27 de jan de 2015

PÉ NO FREIO

O anúncio de uma unanimidade entre os deputados no apoio à candidatura do deputado Carlão de Oliveira à presidência da ALE-RO, que está sendo repetida pelos cronistas políticos desde a divulgação das eleições de 2014, vem sendo substituído por um cauteloso "se nada acontecer..."

Para mim algumas coisas não fecham, por exemplo, como pode Maurão ter o "apoio" do 'Palácio Rio Madeira' (no Palácio Presidente Vargas não se tomam mais decisões desse nível), se o deputado é filiado ao PP, partido presidido pelo senador Ivo Cassol, que só é aliado dele mesmo?

Maurão tem como 2º Vice Presidente o deputado Hermínio Coelho (pelo menos na chapa que está sendo especulada). Este, sim, não perdoa nem a si próprio quando dispara a metralhadora giratória.

Não discuto os méritos nem deméritos do deputado Maurão. Porém, a presidência do Poder Legislativo não pode ser vista como um "prêmio de consolação" por ter sido preterido na convenção do Partido Progressista que escolheu a advogada Jaqueline Cassol como candidata à eleição majoritária em 2014. Cassol deu corda para Maurão e depois abriu o alçapão embaixo dos pés do deputado.

A continuação desta semana promete. (Ilustra Portal Marítimo)

Nenhum comentário: