24 de mai de 2014

MAIS UM VIVO NA SEPULTURA

Há poucos dias contei a desventura da minha sogra que caiu dentro de uma sepultura que, mesmo ocupada, estava aberta e coberta pelo mato. Pois bem, naquela mesma semana uma conhecida da família foi ao mesmo cemitério de Santo Antônio e, ao se sentar em uma lápide de mármore para descansar, a estrutura desabou dentro da cova com ela e tudo. Ela também machucou-se e ficou muito abalada com o acidente.
Geralmente, os parentes dos falecidos, após o sepultamento, contratam pedreiros que moram nas vizinhanças dos cemitérios para construírem os túmulos ou carneiros, de acordo com a posse da família
No caso que narrei acima, o C.S.I. Candeias investigou e chegou à conclusão que os pedreiros que instalam as lápides estão usando menos cimento e mais areia na massa. Ora, areia não segura nada. #Desonestidade (Foto Cléris Muniz/Imagem News/2009)

Nenhum comentário: