5 de jun de 2014

QUASE ACREDITEI #SQN


Há pouco, perguntaram para mim o significado da palavra "dualidade". Eu expliquei o que era, mas poderia dar estes exemplos abaixo:
Na posse do vereador Edmilson Lemos, como secretário Municipal de Regularização Fundiária e Habitação - Semur, o novo titular deu entrevistas começando mais ou menos assim: vou dar continuidade ao trabalho do secretário [que sai], depois vou dar o meu ritmo, por que tem muita gente que reclama da demora...
Quase pensei que ia ser diferente. Em centenas de posses de secretários que vi pessoalmente ou pela Imprensa, a maioria de quem assume menospreza o trabalho do antecessor.
Vale lembrar que Edmilson foi o presidente da Comissão que investigou denúncias contra o prefeito Mauro Nazif. O processo foi arquivado, conforme voto do relator, vereador Cabo Anjos.
E foi o Cabo Anjos quem se rebelou (ou, como se diz na caserna, se amotinou) contra o prefeito. Repeliu as afirmações atribuídas ao secretário Gilson Nazif, de "que a maioria dos vereadores ia à Prefeitura pedir favores pessoais". Anjos anunciou, então, que a partir de hoje está fora da administração Mauro Nazif, tendo pedindo "a exoneração de seus cargos comissionados na prefeitura (...)".
Ora, se não pedia favores pessoais, que cargos comissionados eram estes?

Nenhum comentário: