódio me fez lembrar o "famoso" discurso proferido pelo senador Ivo Cassol no Senado, pedindo esclarecimentos sobre compra de refinarias pela Petrobrás (ouça aqui). Era dia 17 de junho de 2014, durante a Copa do Mundo, ou seja, ninguém estava nem aí para nada. Ninguém vírgula! Alguém estava atento e soprou a poeira que se acumulava sobre o processo e lembrou que Cassol estava condenado a quatro anos e meses de cadeia e que o Supremo Tribunal Federal confirmava a pena.

Salvo o exagero da comparação, mas é assim que a coisa funciona. (Fotos Agência Senado / ALE-RO)

IR NA COLETIVA PRÁ QUÊ?

A Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura de Porto Velho convidou a Imprensa para uma entrevista coletiva, amanhã, 27, quando será apresentado o "balanço da obras Avenida Caúla".  O mesmo convite "desconvida", já que abaixo do aviso de pauta está um rilisi completo de tudo que foi feito e que ainda será realizado naquela via, que está em obras há, pelo menos, 10 anos:

prefeituraportovelho .

para Cco:mim
Sugestão de Pauta

Assunto: "Coletiva- Apresentação do balanço das obras Avenida Caúla"
Local: Vieira Caúla entre Rio Madeira em Guaporé (Próximo à Igreja Noiva Aliança)
Data: 27/01/2015
Horário: 09h



Nesta terça-feira, as secretária municipal de Projetos e Obras Especiais, Amélia Afonso, concederá entrevista coletiva para falar da obra da Vieira Caúla. A primeira fase da obra de reformulação da infraestrutura da Avenida José Vieira Caúla, que compreende o trecho entre as avenidas Mamoré e Guaporé, está quase finalizada. Segundo Luiz Carlos Cabrera, fiscal da Secretaria Municipal de Projetos e Obras Especiais (Sempre) responsável por vistoriar o andamento do trabalho, a reforma da rede de drenagem pluvial nesse trecho está concluída e 90% da ciclovia foi executada.  “Está faltando basicamente alguns acabamentos da calçada e das caixas coletoras de boca de lobo. No trecho que compreende a segunda fase da obra, que vai da avenida Guaporé até a avenida Rio Madeira estamos com cerca de 70% da rede de drenagem pronta. Com a canalização da água das chuvas concluídas, faremos calçadas, ciclovias e os canteiros centrais”, explicou Cabrera.

    Financiada pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal, a extensão total da obra compreende o trecho entre as Avenidas Rio Madeira e Mamoré, na zona leste da cidade. Entre as benfeitorias incluídas no projeto está o alargamento da via, a reforma e ampliação da rede de drenagem pluvial, construção de meio-fio, sarjeta, canteiro central, ciclovia e calçada de um metro e meio. “Apesar de estarmos no período de cluvas o andamento do trabalho está dentro da programação. No ritmo que a empresa está trabalhando conseguiremos entregar essa obra totalmente concluída até maio”, garantiu Amélia Afonso, secretária municipal de Projetos e Obras Especiais (Sempre).

   “Esse trecho da avenida não está mais acumulando água como antigamente o que já melhorou muito. Agora estou aguardando ansiosa a finalização da calçada e do canteiro central para que meus clientes tenham mais comodidade e segurança ao entrar no meu restaurante”, disse Zilma Reis, proprietária de um estabelecimento comercial na esquina da avenida José Vieira Caúla com a rua Alba, localizada no trecho da Fase 1 do projeto.

DEU NO JORNAL

Um advogado de Porto Velho alerta: "Carteiras de estudantes estão sendo emitidas de forma irregular na capital". E mais "Denúncias dão conta de que no centro da capital, o comércio de carteirinhas de estudantes acontece ao céu aberto, o comércio ilegal faz a emissão do documento".

Já no Jornal Hoje, outra "descoberta": "Levantamento mostra que 370 mil pessoas usam crack no Brasil". E mais "Um em cada nove usuários rouba para sustentar o vício".

Aproveito a oportunidade para informar que foi descoberta uma substância, geralmente da cor preta, que queima com rapidez, e pode ser usada como propelente em armas de fogo. Estão chamando a substância de "pólvora".

FRASE

"Enquanto esses FDP estão jogando água na rua, "varrendo" as calçadas com água limpa, a água está acabando, e quando acabar vai faltar também para nós que economizamos". Marcela Ximenes, indignada, quando passávamos por pessoas que lavavam a calçada da casa delas, com mangueira, debaixo de chuva!

SEM PREVISÃO

Fui hoje cedo à Caerd da Zona Leste para registrar o furto do hidrômetro que estava instalado em frente a minha casa e solicitar a reposição do medidor. A atendente informou que não há previsão para o serviço, já foram repostos hidrômetros que haviam sido furtados e os ladrões levaram os equipamentos novos. Ela acrescentou que em dezembro e em janeiro este tipo de ocorrência tem sido muito comum.

Ao sair, perguntei se a Caerd não vai fiscalizar e multar quem está com vazamento de água ou desperdiçando o "precioso liquido". A atendente respondeu candidamente: "Neste momento a Caerd não está realizando este serviço de fiscalização". Uma mulher que estava sendo atendida no guichê ao lado entrou na conversa: "Se eles [Caerd] não estão dando conta de fazer reparos na rede, vão fiscalizar?" e deu uma risada irônica.

A seca está instalada no Brasil. Antes era só no Nordeste, agora chegou no Sudeste. É bom botarmos as barbas para lavagem a seco...

E FALANDO NISSO

E falando em coisas inacreditáveis, estava eu redigindo o pôste anterior, quando chegou rilisi da PM, enviado pelo amigo Lenilson Guedes - Esse Urutau da Imprensa rondoniense - dando conta que policiais lotados no 2º Batalhão, em Ji-Paraná, resolveram um caso de "paranormalidade", em uma chácara na Linha 6, no Distrito de Nova Londrina.

Os caçadores de espectros, digo, policiais, descobriram que uma adolescente de 14 anos perturbava a ideia da sogra de 80 anos, para que esta saísse da casa em que mora, deixando o imóvel para o filho e a namorada, a fantasminha fake.

O caso foi resolvido usando a mais avançada das mais avançadas das tecnologias. Esta farsa está mais para Scooby Doo que para os Caça-Fantasmas... (Ilustras TioSamNewsTV/Artecompipoca/Desenhosdahora)

VOU PARA A BOLÍVIA E NÃO VOLTO MAIS!

Pensei ter ouvido mal uma notícia no "Jornal da Manhã", da Jovem Pan, pois estava dirigindo e não prestava atenção ao que era dito. Depois fui atrás, pois não acreditei no que meus ouvidos (1 e 1/2) teriam escutado: "O lobista Alberto Youssef vai receber RECOMPENSA sobre o dinheiro devolvido no escândalo do Petrolão"!

Não achei no saite da JP, mas encontrei em outro portal, o "Congresso em Foco", com o seguinte título: "Acordo de Youssef prevê comissão sobre dinheiro recuperado" e na linha de apoio: "Pelos termos da delação premiada assinada com o Ministério Público e homologada pelo STF, doleiro poderá receber 2% do valor total como recompensa".

Não tenho razões para duvidar, mas a tendência é pensar e repetir o verso que o Renato Russo cantou e virou mantra: "Que país é esse?" ou aquela frase que Charles de Gaulle não disse: "O Brasil não é um país sério"...

Inacreditável. Como se diz por aqui, "estou passado, ó!"

25 de jan de 2015

CENAS DA CIDADE

Cenas do domingo.
 Feirinha do Cai N'Agua
Recordações da Grande Alagação
O ceguinho que vende balas de gengibre na porta do BB da Pedro II
é fã do "Quando Bate a Saudade", do Everton Leoni

Praças das Caixas D'Água, sob o ponto de vista de um peixe no aquário
Praça de Alimentação da Feirinha do Cai N'Água
"MenoRpausa", essa deve ser dolorosa...
(Fotos Marcela Ximenes/JCarlos)

PRESENTE EMBRULHADO (O CENTENÁRIO QUE NÃO HOUVE)

Volto ao assunto. Quando escrevi aqui há quase 10 dias sobre as comemorações que não aconteceriam no centenário de implantação do Município de Porto Velho, o fiz torcendo para eu estar errado. Preferia evitar repetir a minha frase preferida: "Eu não disse?". Infelizmente eu continuei certo.

Os eventos programadas pela Funcultural aconteceram pela metade. Ainda não vi se houve o tal do Fórum previsto para a tarde de sexta-feira. A parte musical do evento já havia sido cancelada antecipadamente.

Mas restava uma esperança. A Coordenação Municipal de Turismo - CMTur - aquela do "Natal da Sucatabilidade - anunciou a instalação de sinalização nos pontos turísticos de Porto Velho. O rilisi informava que a data do lançamento do projeto seria dia 24 de janeiro, "devido ser uma data de suma importância para a cidade. 'Queremos que seja um marco para comemorar a emancipação do município.'",  teria dito a dona Camila Canosa.

Feito um São Tomé, fui ver para crer e, se eu estivesse errado, maldizer a minha boca grande. Antes de ir à feirinha do Cai N'Água, desviei do roteiro e passei pela praça das Caixas D'Água, para ver a nova sinalização. Bem, acho que estava lá, se for este pacote coberto com plástico preto e colado com fita adesiva.
 Placa colocada por Furnas, quando da reforma da praça em 2000
 Aqui deve ter uma placa indicativa para os turistas
Presente para a cidade ainda embalado (Fotos JCarlos)

'Esses pessoal só tem garganta!'

COMEÇA A EMBOLAR

O mingau que o deputado Maurão de Carvalho preparava, e parecia que ficaria bom, com todos os ingredientes certos, fogo brando e a 'massa' sendo mexida - em um só sentido - sem parar. Mas algo aconteceu e o mingau está fazendo bolhas.

Neste final de semana, finalmente, a eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa começa a tomar um novo rumo. Digo finalmente porque gosto de ação. A chapa com apoio quase que "unânime" e "vitoriosa" (Maurão/Edson Martins/Hermínio/Glaucione/Rosângela Donadon/Marcelino Tenório) começa a receber resistência.

O ex-deputado Carlão de Oliveira estaria articulando uma segunda chapa reunindo os inconformados de não estarem fazer parte da chapa "Já Ganhou". Cristãos novos e representantes do baixo clero viram que cada voto vale um voto e em um colégio eleitoral de 24 eleitores, tudo é possível.

Volto a assunto depois. O mingau do deputado Maurão ainda não desandou nem azedou. Ainda não.

FRASE

"Obrigado meu Deus, por eu poder ver a pupunha ser vendida a sete reais o quilo!" Mar emocionada ao perceber que os coquinhos que eram catados nos quintais (de grátis) na infância dela, ou comprado baratinho, hoje fazem sucesso entre os "que chegaram", e estão mais valorizados. (Foto Marcela Ximenes)

TOLERÂNCIA ZERO

Depois da experiência 'exitosa' de ontem com a atendente da Oi, a Mar resolveu repetir a dose. Paramos numa barraca de frutas e legumes na avenida Pinheiro Machado para ela comprar pupunha. Está na época e a beradera sonhava roer o coquinho com farinha.
- Seu Menino, quanto é essa pupunha?
- Seterreal o quilo...
- Qual destas está melhor?
- Essas aqui tudo tá boa!
- Olha, moço, eu vou levar, mas se não prestar eu vou trazer aqui pra ti comer. E vai ter que comer!
- Então leva dessa, dona!

DIÁLOGOS INSÓLITOS

A Oi nos deixou na mão ontem, desde umas 8h. Uma postagem que eu estava fazendo ficou pelo meio. Saímos, voltamos à tarde, fui à delegacia (aqui), e lá pelas 16h a internet continuava uma *osta.


A Mar ligou para a Oi para pedir reparos ou saber de uma previsão de volta à normalidade. Após a espera regimental, a atendente deu o ar da graça e fez as perguntas de praxe. Após ouvir o problema, pediu para fazer alguns testes, entre eles, ligar o cabo do modem no computador.

- Você pode esperar? O computado não fica aqui onde eu estou...
- Vai demorar?
- Por que você pergunta se vai demorar?
- É por que eu tenho tempo de atendimento...
- Ah é? Você tem tempo de atendimento e eu não? Ouvi sua musiquinha todinha, AGORA VOCÊ VAI TER QUE ME ESPERAR, SIM!

E ela esperou, mudou o tom da fala e resolveu o problema.

Tudo uma questão de um bom grito na hora certa!  (Ilustra MarcosAntunes.Com)

CLASSIFICADOS BANZEIROS

NÃO PERCA!


(Foto Buzzfeed.com)

AMIGOS DO ALHEIO

Porto Velho fez aniversário, mas quem ganhou o presente fui eu!
Uso esta frase, emprestada dos redatores "imaginativos" de publicidade para contar um dos infortúnios do sábado.


Amigos do alheio visitaram minha casa e a vizinhança roubando hidrômetros, também conhecidos como medidores de consumo de água. Eles serraram os canos e levaram os aparelhos. Na casa de um dos vizinhos, o serviço foi feito pela metade. Serraram um pedaço do cano, alguém deve ter aparecido na rua e desistiram, deixando a água escorrendo.

Resultado, com a Caerd fechada (tem plantão, mas não sei para quê), tivemos que fazer um improviso até segunda-feira, quando a estatal reabre e as equipes trabalham. Também passei umas quatro horas para fazer o "Boletim de Ocorrências", sem o qual, me disseram, a empresa cobraria de mim o hidrômetro.

Já me armo de toda paciência, que Deus não me deu, para ir lá amanhã, solicitar o reparo do registro. (Fotos JCarlos)

24 de jan de 2015

TE CUIDA, PANTOJA

Leio no saite especializado "Adoro Cinema" que o ator Rodrigo Santoro está escalado para participar da refilmagem do clássico do cinema "Ben-Hur", agora sob direção de Timur Bekmambetov. Santoro vai fazer o papel de Jesus.

Jesusis!!!



O grupo Êxodo, de Porto Velho, agora tem uma opção para o papel do Salvador na peça "O Homem de Nazaré", claro, quando o Omedino Pantoja se aposentar. (Fotos Adoro Cinema e A vida é um pastel.Blogspot)

E FALANDO EM HISTÓRIA

Ganhei do meu filho Guilherme, como presente de aniversário, o livro "A Longa Viagem da Biblioteca dos Reis", da Lilian Schwartz (Editora Companhia das Letras). Vou começar a ler esta tarde ainda.

Lendo, previamente, as orelhas do tomo, vejo que a história nos remete ao grande terremoto de Lisboa de 1755, um fato que a maioria das pessoas não sabe que tem reflexos deste lado do Atlântico e, mais precisamente, nestas paragens do poente, como diz o hino "Céus de Rondônia.

Foi neste episódio que começou a ter força na corte o Marquês de Pombal, figura importante no povoamento da Amazônia.  Depois escrevo sobre as minhas impressões sobre o livro. Fiquem com a sinopse da editora, aqui.

Obrigado professor Marco Teixeira, por ter me despertado para estes "antecedentes" da nossa História Regional.

FOTOS QUE NÃO COMBINAM

Duas fotos que me intrigaram. Elas não "combinam" com os textos que ilustram. Uma é desta semana, outra, mais antiga, do início do ano.

As pessoas estão com mais cara de quarta-feira de cinzas do que de terça-feira gorda*
 "Lançada oficialmente a programação do carnaval 2015 de Porto Velho"
(Foto Frank Néry/Condecom)

O que esse bebê tem a ver com as tartaruguinhas e com o tema do texto?
"Soltura de filhotes de tartarugas, um 'aulão' ecológico no Rio Guaporé"
(Foto Rosinaldo Machado ou José Soares Neto/Decom)


*Terça-feira gorda, era assim chamada pois antecedia o jejum da Quaresma, que se inicia na quarta-feira de cinzas

QUANDO É MESMO?

Ao postar o comentário anterior, levanta-se aqui em casa a antiga discussão: O aniversário deve ser comemorado no dia do nascimento ou no dia do registro no cartório?.

Concordo que o certo é comemorar no dia do nascimento, mas não posso deixar passar despercebido o centenário da instalação do Município de Porto Velho, quando aconteceu a posse do primeiro Superintendente e do Conselho Municipal.

A data oficial de comemoração de aniversário do Estado de Rondônia é o 4 de janeiro (quando lembram). O 22 de dezembro, data que marca a elevação de Território a Estado é solenemente ignorada (também).

Como esta coisa não tem e nem terá solução e é perda de tempo discutir sobre isso, comemorarei todas, mesmo solitariamente.

PARABÉNS, PORTO VELHO!

Mais um centenário. Desta vez da instalação do Município de Porto Velho. O governador Jonathas Pedroza e a Assembleia Legislativa do Amazonas enxergaram naquela vila desorganizada, surgindo ao lado da cerca do canteiro de obras da empresa May, Jekill & Randolph, uma futura grande cidade.

Foto de 1910, povoado nascendo

A primeira impressão que o superintendente do Município, major Guapindaia, teve ao chegar aqui não foi nada agradável. Era a imagem da desorganização. Ele escreveu assim no primeiro relatório: "...um amontoado de casas sem o menor aparato de povoação moderna, nem mesmo de taba de índios". (Relatório de 11/02/1915, HUGO, Victor. Desbravadores, 2ª Edição)

Mas Porto Velho não parou no tempo, apesar de ter passado um pedaço da vida no mesmo ritmo das água dos rio Madeira, aparentemente calmas, mas com muita energia (epa, olha o subconsciente!), ainda representa uma grande potencialidade pela localização geográfica e estratégica privilegiada, que só os daqui não enxergam.

Mais uma comemoração importante passa em branco, devido à insensatez dos governantes do momento. Não são daqui e não têm ligação emocional e não dão importância. O pior é que estes governantes têm muitos assessores que se dizem 'beraderos', mas na hora do vamos ver, estão deitados na rede comendo peixe frito com chibé, esquecidos do calendário, mas sabem ir à Imprensa Caripuna reclamar de um prego de dormente da extinta Madeira-Mamoré que enferrujou por ter sido deixado no "tempo". (Foto Dana Merrill/VFCO.Brasilian.Jor)

Éraste!

23 de jan de 2015

PAULO COELHO E O ESPAÇO ALTERNATIVO

Sou daqueles que diz "não li e não gostei". Abri uma exceção para um livro do Paulo Coelho, por razões fora deste contexto. Pois bem, atribuem ao autor a tal da frase que diz: "o universo conspira" e é sobre isso que vou escrever.
"Sonho de Ícaro" (Ilustra Decom)

As obras do Espaço Alternativo, iniciadas há um ano, já começaram com suspeitas de licitação dirigida, depois vieram outras como superfaturamento, crime ambiental, falta de licenciamento municipal, falta de "aviso" à Infraero e à Aeronáutica (!), para citar alguns. Isso tudo resultou na "Operação Plateias", onde até um constrangido governador Confúcio Moura foi conduzido "coercitivamente" à delegacia da Polícia Federal.

As obras do "Novo" Espaço Alternativo foram suspensas quando faltava bem pouco para serem concluídas. Como em outras ações de suspensão de obras com vestígios de problemas, nesta também a paralisação causa  tanto prejuízo quanto os desvios que podem ter ocorrido.

Nos últimos dias tenho visto vários fatos se sucederem, quase que simultaneamente, mostrando um novo rumo para o assunto. Vamos lá:

1 - Dia 20, o secretário da SEMA, Edjales Brito, disse que aguarda a documentação do Estado para a liberação da licença ambiental das obras do Espaço Alternativo;

2 - Dia 21, o governador Confúcio Moura, no Blog do Confúcio, relata ter observado em sua caminhada no Espaço Alternativo, que mesmo em obras, o local continua sendo utilizado por todos e afirma: "Em breve concluiremos esta obra maravilhosa";

3 - Ontem, em uma reunião no Tribunal de Contas entre conselheiros e técnicos com representantes do Ministério Público Estadual, liderados pelo Procurador-Geral, Héverton Aguiar, foi discutida a busca de soluções para que o Governo do Estado adote e possa concluir as obras do Espaço Alternativo.

Dizem que coincidências não existem, então, neste caso, tenho que concordar com Paulo Coelho. Está havendo uma (boa) conspiração e agora vai. 

MAIS UM CENTENÁRIO QUE JÁ ERA

É, parece que a relação entre Porto Velho e os seus centenários (inauguração da Madeira-Mamoré, Capela de Santo Antônio, criação do Município e instalação do Município) não é boa. Não sei qual é a dificuldade em se celebrar uma data histórica!

O Estado de Rondônia também esquece das datas (que deveriam ser) importantes (criação do Território, criação do Estado, instalação do Estado, aniversário do Rondon...).

Depois do fiasco do aniversário do Estado, dia 4 de janeiro, em que não houve absolutamente nada - não conto o texto distribuído pelo Decom às 16h30 de domingo -, agora é o cancelamento do pouco que estava programado para este sábado dia 24, data da instalação do Município de Porto Velho e feriado municipal.

A Fundação Cultural, via Condecom,  soltou um rilisi caprichado falando da programação para se comemorar o centenário de instalação do Município de Porto Velho Ontem enviou um aviso do cancelando de parte da 'festa' que seria realizada no sábado, dia da instalação. Ficou apenas a realização do "1º Forum Municipal de Patrimônio Histórico e Cultural".

Não sei o que houve, se houve e porque houve. Sei o que não haverá e que previ isso há alguns dias.

22 de jan de 2015

VAI CABER?

Prefeitura anuncia a locação de um galpão onde serão armazenados e restaurados os enfeites natalinos comprados na administração passada, que estavam "no tempo", no pátio da Emdur.

Matéria não esclarece se os pneus usados  no "Natal da Sucatabilidade" também serão guardados para os próximos natais... (Foto JCarlos/2012)

P.S. E não é que os pneus já estão lá?

CENAS DA CIDADE

O restaurado, o descuidado e o reconstruído
Mercado Cultural visto da rua General Deodoro - Centro
Pouco antes desta foto, o cara que está descendo do andaime soldava a placa tendo como E.P.I. apenas óculos de sol. Ninguém usava proteção nenhuma. Cadê você, fiscal do Trabalho?
Sobrou uma. Na rótula da Vieira Caúla com Guaporé
(Fotos Marcela Ximenes e JCarlos)

DIÁLOGOS FAMILIARES INSÓLITOS

- O que é isso que a senhora tá tomando?
- Suco de cajá. Quer?
- É bom?
- Eu gosto... Você não se lembra que já bebeu?
- E eu gostei?
- ...!!! ...!!!

ERRAMOS (LÁ ELES)

O apresentador e editor Willian Bonner fez caras e bocas para corrigir a matéria que o Jornal Nacional levou ao ar , ainda, sobre o apagão de terça-feira. O repórter Carlos De Lannoy disse que o linhão das asuzina do Madeira ficam no Amazonas...

Aqui a edição do You Tube, a edição original (vídeo no mesmo linque a seguir, aos 00:51') e o texto corrigido no G-1.

No jornal local também houve erro, mas passou batido, sem o "falha nossa". Mas até o momento da publicação deste pôste, a edição de ontem do Jornal de Rondônia ainda não estava disponível no portal G1-RO.


21 de jan de 2015

NÃO RESPEITAM MAIS NINGUÉM

Matéria de segunda-feira, mas em tempo ainda para comentar: "Ônibus com 42 militares do Exército é assaltado por homens armados na BR-116", na divisa entre o Paraná e São Paulo. Mesmo sendo um veículo particular, a audácia dos assaltantes é de assombrar.

HEIN?

Como diria um camelô, ops! um empresário autônomo, que conheci: "Me 'adivirto' muito com isso". Ele se referia à profissão, que exercia e dava para o sustento da família. O que me "adiverte" são alguns "redatores" de matérias policiais. Como já disse, só leio notícia policial se eu ver algo estranho no título. Geralmente eu acerto.

De Chupinguaia - RO vem a notícia de que um homem que tentou matar a namorada e fugiu pelado da casa dela foi preso. Mas a história está contada desta maneira, com interrupções minhas, em vermelho:
(Foto ilustrativa Youtube)



“Peladão” que tentou matar namorada é preso andando em Chupinguaia

Janes Fernando Peliciári, 49 anos, acusado de esfaquear a sua namorada no último sábado, 17,e fugir pelado, foi preso por volta das 15h00 desta terça-feira, 20, caminhando (pelado?) pela rodovia (BR-364), próximo ao distrito do Guaporé, em Chupinguaia.
A informação é da internauta Vanessa Jackslene, 19 anos, neta da vítima, Sônia Fátima, 58 anos. Segundo Vanessa, o acusado foi avistado e reconhecido por seu noivo ("seu" do suspeito ou da informante?) que estava indo para Chupinguaia.
“Ele (o acusado ou o noivo?) foi até o posto da Polícia Militar no Guaporé e denunciou”, finalizou a jovem que revelou que o foragido estava vestido e armado com um revólver.

ALGUMA COISA ESTÁ ERRADA

A Polícia Militar, através do Lenilson Guedes - este guardião da lei e da ordem - informa que está dando continuidade à "Operação Aluvião", que foi desencadeada dia 9 de janeiro e até agora apreendeu 13 dragas, maquinários, prendeu 25 pessoas e aplicou R$ 196 mil em multas. O objetivo da operação é impedir o exercício da garimpagem ilegal na Área de Proteção Ambiental do rio Madeira, mas acontece que a polícia leva os infratores e no dia seguinte tudo está igual a antes.

Na madrugada de hoje, foram apreendidas seis balsas, mais equipamentos de extração mineral e onze pessoas foram e levadas à delegacia da Polícia Federal. O texto não informa se estas pessoas foram autuadas e enquadradas legalmente, se houve arbitramento de fiança e para quem serão pagas a multas.

CASAS DE RONDON

Conforme o Banzeiros antecipou em dezembro, estão caminhando as negociações para trazer a Rondônia uma exposição permanente sobre a vida e obra de Cândido Mariano da Silva Rondon, oficial general do Exército brasileiro, patrono do nosso Estado e com muito mais realizações que os maiores heróis do nosso e pelo nosso país.

O governador Confúcio Moura recebeu ontem o general Novaes, comandante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, juntamente com representante da empresa Memória Civelli Produções Culturais, responsável pelo projeto. A ideia é a criação de um Memorial, onde possam ser disponibilizados documentos para pesquisa sobre o Marechal Rondon, no ano em que se comemoram o sesquicentenário de nascimento do militar (05/05).

Justa homenagem e torço para que tudo dê certo. Aliás está caminhando para dar. Os órgãos (federais, estaduais e municipais) envolvidos estão demonstrando boa vontade até agora. Espero que continue assim e não apareça nenhum "Lua Preta" para atrapalhar. (Foto Projeto Rondon)

DUAS DA PREFEITURA

Duas matérias divulgadas ontem pela Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura me deixaram animado, mas (mas...) com ressalva:

1. "Primeira fase da obra na avenida Vieira Caúla está 90% concluída". Ótimo. Quem passa pela via quase todo dia, como eu, se arrisca a sofrer acidentes. Não há canteiro central e os carros/motos/bicicletas que saem das ruas perpendiculares atravessam a pista de forma perigosa.
Na avenida Mamoré, a mesma coisa. as coisas acontecem muito lentamente. Retiraram os canteiros centrais (administração Roberto Sobrinho); agora, neste ano, iniciaram a sinalização,  pintando as faixas em um trecho da avenida e instalaram "taxinhas refletivas" entre as pistas de um trecho menor. Vamos ver quando conseguem completar o serviço;


2. "Prefeitura sinalizará 24 pontos turísticos". Bom também, mas se for neste "padrão", é preferível ficar sem nenhuma.

Outra coisa, o prédio que é ocupado pelo Governo do Estado e  onde funcionava o gabinete do governador chama-se "Palácio Presidente Vargas. "Getúlio Vargas" é a praça existente em frente, também conhecida como "praça vermelha".

Na praça do Complexo da Madeira-Mamoré, só colocar placa indicativa para o turista não basta. Todos sabem o que falta lá. (Foto JCarlos)

20 de jan de 2015

QUEM FOI FRANCISCO MEIRELLES MESMO?

Fico satisfeito com a iniciava da Prefeitura de Porto Velho de comemorar os 40 anos de funcionamento da "Biblioteca Municipal Francisco Meirelles". Conforme a programação haverá Café Regional reunindo antigos e novos funcionários, além de usuários, que darão depoimentos sobre a importância da biblioteca na vida deles; ciclos de palestras sobre a contribuição feminina na literatura e sobre povos e comunidades tradicionais; realização do "Leitura na Praça" entre outras atividades que não são citadas.
Francisco Meirelles (dir.), ao lado do filho Apoena) 
Na minha opinião faltou um painelzinho, uma coisinha pequena, para falar sobre o patrono da biblioteca, o sertanista Francisco Meirelles, que aqui chegou em 1964 e logo depois do Golpe Militar fugiu para a Bolívia. Retornou no início das hostilidades contra os Cinta Larga, pelos garimpeiros em busca dos famosos diamantes. Em 1969 foi condecorado pelo Governo do Território de Rondônia com a Medalha do "Mérito Rondon", que já foi a maior condecoração concedida pela Governo de Rondônia.

Quem quiser saber mais sobre o sertanista Francisco Meirelles, pode obter aqui e aqui. De nada. (Foto Brasil Oeste)

SUGESTÃO DE FILME

Assistimos ontem ao filme "Os Pinguins de Madagascar". O desenho animado é feito em ritmo de ação - havendo várias citações a filmes do gênero, entre eles a franquia 007 -, com perseguições, traições e muito mais. Valeu a pena. Recomendo para quem quer se divertir sem muita elucubração.

O que não vale a pena é o monte de gente babaca que fica fazendo selfie durante o filme e, claro, usando flashes (redundância...). (Ilustra Cubopop.Com)