4 de abr de 2015

PATRULHA HISTÓRICA, QUE SEJA COMPLETA

Coloquei o nome "patrulha histórica" neste comentário, mas poderia ter sido também "patrulha ideológica", uma prática que vez ou outra reaparece no Brasil, tirando da criogenia a cobrança de certos comportamentos que não são bem vistos pela autoproclamada "esquerda".

O fato do dia - e já está ocorrendo há alguns meses, desde a divulgação do relatório da Comissão da Verdade - é a demonização dos generais que ocuparam a presidência da República durante o regime militar. Já tem gente querendo trocar nomes de ruas, escolas que homenageiam os ex-presidentes Castelo Branco, Costa e Silva, Garrastazu Médici, Ernesto Geisel e João Figueiredo.

Se for colocar na ponta do lápis, a "deshomenagem" deve ser estendida a outras figuras públicas e os vereadores vão ter trabalho, fazendo o que gostam, de renomear logradouros e prédios públicos. Alguns exemplos:

Heróis da Pátria ou não. 
Na ordem de citação (Ilustras Wikipedia)

Marechal Deodoro da Fonseca - Antes de proclamar a República foi à Guerra do Paraguai, tendo sido promovido por atos de bravura, o que em linguagem militar significa eliminar o inimigo, os paraguaios de Solano López;
Floriano Peixoto, segundo presidente republicano; também foi à Guerra do Paraguai. Ficou conhecido pela alcunha de "Gravata Vermelha", por ter mandado degolar insurretos em Santa Catarina. Também era chamado de "Marechal de Ferro" por ter controlado as revoltas da época com ações duras. Entre as revoltas, a da Armada, cujos participantes presos vieram trabalhar na Missão Rondon, embarcados no navio Satélite;
Marechal Rondon - Acusado de ter feito 'contato' com as tribos indígenas que moravam ao longo das Linhas do Telégrafo, ajudando a acabar com modo de vida deles, o que levou a um quase extermínio total;
Os bandeirantes - Aprisionavam índios e os escravizavam.
Santos Dumont - A sua invenção leva à morte milhares de pessoas, na guerra ou na paz;
Tiradentes - Era um fanfarrão;
D. Pedro I - Mulherengo, temperamental, seria vítima da Maria da Penha, se a Lei já existisse e se alguém tivesse coragem de enquadrá-lo;
D. Pedro II - Herdou do pai, D. João VI, o apelido de "O Banana";
Duque de Caxias - Também acusado de ter determinado ações violentas contra os inimigos e as populações civis nas batalhas em que era o comandante.

Querem mais?

Nenhum comentário: