27 de mai de 2015

PESAR

"Ando devagar por que já tive pressa", esse poderia ser o epitáfio a ser colocado na lápide do amigo Sérgio Mello, que foi embora hoje. Mas a frase não condiz com a realidade. Sérgio era a própria calma. Era preciso uma coisa muito grande para abalar a sua tranquilidade e nem sei se isso aconteceu alguma vez.

Nos conhecemos em 1986, quando eu estava no Decom e ele na TV Nacional. Pouco depois o Sérgio foi indicado para substituir a Ruth Morimoto na direção da Comunicação e passei a trabalhar com ele. Foram poucos meses pois logo saiu para ser o locutor oficial do PMDB na campanha para o governo, em que o Jerônimo Santana venceu. Eu o substituí e ao final da campanha devolvi o cargo e fui para a TV Educativa.

(Arquivo JCarlos)

Depois nos reencontramos na Fiero, participamos da segunda "Caravana da Integração" e sempre mantínhamos contato. Tive a honra de ser um dos entrevistados do programa "Papo News" e também participar de alguns "Papo de Redação" no rádio e na TV.

Fica uma grande e profunda saudade.

Nenhum comentário: