11 de abr de 2012

IMPLODIRAM A EXPOVEL

Na coluna do preclaro Sílvio Santos de hoje, um retrato preciso do que não vai acontecer este ano. A realização da Expovel está comprometida, pois toda a estrutura do Parque dos Tanques foi demolida para a construção de um centro de convenções e eventos, que só deus sabe quando sairá do papel, se já está no papel. Dificilmente a exposição, que faz girar a economia de Porto Velho nesta época, será realizada, a não ser na base do "impoviseition".
Por coincidência, a assessoria do deputado Moreira Mendes (PSD-RO) distribuiu ontem rilise informando da audiência que teve com o ministro do  Turismo Gastão Vieira, quando cobrou a liberação de emendas no valor de R$ 1,5 milhão para eventos com apelo turístico no Estado, entre eles a Expovel.
O assunto é muito complicado e o prejuízo vai ser grande.

2 comentários:

Normando Lira disse...

Zé,

Com todo respeito. Mas prejuízo pra quem? Para as duplas sertanejas que levam fortunas em cachês? Para a associação de agrupecuaristas local? Acho a festa completamente descaracterizada com a realidade da região. Não gera lucro a não ser para poucos, bem poucos mesmo.

José Carlos Sá disse...

Considerado Normando. O que você diz tem fundamento, mas a Expovel não é apenas shows de músicas sertaneja, brega ou evangélica. Há a compra e venda de animais, de máquinas e utilitários com financiamento do Basa e do Banco do Brasil; oportunidade para os ambulantes, prestadores de serviços, pintores, locadores de equipamentos, fornecedores de equipamentos elétricos, carpetes, de pintura, etc. Além da ocupação de vagas nos hotéis e um aquecimento nas vendas nos restaurantes, especialmente daqueles que se instalam no Parque.
Há toda uma roda econômica que gira. E não são poucos os que ganham com a feira.
Um abraço