22 de mar de 2012

CONSCIÊNCIA PESADA

Há três semanas, mais ou menos, fui à farmácia que fica na esquina da avenida Mamoré com rua José Vieira Caúla, no bairro Cuniã, comparar remédios e fazer um saque no auto-atendimento do Banco do Brasil. A máquina estava quebrada. Perguntei à balconista se eles, da farmácia, haviam avisado para a empresa que faz a manutenção. Ela respondeu que funcionários do local onde o equipamento está instalado não podem registrar a  reclamação e me deu o número do telefone para que eu ligasse. Assim o fiz, juntamente com outras pessoas, acredito.
Na madrugada de terça-feira, bandidos explodiram o caixa eletrônico e parte da farmácia. Segundo a Imprensa caripuna, os bandidos levaram o grosso do dinheiro e mototaxistas que passavam pelo local recolheram as sobras.
É uma pena que a cidade continue sem lei.

Nenhum comentário: