3 de jan de 2012

NÃO EMENDAM

O primeiro escândalo do ano foi entregue pelo Estado de S. Paulo: "Para aprovar o Orçamento de 2012 às 23h50 da antevéspera do Natal, o governo pôs na mesa de negociação mais de R$ 300 milhões, destinados a atender às demandas das bases eleitorais dos 82 deputados e senadores que compõem a Comissão Mista de Orçamento (CMO). Cada um dos titulares e suplentes da comissão custou individualmente ao governo o compromisso de liberação imediata de R$ 3 milhões em emendas parlamentares."
Entre os membros da Comissão está o deputado Nilton Capixaba (PTB-RO). Como é que consegue, hein?

Nenhum comentário: