14 de abr de 2015

AGORA VAI!

(Fotos JCarlos)

Meu caro Léo Ladeia, já mordi a língua várias vezes, ao comemorar antes da hora a retomada das obras eternas da rua José Vieira Caúla, entre a Rio Madeira e a Mamoré.

A obra podia ser comparada com a Sky: Choveu em Candeias, aqui para tudo. Moro deste lado da cidade há perto de sete anos e acompanho diariamente as idas e vindas. Desta vez estou animado, pois estou vendo o progresso rápido da obra.

Na semana passada a secretária Amélia Afonso informou ter recebido reclamações. Um comerciante queria um espaço vago no canteiro central na frente do estabelecimento dele, para permitir a manobra de caminhões*. A exemplo de outras obras, o interesse particular quer sobrepor ao coletivo. Neste momento a secretária não cedeu.

Se não houver mais uma desistência, acho que em maio o dr. Mauro inaugura os canteiros centrais, as calçadas e a ciclovia**.

* Neste local, Vieira Caúla com Ananias Ferreira de Andrade, os caminhões atrapalham a vida de todos, especialmente na hora do pico, às sete da manhã. Eles fecham o trânsito e danem-se os outros.
** Depois vou comentar sobre essa ciclovia. Na Mamoré ela quase não é usada, por um motivo simples: os ciclistas não sabem que é para eles...

Nenhum comentário: