10 de dez de 2014

O ATO E O FATO

A já ex-governadora Roseana Sarney renunciou ao cargo que exercia no Maranhão, Estado que administrava desde 2009. Oficialmente ela sai mais cedo para se dedicar a um tratamento de saúde. Na verdade, ela vai antes da hora para não passar a faixa ao sucessor, Flávio Dino, do PCdoB.

O ex-presidente José Sarney também anunciou a aposentadoria da vida política para descansar. O fato oculto foi a absoluta certeza de uma derrota política, se voltasse a se candidatar depois de permanecer 50 anos como imperador da ilha de Curupu e adjacências, terras que vão do Oiapoque ao Chuí.

Voltando ao assunto da saída de Roseana. Aqui em Rondônia tivemos governadores que não quiseram passar o cargo e "fugiram", deixando ao vice ou ao chefe da Casa Civil esta tarefa.

Nenhum comentário: