25 de mar de 2015

COURO DE DEDO

Vou contar com minhas palavras o que ouvi comentado pelo Sérgio Mello, no "Papo de Redação" de hoje:

Um deputado estadual apresentou proposta de majoração de algumas taxas do Detran. A matéria foi votada e aprovada. Logo começou a choradeira dos despachantes e dos proprietários de veículos em geral.

Para tirar o deles da reta, ops, para tirar a responsabilidade deles, alguns parlamentares disseram que votaram sem ler aquilo que estava em votação. Uma desculpa das mais esfarrapadas de tanto que é usada.

Aprovada na Assembleia o projeto de lei seguiu para a sanção governamental. Já sabendo da discórdia sobre o assunto e por dever constitucional - vício de origem - o governador vetou o projeto e o devolveu à ALE. Sabem o que aconteceu? Os deputados derrubaram o veto!

Depois não gostam se não são levados a sério. (Cartum Juska)

Nenhum comentário: