10 de mai de 2015

NO DETALHE

Li ontem e um pouco na madrugada de hoje sobre a "Operação Detalhe", que prendeu ou conduziu "sob vara" vereadores e funcionários da Prefeitura de Cacoal, envolvidos em esquemas pouco republicanos. Soube que recursos públicos ou desviados do destino foram usados na "compra" de votos de vereadores para o arquivamento da CPI instalada com a intenção de investigar outros rolos e que poderia culminar com a cassação do prefeito padre Franco Vialleto.

Uma das poucas referências ao prefeito apareceu no saite Folha Pimentense. Reproduzo o texto:
"PADRE FRANCO (PT) - Segundo a polícia Franco Vialleto afirmou em esclarecimento prévio que não sabia de nada e que não tinha nada a ver com o que as pessoas que ele colocou no poder poderiam ter feito, tomando uma postura semelhante a de Lula (PT) no esquema do mensalão. Franco Vialleto foi conduzido para a Polícia Federal de Ji-Paraná para mais esclarecimentos."

Nenhum comentário: