28 de mar de 2014

UM SALVAMENTO FRACASSADO

O Argus, nosso feroz cão de guarda, tomou gosto pela caça. Quando pega um desavisado calango, daqueles que moram no quintal, ele o morde, sacode, joga para o lado até matar o bichinho.
Nesta sexta-feira, ao mexer no forno, a Mar encontrou um calango homiziado lá dentro. Chamou o JP que (por incrível que pareça) capturou o bicho, com a recomendação de soltar o lagarto fora do quintal, para que o Argus não o matasse.
Ato contínuo, JP então enfiou o braço pela grade do portão e soltou o indigitado. Incontinenti (como dizem os A.I. da Polícia Civil nos rilises), um gato que estava escondido sob o nosso carro capturou o calango, logrando êxito no seu intento maligno.      
(Legenda: Argus em pose especial para o brog - Foto Marcela Ximenes)
(Atualizando: Enquanto este post era redigido, o Argus fez mais uma vítima na família dos teídeos)

Um comentário:

Edna Samáira disse...

"logrando êxito no seu intento maligno"...
hahahahahahahahaha morrendo de rir, Sá!