18 de mar de 2012

EU FARIA ASSIM

Enquanto esperava a Mar, vi o movimento intenso no Cartório Eleitoral, onde os eleitores aproveitavam o domingo e a prorrogação do prazo para renovarem os títulos e votar nas próximas eleições. Se repórter fosse, estivesse de plantão, com o assunto na pauta, não diria no texto "o brasileiro deixa tudo para a última hora", não entrevistaria o responsável pelo Cartório, nem enxeria o saco do eleitor (nem do telespectador) o entrevistando, querendo saber a razão do atraso.
Do lado do TRE, ambulantes instalaram máquinas de 'xérox', há guardadores de carros a postos e deve haver mais representantes da economia informal por lá. Ou seja, um assunto que já vem sendo abordado há meses poderia ser visto de outro ângulo. Sei que pensar dói, mas não é muito.

Um comentário:

Edna Samáira disse...

Pois sabe que numa matéria dessas na tv, o que prestei atenção foi justamente nas 'bancas' de xerox na esquina?! haha