14 de mai de 2015

FALÊNCIA MÚLTIPLA

Por dever de ofício, acompanho de longe - bem de longe - o futebol rondoniense. Vejo o perrengue que os times passam, como por exemplo o time do Guajará-Mirim, que viajou de ônibus mais de mil quilômetros de ônibus, para levar uma peia em Vilhena. Tem ainda os estádios caindo na cabeça dos poucos torcedores que teimam em prestigiar seus clubes.

E por falar em "perrengue" e "Vilhena", esta notícia é mais entristecedora: "VEC sem dinheiro para camisetas? Diretor obriga menino a devolver camiseta do goleiro". Os detalhes sórdidos, aqui.

E ainda querem construir estádios - digo, arenas -, no padrão FIFA. É muito sonho...

Nenhum comentário: