18 de set de 2012

GATINHO DISCRIMINADO


O nascimento de um gato, um tanto quanto diferente, tem despertado a curiosidade dos moradores de uma pequena vila de apartamentos no bairro Caladinho, na zona Sul de Porto Velho. O felino possui duas faces, com duas bocas, dois narizes e ainda três olhos.

É a terceira linhagem de Onça, a gata que vive na vila de dona Maria da Silva, e que no último domingo (16) deu à luz a seis filhotes, cujo único macho nasceu com duas faces em um mesmo tronco. Maria conta que ficou assustada ao ver o felino recém-nascido. “Nunca tinha visto um trem desse, não”, conta a dona de casa de 65 anos.

Ao analisar as fotos, a bióloga Marcela Oliveira acredita se tratar de uma rara anomalia genética, conhecida como Síndrome de Janus (deus romano de duas faces). "A anomalia forma dois rostos em um único membro", explica.

O filhote apresenta ainda dificuldade para se orientar durante a locomoção, fazendo com que ande em círculos. Apenas a boca do lado esquerdo se move, mas devido a pequena abertura, o filhote não consegue se alimentar. A dona de casa conta que já tentou alimenta-lo, mas sem sucesso. “A gente acredita que ele não dure muito, já está fraco”, lamenta.

A bióloga explica que devido a essa dificuldade de alimentação e locomoção,  a expectativa de vida de uma filhote Janus é de apenas seis dias. "Só existe um caso de felino com essa aomalia, que chegou aos 12 anos, nos Estados Unidos", diz Marcela. Dos três olhos que o filhote possui, apenas o central permanece aberto.

A anomalia logo chamou a atenção dos outros moradores da vila e da rua. “Todo mundo já veio aqui ver, deram pra ele o nome de ET”, diz. O ex-inquilino e amigo da dona de casa, Cledson Rodrigues, conta que, desde o nascimento, se observa que a mãe felina demonstra um cuidado maior com o filhote. “Parece que ela sente que é mais frágil e diferente dos demais”, conta o rapaz, ainda admirado com a situação.

Textos e fotos: Vanessa Vasconcelos

Nenhum comentário: