28 de mar de 2012

EVOLUCIONISMO NO PÓS-USINAS

Apesar da descrença do jornalista Carlos Sperança, "(...) do fim do ciclo pós usinas (...)", volto à conversa que tive com um consultor de análise de riscos para empresas, já comentada aqui, sobre o período vindouro.
Uma das sugestões que são oferecidas àqueles que querem implantar, ampliar ou fortalecer os negócios em Porto Velho é a profissionalização, seja do empresário, seja dos empregados.
- Não dá mais para você entrar em uma loja e demorar a ser atendido. Mais que isso. O vendedor não saber de que você está falando ou ele não conhecer o que está vendendo. Tudo isso passa por investimentos na qualificação empresarial e dos trabalhadores. Dei o exemplo de lojas, mas a profissionalização abrange todo o espectro de contato entre empresários e público consumidor, que está exigente e observando os seus direitos. E isso é muito bom. Ajuda a fazer uma seleção natural no mercado".
É o que eu sempre disse, acorda Porto Velho! Acorda Rondônia!

Nenhum comentário: