25 de jan de 2015

TOLERÂNCIA ZERO

Depois da experiência 'exitosa' de ontem com a atendente da Oi, a Mar resolveu repetir a dose. Paramos numa barraca de frutas e legumes na avenida Pinheiro Machado para ela comprar pupunha. Está na época e a beradera sonhava roer o coquinho com farinha.
- Seu Menino, quanto é essa pupunha?
- Seterreal o quilo...
- Qual destas está melhor?
- Essas aqui tudo tá boa!
- Olha, moço, eu vou levar, mas se não prestar eu vou trazer aqui pra ti comer. E vai ter que comer!
- Então leva dessa, dona!

Nenhum comentário: