21 de abr de 2015

PARABÉNS BRASÍLIAS

Vou me apropriar de dois bordões que os coleguinhas costumam usar nestas ocasiões: "Hoje é aniversário de Brasília, mas quem ganha o presente é você!" e "Hoje é o dia de inauguração de Brasília, mas há muito pouco a comemorar."

Desde a primeira vez que desembarquei em Brasília, tenho duas sensações: a do déjà-vu e a da descoberta. Muito antes de vir a esta cidade (quando era criança pequena em Teófilo Otoni), li muito sobre ela nas coleções de "O Cruzeiro" e "Manchete", que havia na casa das minhas avós.


Vim pela primeira vez, por volta de 1994, quando já trabalhava na Fiero, no esquema de bate-e-volta. Do aeroporto ao hotel, depois CNI e aeroporto, eu via pela janela dos táxis a Brasília das reportagens e dos cartões postais.

Morei aqui durante um ano, não me adaptei por questões de saúde (ou falta de), mas não deixei de gostar da cidade. Hoje, há pouco, li este artigo do jornalista Josias de Souza, mostrando as diferenças entre Brasília e "Brasília". Concordo plenamente.

A cada retorno conheço um cantinho novo e vou redescobrindo as Brasílias. Desta vez pelas mãos e cérebros dos amigos Alessandra e Danilo Curado. Mais uma vez parabéns Brasília, sem aspas. (Fotos Marcela Ximenes e JCarlos)

Um comentário:

Anônimo disse...

"Brasília" é o retrato da maioria do povo brasileiro. E essa maioria está muito bem representada por grande parte dos políticos. Simples assim!