8 de mar de 2015

FALTANDO ALGUMA COISA

Leio nas folhas eletrônicas que a Universidade Federal de Rondônia solicitou apoio do Governo do estado, via DER, para melhorar a estrada que dá acesso aos prédios dos cursos de Engenharia (novo), Educação Física, Biologia, quadra de esportes (Tatuzão) e ao CETAS. A estrada é uma continuação da via principal pela qual se entra no Campus "da BR". A partir do prédio de administração, a estrada não é pavimentada e tem 800 metros de extensão, por quatro metros de largura.

Através da parceria, a largura será ampliada para oito metros, será encascalhada, compactada e receberá uma cobertura de pó de brita para evitar a formação de lama. Até aí tudo bem e justo. A minha dúvida é a seguinte. Esta estrada fica na área de floresta nos fundos do Campus da Unir. Em alguns trechos da estrada, a copa das árvores cobrem o caminho como um dossel.

Eu pergunto: Já há licença ambiental pra a obra? Haverá compensação ambiental pelo corte da mata para a ampliação da estrada? Os professores e alunos da UNIR, que habitualmente participam de eventos em protesto pelos impactos dasuzina, já se manifestaram? Haverá audiência pública? E EIA/RIMA?

Com a palavra a Sedam, Sema, Polícia Ambiental, MPF, MPE e todas as ONGs do Universo.

Nenhum comentário: