13 de fev de 2015

FRASE

"A questão é o Real, essa absurda e fictícia unidade monetária que nos ilude e espanta os estrangeiros". Quem escreveu isso não é nenhum jornalista filiado ao "Partido da Imprensa Golpista - PIG", nem algum economista ultra-ortodoxo, mas o escritor Lima Barreto. A frase, atualíssima, faz parte da crônica "Variações", de 1922 e está no livro "Crônicas Escolhidas", editado pela Ática/1995, que tive a ousadia de resenhar para o jornal Alto Madeira (02/06/89).

Nenhum comentário: