29 de set de 2012

VOTO, NÃO VOTO

Quando comecei este post, foi para reproduzir uma conversa que ouvi na copa da empresa. Não consegui concluir o assunto e passei a perguntar, a esmo, o que pensavam as pessoas que eu encontrava e que se dispunham a "abrir" o voto. Mantive a mesma estrutura que havia adotado inicialmente (Preguiça de mudar) :

Cheguei e a conversa estava começada. O tema era "Porque vou votar neste e não vou votar naquele". Nem sempre as pessoas respondiam as duas perguntas ou explicavam as razões . O que captei:

1 - Não voto no Português, por que acho ele arrogante. Nem os funcionários vão votar nele...
2 - Voto na Fátima Cleide por causa do Roberto Sobrinho. A minha simpatia por ela é proporcional à antipatia que sinto por ele.
3 - Pois eu não voto na Fátima também por causa do Roberto. Ele mostrou que o partido deles não sabe governar.
4 - Garçon?! Tu é leso?
5 - Não sei em quem vou votar. Nem sei o nome de todos os candidatos.. Vou escolher no dia... não sei...
6 - Voto na Fátima Cleide. Ela tem passado limpo e sabe os caminhos em Brasília, para trazer mais recursos para a cidade.
7 - Gosto do cara do Psol, mas o vice dele é um mala...
8 - É no Garçon, márrapaiz! Ele é do povo...
9 - Vou votar no Zé Augusto. Ele foi o médico da minha mãe. É muito atencioso.
10 - Vou anular. Ninguém presta!
11 - Esse Mauro só vai governar para os funcionários públicos. E nós, taxistas?
12 - O Mário Sérgio? Cê tá brincando... Nem o vice ficou do lado dele e ele não se defendeu do rolo da Emdur.
13 - Olha, tá difícil, meu patrão. Aqui no carro, ficou ouvindo os passageiros e ainda não sei.. Fico ouvindo as entrevistas no rádio e ninguém me convence... O que tem o Lula, o Fernando Henrique, o Raupp ou o apóstolo Valdemiro com essa eleição? Não tem nada a ver. O candidato é que tem que falar o que ele vai fazer e não trazer padrinho... Não são eles que vão governar...

Se eu fosse sociólogo ou cientista político, faria uma análise dessas falas, mas não sou...

Nenhum comentário: