13 de jan de 2015

UMA ELEIÇÃO DE DIFÍCIL PROGNÓSTICO

Quando se aproxima mais uma eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, as especulações crescem de tom e de criatividade. Todos falam sobre o assunto, mas muito poucos sabem realmente o que está acontecendo.

Muitos fatores interferem na eleição, e aqueles fatores que são ou se acredita, em princípio, fundamentais, podem não influenciar em nada no momento da votação por parte dos deputados. Aliás, as tramas dos bastidores são as mais interessantes que a eleição em si. Há boatos para todos os gostos. Lembro de histórias de cárcere privado, da "mala preta", trapaças e traições, por aí afora.

Em uma das poucas eleições para escolha de presidente da Assembleia que acompanhei de perto, o candidato que era apoiado ostensivamente pelo eventual ocupante do Palácio Presidente Vargas tomou uma "peia" histórica.

Nenhum comentário: