10 de mai de 2012

"SEU DOTÔ"

Dois causos de médico:
A auxiliar 'cerca' o médico no corredor e mostra uma receita e pede para que ele "traduza" o que está escrito.
- O paciente foi a várias farmácias e os balconistas não entenderam o nome do remédio...
O médico pega o papel, coloca os óculos, aproximando e afastando do rosto para focar melhor. Depois admite:
- Não consigo entender. Quem escreveu isso?
Ambos olham o carimbo aposto à assinatura.
- Foi o senhor mesmo, doutor!
- Ha, ha, ha, ha, ha... Peça o paciente para voltar, dizer o que ele tem para eu receitar de novo... Ha, ha, ha...

***
Chego ao laboratório em busca do resultado do exame que fiz há 21 dias. A recepcionista procura daqui, procura dali, consulta o "sistema" e nada. A recepcionista após uma breve meditação diz:
- O exame do senhor deve estar esperando o laudo e o "dotô" deve passar aqui hoje ou amanhã. Vamos avisar ao senhor por telefone.
- Eu já marquei a consulta com o médico que pediu o exame, como eu faço
- É só ter paciência.
A sorte dela é que eu ainda não tinha aquecido os neurônios e não respondi nada.

Nenhum comentário: