28 de dez de 2012

GENTE QUE CHEGA, GENTE QUE SAI

Ao ler o comunicado do PT-RO, que dia 31 vai entregar os cargos (Seagri, Emater e Idaron) ao Governador Confúcio Moura, achei estranho.
A nota diz que o góvi rompeu "acordo firmado com o Partido dos Trabalhadores" e que agora ele, o PT, vai fiscalizar a aplicação dos recursos públicos.
Na minha leitura aconteceu assim: pediram algo, o governador não deu e ficaram de "mal". Os cronistas políticos chamam a isso de "fisiologismo".

Nenhum comentário: