18 de mar de 2015

HOMEM GARANTE O QUE DIZ

Acaba de "deixar" o ministério da Educação o Cid Gomes. Ele foi à Câmara hoje, oficialmente, dar explicações sobre o corte de verbas para o setor, mas aproveitaram para tirar satisfações sobre as declarações feitas em Belém, de que no Congresso havia "300 ou 400 achacadores".

O tempo esquentou sob a cúpula de Niemeyer e Cid Gomes rodou a "cearense", bateu boca com o presidente da casa deputado Eduardo Cunha, e mandou o povo da base aliada ter coerência ou "largar o osso e saírem do governo"

O PMDB pediu a cabeça dele e a presidente Dilma mandou o ministro Aloísio Mercadante, da Casa Civil, servi-la em bandeja de prata. O ex-ministro já havia colocado o cargo à disposição, não podia ser diferente.

Os Gomes, Cid e Ciro são conhecidos por serem "bocudos". O pior é que, geralmente, estão com a razão.

Nenhum comentário: