12 de set de 2014

O BRASIL TEM JEITO

Um dos palestrantes no nosso Ciclo de Planejamento foi o jornalista Carlos Alberto Sardenberg, comentarista da Globo News, TV Globo e da Rádio CBN. Com  o tema "Brasil - Oportunidades e Desafios - Cenários", ele discorreu sobre a evolução da economia no Brasil desde 1985, quando o Brasil passou a ser administrado por presidentes civis, até hoje, fazendo também algumas projeções.
  



Contou a história de como surgiu o "Bolsa Escola", uma iniciativa do Banco Mundial, que começou na cidade de Campinas - SP, depois foi aplicado em Brasília, ampliando para todo o Brasil. "O presidente Lula pegou essa experiência bem sucedida e transformou em "Bolsa Família".
Sobre as agências reguladoras, entre elas o Banco Central, Sardenberg defendeu a independência delas, com regras claras, independentes do presidente de plantão, mostrando que é assim no Chile e nos Estados Unidos, por exemplo,  onde o mandato dos presidentes dos Bancos Centrais não coincide com o mandato do presidente da República.
Uma frase que chamou minha atenção: "O Banco Central é independente quando o presidente deixa. O presidente Fernando Henrique deixou e o presidente Lula também deixou".
Fiz a entrevista, mas não pedi para tirar uma 'selfie'!
Em entrevista ao Banzeiros, Carlos Sardenberg disse que o Brasil tem jeito: "É um país que não tem guerra nas fronteiras, um grande potencial econômico, reservas naturais, todo mundo fala a mesma língua, todo mundo gosta de televisão, todo mundo assiste as novelas da Globo. Então nós temos todas as condições de levar o Brasil para a frente, basta saber usar isso que nós temos nas mãos". (Fotos JCarlos)

Nenhum comentário: